Luverdense

Técnico do Luverdense dedica aos atletas classificação na 3ª fase da Copa do Brasil

Com a vitória e a vaga garantida na 3ª fase da Copa do Brasil, o clube de Lucas do Rio Verde embolsa R$ 1,4 milhão

24 de Fevereiro de 2019 as 15h 12min

O técnico do Luverdense, Júnior Rocha, dedicou a vitória sobre o Figueirense, por 1 a 0, nesta quarta-feira (20) à noite, em Lucas do Rio Verde, ao comprometimento dos atletas e avaliou que foi um dos melhores esquemas táticos em toda temporada além de acertar nas decisões em mesclar a equipe que também está disputando o Campeonato Mato-grossense Eletromóveis Martinello. Com a vitória e a vaga garantida na 3ª fase da Copa do Brasil, o clube de Lucas do Rio Verde embolsa R$ 1,4 milhão (na primeira fase/estreia foram cerca de R$ 600 mil).

“Todo o merecimento é deles. Claro que nossa estratégia deu muito certo. Quando perde,a a estratégia é ruim, mesclamos no estadual o que foi muito bom. Conseguimos ver quase todos os jogadores. Se doaram ao máximo. Os artistas principais são eles. No próximo partida vamos colocar os que estão melhores não os que são melhores. Falta algumas coisas para ajustar, não é porque a vitória veio que não tem nada errado, temos bastante coisas para ajustar, mas isso é decorrer do tempo”, disse o treinador.

O único gol da partida que surpreendeu o time de Santa Catarina foi logo com 3 minutos de jogo. Igor avançou pela ponta direta, cruzou e o atacante do Wilson Junior mandou, de cabeça, para o fundo da rede. “Esse é jogo de mata ou mata, então temos que ter humildade para marcar e muito comprometimento e leitura de jogo, na verdade, como jogo com uma linha de três atrás e dá profundidade pelas beiradas eles também conseguem jogar por lá, por dentro, hoje, é muito difícil. Hoje, o segredo é o passe de bola e ofensividade. Hoje, o grande dilema é fazer a equipe jogar. Fomos felizes e competentes nas finalizações”, disse.

Para o comandante do Alviverde o confronto foi um dos mais importantes da temporada mostrando a força do time de Lucas do Rio Verde. “A estratégia de mesclar, muito é por falta de lastros de jogos dos nossos atletas. Em uma semana nos tivemos três jogos. Sendo que viajamos para Corumbá (MS)  -quando o Luverdense empatou e passou para 2ª fase- e perdemos várias noites de sono. Se não dá essa mesclada, tenho certeza que teria vários atletas com muitas lesões. Esse jogo aqui, passou a ser o mais importante do ano e mostrou a nossa força”.

Mais de 1,315 torcedores compareceram no Passo das Emas, na noite chuvosa e histórica para o Luverdense.

Fonte: Rádio Regional FM

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

COTAÇÃO