Reciclagem

A cada ano, 50 mil toneladas de material são encaminhadas para indústria de reciclagem e transformação em MT

Estado tem cerca de 190 empresas no setor de reciclagem, seja fazendo recolhimento, prensa e comercialização, seja na indústria de transformação.

07 de Junho de 2019 as 09h 35min

Garrafas prensadas para serem encaminhadas para a indústria — Foto: Canaã Recicláveis/Divulgação

Em Mato Grosso, cerca de 50 mil toneladas de material são encaminhadas para a reciclagem anualmente. Entre papelão, plástico, pneus e garrafas pet, tanto o setor industrial quanto as pessoas comuns estão se tornando mais conscientes, segundo o Sindicato das Indústrias de Reciclagem de Resíduos industriais, Domésticos e de Pneus (Sindirecicle).

Atualmente, o estado tem, em média, 190 empresas no setor de reciclagem, seja fazendo o recolhimento, a prensa e a comercialização, seja na indústria de transformação. Entretanto, deste total, 40 fazem todo o processo de industrialização do material recolhido, transformando-o em novo produto.

Segundo o presidente do Sindirecicle, Paulo Araújo, mais de 40 mil pneus de carga são reformados por mês, e todo o estado. Além disso, a indústria local também faz a reciclagem de 2,5 toneladas de papeis, papelão e plástico.

No caso das sucatas ferrosas, o volume é de cerca de 8 mil toneladas por mês. Esses dados referem-se aos materiais que chegam nas indústrias para serem manuseados, vendidos, industrializados ou prensados.

Empresas de reciclagem
Rodrigo Crosar é o presidente de uma indústria de reciclagem, porém, não faz o processo de transformação. A empresa que ele representa tem duas unidades no estado e, cada uma delas, chega a recolher, classificar e prensar cerca de 650 toneladas de material reciclável por mês.

"Nós fazemos atendemos supermercados, lojas de cosméticos e outras empresas; prensamos o material e encaminhamos para a indústria de transformação", explicou.

Papelão é responsável por 70% do volume prensado. Porém, a empresa recolhe garrafas pet, plástico encorpado como embalagens de água sanitária e desinfetante, plástico maleável com sacos de arroz e outros itens.

Segundo ele, todo o papelão recolhido é transformado em papelão, novamente. Já as garrafas pet, por exemplo, são transformadas em fibras de poliéster usadas na indústria de confecção.

Rodrigo afirma que o setor de reciclagem está avançando, mas é preciso implantar essa consciência em todos os setores, a fim de criar sistemas eficientes para destinação de resíduos.

"Com a implantação da lei Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010, que 'institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos', os grandes produtores de resíduos já se adequaram, mas daqui a pouco, os condomínios, por exemplo, serão vistos como grandes geradores, então é preciso que a consciência de separação e reciclagem seja implantada nesses locais também", comentou.

Ele defende ainda que se cada organização, cada empresa, cada condomínio se responsabilizar pelo lixo produzido, além de assumir a responsabilidade junto com o poder público e poder cobrar ações mais eficientes, teremos menos lixo nos aterros sanitários, consequentemente, menos danos à população.

Boas ideias
A empresa de reciclagem do Rodrigo mantém uma parceria com a loja de cosméticos da Andréia Alves da Cruz Silva. Ela recolhe as embalagens dos refis que os clientes compram e entregar para o Ricardo, que faz a prensa e destina corretamente para a indústria de transformação.

"A ideia partiu dos próprios clientes que não queriam se desfazer das embalagens originais, que são de vidro, mas também não queriam acumular frascos. Então, oferecemos a opção de refil, em uma embalagem de pet, que o cliente devolve", explicou ela.

O projeto foi implantado há pouco mais de três meses, então, muitos clientes ainda estão em fase de adaptação. Entretanto, mesmo com pouco tempo, cerca de 10% das embalagens consumidas retornam para a loja e são encaminhadas para a reciclagem.

Além de cuidar do meio ambiente, ficar satisfeito por não acumular frascos, os clientes ainda não ganham desconto na compra do mesmo produto do qual está devolvendo a embalagem.

A loja é especializada em shampoos, cremes, fluídos, sabonetes e demais produtores de higiene e cuidados pessoais. Porém, as embalagens que mais retornam são shampoos e cremes.

"Espero que ideias como esta sejam divulgadas e 'copiadas' para que consigamos garantir um futuro melhor em termos de destinação de resíduos", declarou Andréia.


Fonte: Lidiane Moraes | G1

Embalagens são prensadas em MT e encaminhadas para indústria em outros estados — Foto: Provanza/Divulgação
Loja de cosméticos oferece desconto para quem devolve a embalagem — Foto: Provanza/Divulgação
Resíduos de garrafa pet são encaminhados para a indústria de transformação — Foto: Canaã Recicláveis/Divulgação
40 mil toneladas de pneus são recicladas em MT — Foto: Iara Vilela

COMENTARIOS

Mais de Estado

Greve

Servidores da rede estadual de educação decidem manter greve e governo reafirma que não tem como pagar RGA em MT

Governo reafirma que não tem condições de pagar a RGA.

25 de Junho de 2019 as 07h14

Santa Casa

Governo repassa 2ª parcela de R$ 3 milhões para pagar dívidas da Santa Casa de Cuiabá

Os pagamentos também contaram com a colaboração da Assembleia Legislativa, que abriu mão de R$ 3,5 milhões do duodécimo para socorrer a unidade.

25 de Junho de 2019 as 07h12

CPF na Nota

Consumidor pode pedir inclusão em quase todas as compras

Exceção é somente quando for feita num empreendedor individual

25 de Junho de 2019 as 07h04

Obras

Sinfra retoma 79 obras de rodovias e pontes e beneficia 1,6 milhão de pessoas no interior

São cerca de 70 localidades com serviços de pavimentação e revitalização de estradas, além da construção de pontes nas principais regiões de Mato Grosso

25 de Junho de 2019 as 06h31

Acidente

Motorista desvia de animal na pista, capota e atinge veículo

Ninguém ficou ferido.

22 de Junho de 2019 as 17h04

Afogamento

Canoa vira durante pescaria, homem não consegue nadar até a margem e morre afogado em MT

De acordo com a Polícia Civil a vítima foi identificada como Ezau Pedroso da Silva, de 37 anos.

22 de Junho de 2019 as 16h51

Incidente Fatal

Criança é picada por cobra e morre em acidente de carro a caminho do hospital em MT

O pai dela dirigia um veículo e sofreu o acidente enquanto tentava socorrer a filha. Pai foi internado no hospital municipal e a mãe da menina entrou em estado de choque.

22 de Junho de 2019 as 16h42

Acidente

Carreta cai em rio no Nortão ao tentar passar por ponte de madeira

O motorista, que não teve a identidade divulgada, não teria ficado ferido.

22 de Junho de 2019 as 02h29

Dados

MT tem maior percentual de analfabetos do Centro-Oeste; taxa estadual é maior que a nacional

Índice de analfabetismo no estado é de 7,5%. Em todo país, a taxa de analfabetos é 6,8%.

22 de Junho de 2019 as 02h17

Garimpo Ilegal

Alvo de investigação da PF, extração de ouro em garimpo ilegal continua após 7 meses em Aripuanã (MT)

Imagens divulgadas pela polícia mostram que a área está repleta de barracos improvisados, tendas, sacos com terra e maquinários pesados para escavação.

22 de Junho de 2019 as 02h08

Pesquisa

MT tem 188 mil analfabetos e a maioria é mulher e negro, diz IBGE

Números fazem referência ao grupo de pessoas com 15 anos ou mais sem alfabetização no ano passado. Dados fazem parte da PNAD Contínua, divulgada pelo IBGE.

22 de Junho de 2019 as 02h01

Resgate

Piloto de motocross é resgatado de helicóptero após acidente em região de morros em Cuiabá

Ao fazer o chamado, o grupo de pilotos contou que faziam o trajeto entre os morros na região do Coxipó do Ouro, quando um deles de acidentou.

22 de Junho de 2019 as 01h55

Obras Suspensas

Obras na BR-163 são suspensas durante feriado de Corpus Christi

Serviços da Rota do Oeste foram interrompidos a partir desta quinta-feira (20)

21 de Junho de 2019 as 00h38

Tragédia

Garimpeiro morre soterrado após terra ceder em buraco de garimpo ilegal em MT

Ele e um colega estavam no garimpo há 40 dias e trabalhavam em um buraco de 8 metros de profundidade.

21 de Junho de 2019 as 00h21

Mortes Confirmadas

Exames de laboratório confirmam duas mortes por H1N1 em MT

Dos pacientes que morreram com a doença, um era morador de Rondonópolis e, o outro, de Pedra Preta. O Ministério da Saúde deve encaminhar um técnico para avaliar a situação do município.

21 de Junho de 2019 as 00h12

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

Você é a favor ou contra a greve na Educação em Mato Grosso?

A favor

Contra

Tanto faz

Parcial
veja +

COTAÇÃO