Estado

Após greve dos caminhoneiros, comerciante descarta 30% de carga de verduras em MT

Caminhão foi usado para descartar carga de hortifrúti em Sinop, a 503 km de Cuiabá. Medida é reflexo da greve dos caminhoneiro que durou 10 dias.

Produtos Descartados | 03 de Junho de 2018 as 19h 32min
MT Agora - G1

Com o fim da greve dos caminhoneiros que durou 10 dias, as cargas que estavam bloqueadas começaram a chegar nos destinos finais. Parte dos produtos, entretanto, não vão para as bancas. Em Sinop, a 503 km de Cuiabá, um comerciante teve que descartar 30% da carga.

Um caminhão foi usado para jogar fora o que não pode ser levado para os supermercados.

“Perdemos em média 30%. É até bom, porque o que a gente esperava era que fosse perder tudo”. Contou o comerciante Edvaldo Petroli.

A carga de hortifrúti foi comprada em Curitiba e era esperada desde que a manifestação dos caminhoneiros começou na segunda-feira (21).

No município, a paralisação teve outros reflexos. Em uma farmácia, as entregas foram suspensas, não pela falta dos produtos e sim de combustível.

São nove motos paradas no estabelecimento. “Nossos funcionários estão aí rodando a cidade para saber onde tem posto com combustível”, afirmou o gerente Durval Siqueira.

E os donos dos postos não têm uma boa expectativa. Segundo eles, está difícil conseguir carga para repor o estoque.

“Não está fácil conseguir. Estou tentando fazer um pedido e a quantidade que encontramos é mínima diante da demanda que temos”, contou a dona de três postos Daniela Werner.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Sexta Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Tempestades

29º

COTAÇÃO