Estado

Ato cívico marca quinto dia de manifesto de caminhoneiros contra aumento de combustíveis

A rodovia foi liberada para o tráfego de veículos de passeio, ônibus e caminhões com produtos perecíveis ou hospitalares.

Manifestação | 25 de Maio de 2018 as 18h 58min
MT Agora - Expresso MT

Foto: André Almeida

Centenas de pessoas participaram agora a tarde de um ato cívico organizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Associação Comercial e Industrial de Lucas do Rio Verde (Acilve) em parceria com a prefeitura do município em apoio ao manifesto que os caminhoneiros estão fazendo contra o aumento dos combustíveis. O ato aconteceu no km 686, saída para Nova Mutum.

Atendendo pedido das duas entidades, comerciantes e industriários fecharam as portas e liberaram os funcionários para reforçar o apoio aos caminhoneiros. Por alguns minutos, o trecho da rodovia onde aconteceu o ato cívico foi totalmente interditado. Representantes das entidades organizadoras do ato falaram a respeito do movimento e a importância que vai refletir no cotidiano da população.

Representantes do setor produtivo também se pronunciaram sobre a batalha empreendida pelos caminhoneiros, cujo manifesto chegou ao quinto dia. Eles pediram que a classe política respeite a população e pediram, inclusive, que as forças armadas intervenham no comando do país.

Manifestantes aproveitaram o ato e fizeram um enterro simbólico do presidente da República, Michel Temer.

A rodovia foi liberada para o tráfego de veículos de passeio, ônibus e caminhões com produtos perecíveis ou hospitalares.

Em Lucas, são dois pontos que permanecem bloqueados para o tráfego de caminhões. Além do km 686, saída para Nova Mutum, os caminhoneiros e apoiadores se concentram também no km 691, saída para Sorriso. Os manifestantes se revezam e permanecem no local diuturnamente.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Sexta Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Tempestades

29º

COTAÇÃO