Câmara abre CPI para apurar dívida da Sanecap

Por unanimidade, a Câmara Municipal de Cuiabá decidiu nesta terça-feira (7), pela abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a dívida de R$ 119 milhões que a Companhia de Saneamento da Capital (Sanecap) acumula com a Ce

08/02/2012 - 10:33:12

   

Por unanimidade, a Câmara Municipal de Cuiabá decidiu nesta terça-feira (7), pela abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a dívida de R$ 119 milhões que a Companhia de Saneamento da Capital (Sanecap) acumula com a Centrais Elétricas Matogrossenses (Cemat), há mais de 10 anos.

A apresentação da proposta de investigação partiu do presidente do Legislativo, Júlio Pinheiro (PTB), que acredita haver um desvio de cerca de R$ 69 milhões diante desta dívida integral, sendo de apenas R$ 50 milhões o real débito em contas de energia elétrica. 

O presidente da Casa acredita que o valor cobrado pela Cemat está acima do praticado no mercado e acusa a concessionária de cobrança abusiva de até quatro horas por dia, o que resulta nos altos valores.

“Não abrimos anteriormente a CPI, porque naquele momento tinha o embate entre a rede Cemat e a prefeitura e poderiam entender como retaliação. Por isso, atendendo ao pedido da própria rede Cemat, a Câmara Municipal de Cuiabá aprovou por unanimidade a abertura da CPI da Cemat”, disse Júlio se referindo ao processo de concessão da Sanecap, que foi palco de disputa judicial entre o órgão e a Cemat.

De acordo com o presidente será realizada uma “grande auditoria” para verificar a real dívida da empresa, porque segundo seus cálculos pessoais, “alguém pegou R$ 50 milhões”. “Temos que verificar a conivência do município e a posição da Rede Cemat, pois há dois lados que se uniram fortemente para lesar o erário público e lesar o cidadão cuiabano, tanto por parte do Executivo quanto da Cemat”, afirmou.

A mesma opinião é defendida pelo vereador Clovito Hugueney (PTB), que afirmou haver irregularidades nas contas em questão. “Tem gente que pegou dinheiro do Executivo. Claramente tem coisa errada e temos que investigar”.

Ex-prefeitos

Júlio explicou que os ex-prefeitos Roberto França e Wilson Santos deverão ser convocados para prestar esclarecimentos, já que a dívida é referente ao período em que ambos estiveram à frente da prefeitura. O vereador questiona a assinatura de Wilson em um documento que reconhecia a dívida. 

“Particularmente se devesse um centavo eu saberia o porquê, só não entendo a prefeitura assinar um documento sem antes realizar uma auditoria para só depois reconhecer a dívida. Não entendo como uma empresa como a Sanecap que tem 10 anos de vida, pode acumular uma dívida de R$ 119 milhões. Estranhamente esta dívida foi ajuizada em 2007 quando já somava uma dívida de R$ 68 milhões e passados cinco anos, realiza o pagamento de R$ 9 milhões e mesmo assim a dívida salta par ao valor atual”, afirmou. 

Outro lado

A Cemat possui um sistema de cobrança diferenciado para empresas de grande porte, como é o caso da Sanecap, indústrias e hospitais de todo o Estado, que exigem fornecimento de energia de alta tensão. Neste Grupo A, diferente do que ocorre com consumidores que integram o Grupo B – casas -, o valor cobrado no horário definido como “de pico”, das 18h às 21h é superior o que justificaria a dívida com o órgão.

Porém, está em andamento um estudo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para que até 2013, esta cobrança seja unificada, passando a ser padrão para os dois grupos.

CPI da Sanecap ou da Cemat?

Clovito chegou a anunciar que não assinaria o documento que dava abertura a CPI por conta do nome da comissão, denominada como “CPI da Cemat”. Segundo ele, não se pode abrir uma CPI para apurar irregularidades numa empresa privada, sendo correto, portanto, que a comissão mudasse o nome para CPI da Sanecap.

“Consultei um jurista e ele me informou que investigar uma empresa privada por meio de uma CPI é ilegal, e que a comissão pode ser facilmente cancelada com um mandado de segurança. Vamos investigar as contas de energia da Sanecap e não a Cemat”, defendeu ele, que após conversa com o presidente da casa, se convenceu de que a investigação deverá girar em torno justamente das contas da Sanecap e não especificamente sobre a Cemat. 

Com informações do Mato Grosso Notícias

Mais Noticias

Coaching

Mato Grosso é destaque na revista Exame por implantar coaching na gestão pública

Acima do Peso

Cuiabá é a capital do Centro-Oeste com mais habitantes acima do peso, diz pesquisa

Frota de Veículos

Frota de veículos em Mato Grosso aumenta quase 60% em quatro anos

Pedágio

Tarifa de pedágio na MT-235 fica mais cara

04/01/2018 -

CGE alerta servidores sobre conhecimento da legislação e deveres funcionais

A principal vertente do Programa de Controle Disciplinar é a prevenção, ou seja, orientar os servidores acerca do que devem e não podem fazer no ambiente de trabalho

04/01/2018 -

Rodovias estaduais registram 12 acidentes sem vítima fatal

O número é menor que o registrado no mesmo período do ano passado, quando houve 15 acidentes.

04/01/2018 -

Governo repassa mais de R$ 2,3 bilhões aos municípios

Valor é referente ao período de janeiro a novembro de 2017 e foi maior que o enviado no mesmo período de 2016 às prefeituras

04/01/2018 -

Serviços essenciais, energia elétrica e saneamento lideraram reclamações no Procon em 2017 em MT

De acordo com o levantamento, divulgado nesta quarta-feira (3), de 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2017, o Procon realizou 31.641 atendimentos.

03/01/2018 -

Transportados sem nota fiscal, 290 celulares avaliados em R$ 136 mil são apreendidos

Apreensão ocorreu no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande. A empresa responsável deve responder a um Termo de Apreensão e Depósito (TAD).

02/01/2018 -

Mato Grosso terá 21 dias de feriados e pontos facultativos em 2018

Nos órgãos públicos e no Poder Executivo serão 10 pontos facultativos. Os feriados e pontos facultativos não devem afetar a prestação dos serviços considerados essenciais.

02/01/2018 -

PRF registra 2 mortes e redução de 10% de feridos em acidentes no Ano Novo em MT

Foram realizados 606 testes de alcoolemia, 1,5 mil registros de veículos com excesso de velocidade. Ainda, 32 motoristas ou passageiros estavam sem cinto de segurança.

02/01/2018 -

Padre de MT causa polêmica após postar foto com arma em rede social

Thiago Bruno publicou a imagem no WhatsApp Status e causou polêmica nas redes sociais. Um amigo dele gravou um vídeo alegando que a arma é objeto de decoração.

28/12/2017 -

Número de colisões frontais reduz 28% na BR-163

Quantidade de mortos caiu 42,5% em 2017, em relação a 2016

21/12/2017 -

Fluxo de veículos leves aumenta 65% na BR-163

Maior movimento durante o feriado prolongado é previsto para esta sexta-feira (22)

18/12/2017 -

Sefaz realiza Plantão Fiscal na região norte

Para ficar em dia com as obrigações fiscais, os devedores devem renegociar suas dívidas e efetuar, em janeiro de 2018, a solicitação para que ocorra uma nova inclusão como optante do Simples Nacional.

13/12/2017 -

FAB faz operação para resgatar corpos de família que estava em avião que caiu em área de mata em MT

Família decolou de distrito em Colniza em direção à Juara, no sábado (9). Os destroços do avião foram encontrados numa região de mata a 24 km de Juruena.

13/12/2017 -

Professora morre após carro ser esmagado por caminhão em rodovia de MT

Professora de 79 anos morreu no local do acidente, na BR-070, em Barra do Garças. Motorista disse à PRF que a vítima fazia uma ultrapassagem no momento do acidente.

13/12/2017 -

Criança de 3 anos é resgatada a 7 metros de altura ao ficar presa em corrimão de escada rolante em aeroporto em MT

Segundo a PM, o menino foi entregue aos pais sem lesões e ferimentos. Caso foi registrado no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande.

13/12/2017 -

Professora é internada após ingerir perfume supostamente colocado por aluno em garrafa d'água em MT

Minutos antes, professora tinha chamado a atenção de aluno que estava borrifando perfume em sala de aula, segundo o marido dela. Maria Célia de Oliveira Schoenherr é alérgica a perfume.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora