Câmara abre CPI para apurar dívida da Sanecap

Por unanimidade, a Câmara Municipal de Cuiabá decidiu nesta terça-feira (7), pela abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a dívida de R$ 119 milhões que a Companhia de Saneamento da Capital (Sanecap) acumula com a Ce

08/02/2012 - 10:33:12

   

Por unanimidade, a Câmara Municipal de Cuiabá decidiu nesta terça-feira (7), pela abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a dívida de R$ 119 milhões que a Companhia de Saneamento da Capital (Sanecap) acumula com a Centrais Elétricas Matogrossenses (Cemat), há mais de 10 anos.

A apresentação da proposta de investigação partiu do presidente do Legislativo, Júlio Pinheiro (PTB), que acredita haver um desvio de cerca de R$ 69 milhões diante desta dívida integral, sendo de apenas R$ 50 milhões o real débito em contas de energia elétrica. 

O presidente da Casa acredita que o valor cobrado pela Cemat está acima do praticado no mercado e acusa a concessionária de cobrança abusiva de até quatro horas por dia, o que resulta nos altos valores.

“Não abrimos anteriormente a CPI, porque naquele momento tinha o embate entre a rede Cemat e a prefeitura e poderiam entender como retaliação. Por isso, atendendo ao pedido da própria rede Cemat, a Câmara Municipal de Cuiabá aprovou por unanimidade a abertura da CPI da Cemat”, disse Júlio se referindo ao processo de concessão da Sanecap, que foi palco de disputa judicial entre o órgão e a Cemat.

De acordo com o presidente será realizada uma “grande auditoria” para verificar a real dívida da empresa, porque segundo seus cálculos pessoais, “alguém pegou R$ 50 milhões”. “Temos que verificar a conivência do município e a posição da Rede Cemat, pois há dois lados que se uniram fortemente para lesar o erário público e lesar o cidadão cuiabano, tanto por parte do Executivo quanto da Cemat”, afirmou.

A mesma opinião é defendida pelo vereador Clovito Hugueney (PTB), que afirmou haver irregularidades nas contas em questão. “Tem gente que pegou dinheiro do Executivo. Claramente tem coisa errada e temos que investigar”.

Ex-prefeitos

Júlio explicou que os ex-prefeitos Roberto França e Wilson Santos deverão ser convocados para prestar esclarecimentos, já que a dívida é referente ao período em que ambos estiveram à frente da prefeitura. O vereador questiona a assinatura de Wilson em um documento que reconhecia a dívida. 

“Particularmente se devesse um centavo eu saberia o porquê, só não entendo a prefeitura assinar um documento sem antes realizar uma auditoria para só depois reconhecer a dívida. Não entendo como uma empresa como a Sanecap que tem 10 anos de vida, pode acumular uma dívida de R$ 119 milhões. Estranhamente esta dívida foi ajuizada em 2007 quando já somava uma dívida de R$ 68 milhões e passados cinco anos, realiza o pagamento de R$ 9 milhões e mesmo assim a dívida salta par ao valor atual”, afirmou. 

Outro lado

A Cemat possui um sistema de cobrança diferenciado para empresas de grande porte, como é o caso da Sanecap, indústrias e hospitais de todo o Estado, que exigem fornecimento de energia de alta tensão. Neste Grupo A, diferente do que ocorre com consumidores que integram o Grupo B – casas -, o valor cobrado no horário definido como “de pico”, das 18h às 21h é superior o que justificaria a dívida com o órgão.

Porém, está em andamento um estudo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para que até 2013, esta cobrança seja unificada, passando a ser padrão para os dois grupos.

CPI da Sanecap ou da Cemat?

Clovito chegou a anunciar que não assinaria o documento que dava abertura a CPI por conta do nome da comissão, denominada como “CPI da Cemat”. Segundo ele, não se pode abrir uma CPI para apurar irregularidades numa empresa privada, sendo correto, portanto, que a comissão mudasse o nome para CPI da Sanecap.

“Consultei um jurista e ele me informou que investigar uma empresa privada por meio de uma CPI é ilegal, e que a comissão pode ser facilmente cancelada com um mandado de segurança. Vamos investigar as contas de energia da Sanecap e não a Cemat”, defendeu ele, que após conversa com o presidente da casa, se convenceu de que a investigação deverá girar em torno justamente das contas da Sanecap e não especificamente sobre a Cemat. 

Com informações do Mato Grosso Notícias

Mais Noticias

Tragédia Familiar

Homem morre em acidente seis dias depois do filho também falecer em Mato Grosso

Dados

MT tem redução no número de divórcios e aumento de casamentos, diz levantamento do IBGE

Manifestação

Manifestantes sem-terra bloqueiam rodovia em MT para cobrar reforma agrária

Concessão

Nova empresa começou a administrar rodoviária de Cuiabá nesta quinta-feira

14/11/2017 -

Programação de obras na BR-163 é mantida durante feriado

O cronograma elaborado pela Rota do Oeste prevê quatro frentes de trabalho durante o dia e um no período noturno, abrangendo trechos de cinco municípios.

14/11/2017 -

Criança é transferida após fechamento de UTI pediátrica da Santa Casa de Rondonópolis (MT) por falta de dinheiro

Cirurgias eletivas foram suspensas por falta de recursos para custear despesas. Governo do estado realizou o repasse de R$ 868 mil referentes ao mês de julho.

14/11/2017 -

Motorista dorme ao volante, bate em uma barra de cimento e capota

O motorista não sofreu nenhum ferimento.

14/11/2017 -

Criança de 1 ano para na UTI após se afogar em piscina em MT

Apesar do susto, a saúde da criança é estável.

14/11/2017 -

Diabetes atinge 184 mil em Mato Grosso

Hoje é comemorado o Dia Mundial do Diabetes, data criada para conscientizar a população sobre a importância do diagnóstico precoce

14/11/2017 -

Mulher de 58 anos morre após capotar caminhonete em rodovia de MT

Ela chegou a ser socorrida por uma equipe do SAMU e levada para a UPA 24 Horas de Tangará da Serra com fortes dores pelo corpo, mas não resistiu e veio a óbito.

14/11/2017 -

Motorista fica em estado grave após capotar veículo em rodovia de MT

De acordo com a Polícia Militar, ele perdeu o controle do veículo e capotou.

14/11/2017 -

Governo de Mato Grosso recebe R$ 170 milhões para investimentos

Os acordos com os governos da Alemanha e do Reino Unido foram assinados na manhã desta terça-feira (14.11), em Bonn, durante a Conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) para o Clima

14/11/2017 -

Professora de MT vence concurso com projeto sobre carrinho de rolimã e ganha viagem para a Irlanda

Daisy Selinger explicou que objetivo do projeto era integrar pais, filhos e comunidade à escola e que as crianças deixassem a tecnologia de lado. Além da viagem, professora também ganhou R$ 5 mil e vaga na etapa nacional do concurso em SP.

14/11/2017 -

IFMT: Inscrições para Processo Seletivo com 555 vagas em Cursos Técnicos Subsequentes são prorrogadas

A prova será no dia 17 de dezembro, das 14 às 17h30.

14/11/2017 -

Período de chuvas exige cautela de motoristas nas rodovias de MT

Responsável por 850,9 quilômetros da BR-163 no Estado, a Rota do Oeste traz algumas dicas de direção preventiva e segurança para auxiliar motoristas a enfrentarem as dificuldades de trafegar na chuva.

14/11/2017 -

Trator desce ribanceira e prensa agricultor que morre em MT

Devido a gravidade dos ferimentos o homem morreu no local.

13/11/2017 -

Motorista bêbado atropela e mata pedestre, abandona veículo e é preso ao tentar se esconder em casa vizinha em MT

Motorista alegou à polícia que tentou socorrer a vítima, mas fugiu depois que testemunhas tentaram agredi-lo. Acidente ocorreu na noite de sábado (11), em Pontal do Araguaia.

13/11/2017 -

Menino de 13 anos tem o pé empalado por vergalhão após pular muro de escola em MT

Vergalhão de construção ficou cravado no pé do adolescente, em Cuiabá. Corpo de Bombeiros foi acionado e menino passou por cirurgia para retirar o objeto.

13/11/2017 -

Criança de 3 anos morre após TV cair sobre ela em Sinop (MT)

Menino subiu em estante e aparelho caiu sobre ele. Ele foi encaminhado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora