CRM-MT suspende registro de médico condenado por 15 estupros e morte

Médico foi condenado por morte de bebê em Porto dos Gaúchos (MT). Ginecologista está preso em RO por abusar pacientes em consultas.

27/03/2017 - 11:42:40

   

O Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso (CRM-MT) suspendeu temporariamente o registro profissional do médico ginecologista Pedro Augusto Ramos da Silva, condenado no ano passado pela Justiça de Rondônia a 130 anos de prisão por abusar sexualmente de 15 pacientes durante exames ginecológicos, naquele estado e, em 2013, pela morte de um bebê, em Porto dos Gaúchos, a 644 km de Cuiabá. Ele está preso desde 2015 e cumpre pena em Ariquemes (RO). O G1 não localizou a defesa do médico.

A presidente do CRM-MT, Mária de Fátima de Carvalho Ferreira, afirmou que a suspensão ocorre em todos os conselhos da categoria onde ele está inscrito. "Se isso não for feito, ele pode pedir o visto provisório. [O registro] fica suspenso em um estado e ele pode atuar em outro", afirmou.

Ela explicou que a conduta dele foi investigada pelo Conselho Regional de Medicina do Acre em um processo ético profissional, aberto em 2012, o qual concluiu que ele foi considerado culpado e recebeu a pena de suspensão do exercício por 30 dias.

A Justiça de Mato Grosso o condenou a dois anos e quatro meses de prisão em regime aberto pelo crime de homicídio culposo pela morte de paciente. A pena, no entanto, foi substituída pelo pagamento de 60 salários mínimos e prestação de serviços comunitários.

Na sentença, o juiz Ricardo Nicolino de Castro, da Vara Única de Porto dos Gaúchos, diz que o médico não agiu como deveria ao ter suspenso o médico receitado corretamente, além de não ter receitado o remédio como deveria, em desacordo com a idade da criança.

Ele foi acusado de negligência, imprudência e imperícia. O juiz ainda considerou a dor causada à família do bebê. "Os pais perderam a filha primogênita, razão pela qual deve pesar em desfavor do réu. A vítima, de apenas dois meses, de modo algum contribuiu à prática do crime, razão pela qual deve sopesar em desfavor do réu", diz trecho da decisão.

A decisão teve como base uma denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), o qual apontou que em dezembro de 2007 e em janeiro de 2008, no Hospital Municipal de Porto dos Gaúchos o médico causou a morte do bebê por não ter observado regra técnica da profissão. Ele foi denunciado pelo crime de homicídio culposo por negligência.

A consulta com ele foi feita depois que a criança já estava sendo medicada com remédios indicados por outro médico. Segundo consta da ação, depois de apresentar febre, o bebê começou a tomar antibiótico, remédio para febre e passou por exames.

No entanto, três dias depois dessa primeira consulta, a mãe retornou ao hospital com a menina, que foi examinada por Pedro Augusto, que suspendeu o antibiótico receitado anteriormente pelo outro médico, não solicitou exames e disse à mãe que a criança não tinha nada.

A mãe retornou ao médico várias vezes, pois o bebê não parava de chorar, e em todas elas o profissional alegava que a menina estava bem, pois estava mamando. Em uma dessas consultas, ele receitou um medicamento não recomendado para menores de 12 anos e pediu um exame. Esse exame de sangue apontou que a criança estava com anemia grave e, então, o médico receitou uma vitamina.

"Mesmo tendo o exame revelado avançado quadro anêmico, disse que a criança estava com um pouquinho de anemia e receitou Rarical, um simples polivitamínico", diz a decisão. Como não vinha avanço no quadro da filha, a mãe a levou a um hospital de uma cidade vizinha e lá foi diagnosticada anemia, novamente. Dois dias depois, a criança faleceu e o laudo da morte indicou sepcemia, decorrente de infecção urinária não tratada adequadamente.

MT Agora - Pollyana Araújo | G1

Mais Noticias

Acidente Fatal

Mulher morre e três crianças ficam feridas em acidente

Acidente Grave

Idosa tem perna esmagada após ser atropelada por ônibus

Acidente

Quatro carretas pegam fogo após acidente na BR-158

Resposta Imediata

Mato Grosso tem a maior estrutura de combate às queimadas do país

20/09/2017 -

Com 5 incêndios florestais em andamento, MT pode estender período proibitivo de queimadas

Se estiagem continuar, proibição pode seguir até 30 de outubro. Por falta de equipes, bombeiros não conseguem atender 65% das chamadas de emergência.

20/09/2017 -

Mais de 20 vacas e bezerros morrem queimados e prefeitura em MT pede ajuda do Ibama para apagar fogo em sítios

Secretário de Meio Ambiente de Nova Ubiratã afirma que incêndios são criminosos e registrou boletim de ocorrência na polícia. Vídeo mostra produtora rural chorando por ter que sacrificar animais com queimaduras.

20/09/2017 -

Teto da Câmara de VG desaba e trabalhador fica ferido

Vítima foi levada para o Pronto-Socorro; Legislativo ainda não se pronunciou sobre o caso

13/09/2017 -

Policial civil morre e 3 policiais ficam feridos após viatura capotar em MT

Wilder Botelho Queiroz, de 27 anos, havia ingressado na Polícia Civil na turma que se formou em 2016. Momentos antes do capotamento um disparo acidental feriu outro policial no veículo.

12/09/2017 -

Município de MT que teve o maior terremoto da história do país registra tremor de 2,1

Servidor público diz que abalo sísmico de baixa intensidade não foi sentido pelos moradores. Segundo sismólogo, para ser percebido pelos cidadãos comuns, o abalo deve ter magnitude entre 3 e 3,5 graus.

12/09/2017 -

Governo dá primeiro passo para concessão do Marechal Rondon e mais 4 aeroportos de MT

Dos 14 terminais que serão concessionados, 5 são de Mato Grosso.

12/09/2017 -

Mato Grosso registrou 29 tremores de terra neste ano

Todas elas foram de baixa intensidade e quase que imperceptíveis.

12/09/2017 -

Aluno de 11 anos morre atropelado ao sair de escola em Mato Grosso

João Gabriel Lemes foi atropelado Bairro Vila Alta, em Tangará da Serra. Com o impacto, o menino foi arremessado a 20 metros do local do atropelamento.

12/09/2017 -

Jovem cai de moto após atropelar 2 ciclistas e morre atropelado por carro em MT

Motorista não viu motociclista caído e passou por cima do corpo da vítima, que tinha 19 anos. Ciclistas, sendo um adolescente de 16 anos e um homem de 33 anos, ficaram feridos.

12/09/2017 -

Detran-MT diz que aguarda orientação nacional para implantar CNH digital

Segundo órgão estadual, Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) ainda deve orientar os estados sobre o funcionamento da versão eletrônica da CNH.

12/09/2017 -

PRF registra 48 acidentes com 5 mortes no feriado prolongado em MT

Vinte e um motoristas foram presos dirigindo embriagados nas rodovias. Outras 28 pessoas tiveram ferimentos leves e 8 com gravidade em acidentes.

12/09/2017 -

Peixes são encontrados mortos após vazamento de esgoto em rio em MT

Secretário de Meio Ambiente de Rondonópolis informou que vazamento em estação elevatória foi identificado por equipe de fiscalização.

12/09/2017 -

Javalis destroem plantações e revoltam fazendeiros em MT

O problema não é novo, mas se agravou nos últimos anos, de acordo com a associação de agricultores

11/09/2017 -

Tremor de terra de magnitude 3,2 é sentido por moradores em MT: ''Foi uma explosão''

Morador disse que as janelas da casa dele tremeram depois de estrondo. Outra moradora disse ter acordado com o barulho.

11/09/2017 -

Consumo de energia elétrica aumenta 11% em MT devido às altas temperaturas

Aumento foi registrado no mês de agosto. Por causa do calor, população usa mais aparelhos de refrigeração.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora