CRM-MT suspende registro de médico condenado por 15 estupros e morte

Médico foi condenado por morte de bebê em Porto dos Gaúchos (MT). Ginecologista está preso em RO por abusar pacientes em consultas.

27/03/2017 - 11:42:40

   

O Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso (CRM-MT) suspendeu temporariamente o registro profissional do médico ginecologista Pedro Augusto Ramos da Silva, condenado no ano passado pela Justiça de Rondônia a 130 anos de prisão por abusar sexualmente de 15 pacientes durante exames ginecológicos, naquele estado e, em 2013, pela morte de um bebê, em Porto dos Gaúchos, a 644 km de Cuiabá. Ele está preso desde 2015 e cumpre pena em Ariquemes (RO). O G1 não localizou a defesa do médico.

A presidente do CRM-MT, Mária de Fátima de Carvalho Ferreira, afirmou que a suspensão ocorre em todos os conselhos da categoria onde ele está inscrito. "Se isso não for feito, ele pode pedir o visto provisório. [O registro] fica suspenso em um estado e ele pode atuar em outro", afirmou.

Ela explicou que a conduta dele foi investigada pelo Conselho Regional de Medicina do Acre em um processo ético profissional, aberto em 2012, o qual concluiu que ele foi considerado culpado e recebeu a pena de suspensão do exercício por 30 dias.

A Justiça de Mato Grosso o condenou a dois anos e quatro meses de prisão em regime aberto pelo crime de homicídio culposo pela morte de paciente. A pena, no entanto, foi substituída pelo pagamento de 60 salários mínimos e prestação de serviços comunitários.

Na sentença, o juiz Ricardo Nicolino de Castro, da Vara Única de Porto dos Gaúchos, diz que o médico não agiu como deveria ao ter suspenso o médico receitado corretamente, além de não ter receitado o remédio como deveria, em desacordo com a idade da criança.

Ele foi acusado de negligência, imprudência e imperícia. O juiz ainda considerou a dor causada à família do bebê. "Os pais perderam a filha primogênita, razão pela qual deve pesar em desfavor do réu. A vítima, de apenas dois meses, de modo algum contribuiu à prática do crime, razão pela qual deve sopesar em desfavor do réu", diz trecho da decisão.

A decisão teve como base uma denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), o qual apontou que em dezembro de 2007 e em janeiro de 2008, no Hospital Municipal de Porto dos Gaúchos o médico causou a morte do bebê por não ter observado regra técnica da profissão. Ele foi denunciado pelo crime de homicídio culposo por negligência.

A consulta com ele foi feita depois que a criança já estava sendo medicada com remédios indicados por outro médico. Segundo consta da ação, depois de apresentar febre, o bebê começou a tomar antibiótico, remédio para febre e passou por exames.

No entanto, três dias depois dessa primeira consulta, a mãe retornou ao hospital com a menina, que foi examinada por Pedro Augusto, que suspendeu o antibiótico receitado anteriormente pelo outro médico, não solicitou exames e disse à mãe que a criança não tinha nada.

A mãe retornou ao médico várias vezes, pois o bebê não parava de chorar, e em todas elas o profissional alegava que a menina estava bem, pois estava mamando. Em uma dessas consultas, ele receitou um medicamento não recomendado para menores de 12 anos e pediu um exame. Esse exame de sangue apontou que a criança estava com anemia grave e, então, o médico receitou uma vitamina.

"Mesmo tendo o exame revelado avançado quadro anêmico, disse que a criança estava com um pouquinho de anemia e receitou Rarical, um simples polivitamínico", diz a decisão. Como não vinha avanço no quadro da filha, a mãe a levou a um hospital de uma cidade vizinha e lá foi diagnosticada anemia, novamente. Dois dias depois, a criança faleceu e o laudo da morte indicou sepcemia, decorrente de infecção urinária não tratada adequadamente.

MT Agora - Pollyana Araújo | G1

Mais Noticias

Lei Seca

Lei Seca prende 100 condutores por embriaguez ao volante em 2017 em MT

Baleia Azul

Grupo especial vai ajudar a apurar casos relacionados a jogo online em MT

Rebelião

Dezoito presos são transferidos após rebelião com 5 mortes em Mato Grosso

Carne Fraca

Preço da carne cai em MT após a Operação Carne Fraca, diz Imea

19/04/2017 -

Mato Grosso registrou quase 400 casos de sífilis em 2016, diz balanço

Número de casos da doença no país aumentou 5.000%, segundo o Ministério da Saúde. Médico diz que doença pode causar problemas neurológicos e, em grávidas, malformação do feto e abortos espontâneos.

18/04/2017 -

Balanço aponta 30 acidentes na BR-163 em MT durante o feriado prolongado

Colisões laterais e saídas de pista lideram ocorrências, segundo a concessionária que administra a via. Rodovia não registrou mortes.

18/04/2017 -

DNIT investirá mais de R$ 2 bilhões para restaurar rodovias em MT e Arco Norte

A autarquia possui, ainda, nove projetos aptos a serem licitados nas mesmas rodovias. Assim, quando forem contratados, outros 993 quilômetros serão recuperados.

17/04/2017 -

Detran faz aquisição de bafômetros para reforçar Lei Seca

O pregão ocorrerá em sessão pública, por meio da internet na terça-feira (18)

17/04/2017 -

Setor de serviços cresce 8,5% em Mato Grosso, segundo dados do IBGE

Média mato-grossense foi muito acima da nacional, que foi de 0,7%. Números são referentes ao mês de fevereiro em comparação com janeiro deste ano.

15/04/2017 -

Estado vai abrir concessão para trecho Alta Floresta/Santa Helena

Parte da MT 208 deverá ser duplicada e receberá outros investimentos como a instalação de lombadas eletrônicas e rotatórias para melhorar o fluxo de veículos

11/04/2017 -

Governo federal reconhece situação de emergência de cinco cidades mato-grossense

São José do Xingu, Santa Cruz do Xingu, Jauru, Barra do Bugres e Vale do São Domingos estas cinco cidades mato-grossenses foram castigadas pelas fortes chuvas no início deste ano

11/04/2017 -

Governo estuda fazer campanhas de conscientização para uso racional de energia

A ideia é que a gente pudesse iniciar campanhas de conscientização para diminuir o impacto que as bandeiras tarifárias têm na conta do consumidor.

07/04/2017 -

Detran implanta banca examinadora fixa para prova teórica no interior do Estado

O projeto prevê que os exames teóricos sejam realizados de maneira contínua e ininterrupta nos processos de primeira habilitação

04/04/2017 -

Governo quer redesenhar rede ferroviária em plano de concessões

Caso a Oeste-Leste se encontre com a Norte-Sul, haverá a possibilidade de saída por um terceiro porto, na Bahia, que poderá ser construído pela vencedora da concorrência

03/04/2017 -

Taques diz que concessão dos aeroportos de Várzea Grande, Sinop, Rondonópolis é 'grande vitória' para MT

Com a concessão são esperados investimentos consideráveis nos aeroportos.

03/04/2017 -

Governo Federal quer privatizar cinco aeroportos em Mato Grosso

Decisão ainda depende de estudo de viabilidade e anúncio oficial deve ser feito no próximo semestre

29/03/2017 -

Governo diz que vai liberar R$ 22 mi de emendas em três parcelas

"Vamos fazer um raspa-tacho na Secid", disse o secretário da Casa Civil, Paulo Taques

29/03/2017 -

Inscrições para concurso de delegado em Mato Grosso seguem até maio

Salário para aprovados é de R$ 19,3 mil com jornada de 40 horas semanais. Concurso para cadastro de reserva terá seis fases, segundo o edital.

28/03/2017 -

Governador assina decreto que cria mais três escolas militares em MT

As salas anexas ao Park Shopping Sorriso foram escolhidas para abrigar, provisoriamente, a primeira unidade escolar do Estado com gestão militar no município