Estado

Expedição ''Redescobrindo a América do Sul'' em MT avalia impacto das alterações climáticas nas comunidades

Durante três dias serão realizadas atividades educativas com os estudantes do município. Será realizado trilhas com os alunos para conscientizar sobre a preservação.

Expedição | 10 de Outubro de 2018 as 20h 23min
Fonte: Luana Santana | Centro América FM

Expedição percorreu mais de 3 mil quilômetros — Foto: Luana Santana/ Centro América FM

A expedição internacional 'Redescobrindo a América do Sul', em parceria com o projeto Bichos do Pantanal, teve início no município de Cáceres, a 220 km de Cuiabá, nessa terça-feira (9). O objetivo da viagem é documentar o impacto das mudanças climáticas nas comunidades.

Durante três dias serão realizadas atividades educativas com os estudantes do município. Também serão feitas trilhas nas florestas para explicar a importância de cuidar da natureza, segundo o coordenador de educação ambiental, Marral Evangelista.

"Vão vir muitos estudantes das escolas. Faremos trilhas também para aproximá-los da natureza, para que conservem as matas", disse.

Até chegar em Cáceres, a expedição percorreu mais de 3 mil km, segundo o líder Andy Leemaan. A equipe conta com mais de 15 membros.

Segundo Andy, os resíduos plásticos jogados na natureza causam os maiores danos.

"Em minhas expedições, nos atentamos como a comunidade local tem vivido e enfrentado problemas ambientais, como as mudanças climáticas", contou.

O alemão Klaus Kranewitter e o indiano Apal Singh contaram que é a primeira vez que participam da expedição. Durante o trajeto, houve parada perto das margens dos rios, para documentar as situações das comunidades.

"É a minha primeira vez no Brasil, eu amei. É difícil escolher apenas uma coisa, mas se eu tivesse que escolher seria o pantanal", disseram.

A estudante Amanda Silva explicou que a expedição auxília na conscientização de outros alunos, para que preservem a natureza.

"É muito interessante, porque os alunos aprendem a preservar os rios. O rio é nosso, mas se não cuidarmos ele irá desaparecer", afirmou.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Segunda Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Tempestades

29º

COTAÇÃO