Volta De Garimpeiros Ao Garimpo Ilegal

Garimpo ilegal volta a ser explorado mesmo após desocupação em MT

Prefeitura estima que mil pessoas voltaram a garimpar na Serra da Borda. Área é ilegal e Justiça Federal determinou desocupação em novembro.

Fonte:MT Agora - G1 MT
05 de Dezembro de 2015 as 17h 29min

O garimpo ilegal da Serra da Borda, na cidade de Pontes e Lacerda, a 483 km de Cuiabá, voltou a ser explorado por moradores e garimpeiros da região. A informação foi confirmada neste sábado (5) pelo Prefeito de Pontes e Lacerda, Donizete Barbosa do Nascimento (PSDB). Em novembro, a área foi desocupada em uma operação da Polícia Federal para cumprir uma determinação judicial. No entanto, mais de mil pessoas retornaram ao local algumas semanas após a ação policial, segundo o prefeito.
 
O delegado da Polícia Federal, Jesse James de Freitas, confirmou a nova invasão. "Estão sendo tomadas medidas para que uma nova desocupação ocorra, dessa vez com uma força [policial] permanente até a área seja regularizada para exploração", explicou Freitas.
 
O garimpo ficou conhecido como a 'nova Serra Pelada' depois de atrair cerca de 7 mil pessoas diante do volume de ouro encontrado na área. Depois da desocupação, determinada pela Justiça Federal, uma empresa foi contratada e fez a implosão de galerias, túneis e buracos abertos pelos garimpeiros.
 
“Eles voltaram a explorar a área algumas semanas depois da operação, pois as forças de segurança não continuaram no local. Não temos um número exato, mas seriam mais de mil pessoas. Eles não estão mobilizados como antes, mas as pessoas que foram embora para outras cidades e até outros estados retornaram ao garimpo”, comentou o prefeito por telefone ao G1.
 
De acordo com o prefeito de Pontes e Lacerda, o local está apenas sendo monitorado por policiais militares. Donizete diz que aguarda um posicionamento da Polícia Federal. O policiamento no entorno do garimpo seria apenas de forma ocasional e não teria o mesmo número de policiais como ocorreu na época da desocupação.
 
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) da região informou que também está ciente da volta dos garimpeiros, no entanto, apenas reforçou a fiscalização nas rodovias, já que a responsabilidade da área é da PF. Os policiais rodoviários abordam os veículos para verificar se algum ouro está sendo retirado do garimpo. Caso isso ocorra, o ouro é apreendido.
 
“Esse retorno deles já ocorreu há mais de 10 dias e não chamou a atenção no início, eles voltaram devagar. O volume [de pessoas] aumentou bastante da última semana para esta semana. Seriam mais de mil pessoas. Eles vão e voltam todos os dias. Os buracos onde eles cavam não fica sem ninguém, eles se revesam”, declarou o PRF  Ailton Antônio da Silva.
 
O caso
O juiz da Vara Federal de Cáceres, a 220 km de Cuiabá, Francisco Antônio de Moura Júnior, determinou, no dia 16 de outubro, o fechamento imediato das atividades de extração de minério da Serra da Borda.
 
A descoberta de jazidas de ouro entre as serras da Borda e Santa Bárbara começou a movimentar a região de Pontes e Lacerda em setembro. No entanto, nos últimos meses o volume de garimpeiros e 'aventureiros' chegando ao local se intensificou após notícias comparando o garimpo ao de Serra Pelada, no Pará.
 
As veias auríferas foram encontradas pelos moradores do município de 41.408 habitantes, segundo o IBGE, que, após acharem grandes quantidades do metal precioso, começaram a circular imagens de grandes pepitas pelas redes sociais e pelo WhatsApp, o que deve ter contribuído com o aumento da migração para aquela região.
 
Em outubro, o prefeito Donizete Barbosa (PSDB) foi até a sede do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), em Brasília, para se informar sobre a possibilidade de uma cooperativa que já explora ouro em Nova Lacerda,  a 677 km de Cuiabá, passasse a explorar o minério legalmente no local também.
 
Os garimpeiros também pediram para que a extração seja legalizada e, atualmente, têm recolhido assinaturas para criar uma espécie de associação.
 
Operações
O processo de desocupação começou na semana seguinte à operação que desarticulou uma quadrilha, que, segundo a Polícia Federal, comandava o garimpo e extorquiam garimpeiros, comerciantes e até prostitutas que também estavam na área. Policiais civis, militares e até um vereador foram alvos da operação 'Corrida do Ouro', feita pela Polícia Federal.
 
Os policiais envolvidos conseguiam obter diversas vantagens financeiras se aproveitando da atividade garimpeira. Até mesmo cobrando quantias de mulheres que se prostituíram na região. Não existe uma ideia concreta do quanto era cobrado, mas os policiais acreditam que os valores variam por tipo de serviço, entre 20% a 25%.

COMENTARIOS

Mais de Estado

Cultivo de Maconha

Sitiante é preso suspeito de cultivar maconha em terreno em MT

Além dos pés de maconha, foram encontradas drogas prensadas. Suspeito afirmou à polícia que é para consumo próprio.

20 de Fevereiro de 2020 as 14h38

Investigação

Padre é investigado pela polícia por suspeita de importunação sexual a duas mulheres em MT

Inquérito foi aberto depois que as mulheres procuraram a polícia para denunciar que tinham sido vítimas do padre.

20 de Fevereiro de 2020 as 14h35

Vagas de Emprego

Estão abertas 859 vagas de empregos pelo Sine em MT; oportunidades estão em 28 municípios

Estão abertas 859 vagas de empregos pelo Sine em MT; oportunidades estão em 28 municípios

20 de Fevereiro de 2020 as 09h25

Sem Alvará

Justiça manda fechar academia que não possui alvará nem profissional habilitado em MT

A academia continuava sem a presença de profissional habilitado em período integral de funcionamento.

20 de Fevereiro de 2020 as 09h13

Denuncia

Associação de Fabricantes de Placas denuncia Detran-MT por supostas irregularidades no novo sistema de emplacamento padrão Mercosul

Segundo a entidade, a resolução do Conselho Nacional de Trânsito sobre a implantação das novas placas teria sido descumprida.

20 de Fevereiro de 2020 as 09h10

Assalto

PM preso suspeito de assaltar agência de Correios é investigado por abusar de adolescente de projeto social

Vítima era aluna do projeto social 'Luz do Amanhã', comandado pela própria Polícia Militar. O objetivo do projeto, o qual Edmilson também trabalhava, é tirar crianças e adolescente das ruas.

19 de Fevereiro de 2020 as 14h38

Prisão

Marido é preso suspeito de matar e enterrar corpo de mulher no quintal de casa em MT

Simone Ferreira estava desaparecida desde o dia 31 de janeiro. Suspeito disse à polícia que bateu a cabeça da mulher contra a parede durante uma briga do casal e depois a enterrou no quintal.

19 de Fevereiro de 2020 as 14h32

Roubo

Idoso é roubado e agredido por três travestis em região de prostituição em MT

Com uso de facas, elas ameaçaram de morte a vítima e levaram celular e carteira. Dois suspeitos foram presos.

19 de Fevereiro de 2020 as 14h30

Prisão

Mãe denuncia creche após filha de 2 anos voltar para casa com hematomas em Cuiabá

A Polícia de Rondônia registrou o homicídio em uma lanchonete, na BR 364, na cidade de Presidente Médici.

18 de Fevereiro de 2020 as 15h14

Denuncia

Mãe denuncia creche após filha de 2 anos voltar para casa com hematomas em Cuiabá

Segundo a mãe, ela matriculou a filha neste ano para trabalhar, mas agora precisa ficar em casa para cuidar da menina.

18 de Fevereiro de 2020 as 15h08

Roubo

Ladrões rendem funcionários e clientes de loja de eletrodomésticos em Cuiabá

Um dos suspeitos armados se rendeu e foi preso. O segundo envolvido fugiu e está sendo procurado pela polícia, com a ajuda do helicóptero do Ciopaer.

18 de Fevereiro de 2020 as 15h01

Corpo Encontrado

Pescadores encontram corpo de homem no Rio Vermelho em MT

A Polícia Militar, Civil, e peritos da Politec estiveram no local.

18 de Fevereiro de 2020 as 14h56

Prisão

Dois criminosos são presos e um é baleado após tiroteio com policiais militares em Cuiabá

Um deles estava armado, reagiu e trocou tiros com os policiais. A polícia suspeita que eles haviam cometido um assalto momentos antes.

18 de Fevereiro de 2020 as 14h51

Consumo

Procon-MT alerta sobre flexibilização da publicidade infantil em nova proposta da Senacon

Proposta Governo Federal está disponível para consulta pública até o dia 27 de fevereiro

18 de Fevereiro de 2020 as 07h26

TDE

Sefaz suspende inscrição estadual de empresas que não aderiram ao Domicilio Tributário Eletrônico

O Domicílio Tributário Eletrônico (DTE) é obrigatório para todas as empresas, com exceção do Microempreendedor Individual (MEI)

18 de Fevereiro de 2020 as 07h24

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO