Governo de MT aponta falhas graves, rescinde contrato com Consórcio VLT e pede multa de R$ 147 milhões

Nova licitação deve ser lançada em 2018.

06/12/2017 - 18:21:18

   

Vagões estão parados há quatro anos (Foto: Chico Valdiner (Gcom/MT).)

O contrato entre o estado e o consórcio de empresas responsável pelas obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) foi rompido depois que uma Comissão de Processo Administrativo identificou irregularidades graves cometidas pelo Consórcio VLT, como o pagamento de vantagens indevidas a agentes públicos. A rescisão contratual foi anunciada pelo governo nessa segunda-feira (4).

O Consórcio VLT informou que aguarda ser notificado para se manifestar sobre o assunto.

As negociações já tinham se esgotado e, na semana passada, o estado divulgou a pretensão de lançar no ano que vem licitação para a contratação de outra empresa para concluir o projeto de mobilidade urbana, previsto para a Copa do Mundo de 2014.

Mas, o estado alega que o Consórcio VLT não cumpriu com o previsto no contrato e quer que sejam aplicadas penalidades por descumprimento de acordo, entre elas a fixação de multa de R$ 147 milhões, que corresponde a 10% do valor do contrato.

O estado informou ainda que vai reivindicar indenização pelos prejuízos causados ao estado e que não vai pagar mais nenhum valor ao consórcio.

"Com a rescisão do contrato, nenhum valor será pago ao Consórcio VLT. Todas as multas e prejuízos causados ao Estado de Mato Grosso serão abatidos dos créditos do Consórcio VLT", diz.

Os principais motivos que levaram ao rompimento contratual foram levantados na Operação Descarrilho, deflagrada pela Polícia Federal, em agosto deste ano, para investigar fraudes em procedimentos licitatórios, associação criminosa, corrupção ativa e passiva, peculato e lavagem de capitais que teriam ocorrido durante a escolha do modal do VLT e a execução da obra na capital mato-grossense.

Durante a operação, foram cumpridos mandados de busca e apreensão em Mato Grosso, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná.

De acordo com o estado, depois dessa operação que trouxeram à tona informações até então desconhecidas pelo governo, foi instaurado processo administrativo para apurar a responsabilidade do Consórcio VLT nas fraudes. Alegou que foi garantida a ampla defesa às empresas na apuração feita em conjunto entre a Procuradoria Geral do Estado (PGE), a Secretaria Estadual das Cidades (Secid) e a Controladoria Geral do Estado

A comissão chegou à conclusão de que houve atos de inidoneidade consistentes no pagamento de vantagens indevidas a agentes públicos, que constam na delação do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), já homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), subcontratação de empresas para executar parte da obra com irregularidades e descumprimento de cláusulas do contrato.

Agora, de acordo com o estado, está sendo elaborado um edital de licitação, na modalidade Regime Diferenciado de Contratação (RDC), para a escolha de uma nova empresa para concluir as obras relacionadas ao VLT. A previsão é emitir a ordem de serviço até junho de 2018 e, a partir daí, concluir a obra em dois anos.

Desvio de verba da Copa

Em depoimento feito à Procuradoria Geral da República (PGR), no acordo de delação, Silval Barbosa afirmou ter obtido retorno de 3% em propina com a construção da Arena Pantanal, estádio construído em Cuiabá para a Copa. Também afirmou que sete então deputados estaduais o procuraram e exigiram dinheiro de propina de obras da Copa para aprovar as contas do Executivo durante a gestão dele.

Os deputados teriam procurado o então governador para cobrar propina para que não criassem obstáculos durante o andamento das obras da Copa. Na ocasião, ficou decidido que os parlamentares receberiam de 3% a 4% dos R$ 400 milhões para as obras do MT Integrado. Foram pagos R$ 600 mil para cada um deles. O dinheiro era entregue pelo então chefe de gabinete de Silval Barbosa (PMDB), Silvio Corrêa, que também firmou acordo de delação.

MT Agora - G1 MT

Mais Noticias

Repasse

Prefeituras recebem R$ 226,7 milhões através do FPM

Caravana

Cirurgias oftalmológicas devolvem qualidade de vida e promovem reinserção social

Acidente

Colisão entre caminhonete e caminhão deixa um ferido na BR-163 em Sinop

Acidente Fatal

Pilotos de motocicleta e motoneta batem de frente em rua sem iluminação e morrem em MT

08/12/2017 -

Ônibus bate em carreta na BR-364 e causa congestionamento em rodovia de MT

Acidente ocorreu próximo à praça de pedágio, em Cuiabá, nesta quinta-feira (7), mas ninguém se feriu. Pista ficou parcialmente interditada por mais de três horas.

08/12/2017 -

Vaca cai em fossa e é resgatada pelos bombeiros em MT

Animal de aproximadamente 150 quilos caiu em fossa de dois metros de profundidade. Vaca fugiu da propriedade e sofreu acidente no quintal do vizinho.

08/12/2017 -

MT tem mais de um celular por habitante; jornalista com 15 aparelhos cita hobby

São quatro milhões de aparelhos em todo o estado. O índice corresponde a 20% da média na região Centro-Oeste.

08/12/2017 -

MT é o 3º estado do Centro-Oeste que mais contratou jovens aprendizes

Segundo o MTE, Mato Grosso está atrás apenas de Goiás e Distrito Federal. Para iniciar o programa, o adolescente precisa ter 14 anos.

08/12/2017 -

Quase 700 presos farão Enem em 27 penitenciárias e cadeias de MT

Nesse ano, mais de 3 mil presos foram matriculados nos ensinos fundamental e médio. Provas estão previstas para os dias 12 e 13 de dezembro.

01/12/2017 -

Após depoimento de ex-aluno, novo inquérito investiga tenente dos bombeiros acusada de morte de jovem após prática

zadora Ledur instruía atividade que resultou na morte de Rodrigo Claro em novembro de 2016. Outro aluno também denunciou os excessos da tenente durante as aulas.

01/12/2017 -

Governo de MT diz que deve lançar nova licitação em 2018 para concluir obras do VLT

Expectativa é de que um novo edital seja lançado até fevereiro e licitação ocorra na modalidade Regime Diferenciado de Contratação. Obra está parada há quase 3 anos.

01/12/2017 -

Instituto assume gestão de hospital de Sinop (MT) após saída de fundação por falta de repasses

Fundação que deixou administração da unidade no final de outubro alegou dívida de R$ 13 milhões do governo. Instituto deve receber R$ 3 milhões por mês, durante 6 meses.

01/12/2017 -

Peritos criminais de MT paralisam atividades na próxima segunda-feira, 04/12

Vale ressaltar que a categoria aprovou, ainda, indicativo de greve para o dia 11/12, por tempo indeterminado, caso o salário atrase novamente.

29/11/2017 -

PMs ficam feridos após carro capotar durante perseguição a assaltantes em MT

Policiais da Força Tática tentavam capturar assaltantes na Estrada da Guarita, em Várzea Grande. Eles foram socorridos e não tiveram ferimentos graves.

29/11/2017 -

Bicho-preguiça é resgatado por bombeiros em varanda de residência em Juína (MT)

Animal foi resgatado sem nenhum ferimento e devolvido ao habitat natural. Resgate foi realizado no Bairro Industrial no domingo (26).

28/11/2017 -

MP abre inquérito para investigar supostos erros médicos em parto após morte de bebê

Andréa Aires, de 22 anos, acusa as médicas de subirem na barriga dela para fazer o parto. Segundo o MP, os profissionais envolvidos no procedimento e os familiares da pacientes serão ouvidos.

28/11/2017 -

Peritos da Politec de Mato Grosso podem entrar em greve a partir do dia 11

Nessa segunda-feira (27) os peritos oficiais criminais de Mato Grosso realizaram assembleia geral para debater a possibilidade de greve da categoria.

28/11/2017 -

Policial baleado em resgate de empresária sai do coma e começa fisioterapia em Cuiabá

Sidney Ribeiro dos Santos foi baleado no rosto enquanto participava de buscas por sequestradores da empresária. Suspeito que atirou no policial é procurado.

28/11/2017 -

Homem se afoga e morre ao atravessar rio durante confraternização de empresa em MT

Desaparecimento foi comunicado aos bombeiros no domingo (26). O corpo da vítima, que tem 35 anos, foi encontrado nesta segunda-feira (27).

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora