Governo de MT prorroga período proibitivo para as queimadas

A proibição que se iniciou no dia 15 de julho, por meio do Decreto 1.092, e terminaria neste sábado (30.09). Um novo decreto será publicado estendendo a proibição até 15 de outubro.

28/09/2017 - 17:14:02

   

Em razão das condições climáticas, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) informa que o período proibitivo para as queimadas em Mato Grosso será prorrogado até 15 de outubro. A proibição que se iniciou no dia 15 de julho, por meio do Decreto 1.092, e terminaria neste sábado (30.09). Um novo decreto será publicado estendendo a proibição até 15 de outubro.

Conforme o secretário executivo da Sema, André Baby, as instituições que integram o Comitê do Fogo, entre elas Sema, Corpo de Bombeiros, Secretaria de Segurança Pública (Sesp) e Defesa Civil, levaram em conta na decisão a escassez de chuva e a baixa umidade relativa do ar em grande parte dos 141 municípios de Mato Grosso. Alguns estão a mais de 60 dias sem chuva o que potencializa o risco do fogo.

“É importante reforçar que a estrutura do governo tem tido uma atuação rápida e pontual para combater os incêndios florestais, especialmente aqueles que afetam as unidades de conservação estaduais, que em sua maioria são ocasionados por ações humanas e criminosas. Nesse ponto, a população precisa ser nossa parceira, já que o fogo não traz prejuízos apenas para o meio ambiente, afeta diretamente a nossa saúde”, orienta o gestor.

Mesmo aumentando em 7 vezes o volume de recurso investido no combate às queimadas, cerca de R$ 3 milhões, de 1° de janeiro a 24 de setembro deste ano, houve um aumento de 49% nos focos de calor no Estado. Mato Grosso trabalhava com dados positivos até a primeira semana de setembro. Para se ter uma ideia, nos primeiros 30 dias do período proibitivo, entre 15 de julho e 15 de agosto, a redução era de 43% nos focos de calor. E entre o fim de agosto e início de setembro, a queda era de 20%. Setembro já começou com números negativos, até o dia 10 desse mês houve aumento de 0,80% nas queimadas.

Apesar dos números estarem negativos, motivados principalmente pelas condições climáticas de estiagem, Mato Grosso mantém uma distância de 20% nos números apresentados pelos estados da Amazônia Legal, que somaram um acrescimento de 68,8% nos focos de calor no mesmo período, chegando a 146.616 focos; o Brasil teve um incremento de 54,7%, atingindo 191.691 focos de calor. Em número absolutos, o Estado somou 36.811 focos, enquanto no ano passado, neste período, foram 24.661.

“Temos que pensar em algo em torno do fortalecimento da educação ambiental, porque se não é enxugar gelo. Nós combatemos, investimos mais dinheiro, mas se não tiver a conscientização do cidadão, estamos remando contra a maré. É impossível vencer essa luta se o cidadão não entender que é ele, o seu vizinho, as crianças, os idosos, que mais sofrem com a falta da qualidade do ar”, afirma o vice-governador e secretário de Meio Ambiente, Carlos Fávaro.

O tenente coronel Paulo André Barroso, comandante do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA), explica que as equipes trabalham incansavelmente para dar cobertura a todo Estado. Um total de 2.818 ocorrências foram registradas, dos quais 811 atendidas, em 20 municípios, a maioria delas em Colniza, que está no topo do ranking de queimadas e onde sete pessoas foram presas suspeitas de fazer uso do fogo ilegalmente nos últimos 15 dias. Foram atendidas ainda, em outros 11 municípios, 941 ocorrências de incêndios em terrenos urbanos e 218 incêndios florestais.

“A nossa proposta é fechar o ciclo do atendimento por meio da perícia que permite a responsabilização de quem desrespeitar a lei. Além de responder criminalmente, esse cidadão também vai receber a conta da estrutura do Estado que foi mobilizada para apagar o incêndio e que é onerosa aos cofres públicos”.

Período proibitivo

O período proibitivo para as queimadas iniciou no dia 15 de julho e segue até o dia 15 de outubro, podendo ainda ser prorrogado. Nesta época, utilizar fogo para limpeza e manejo nas áreas rurais é crime passível de seis meses a quatro anos de prisão, com autuações que podem variar entre R$ 7,5 mil a R$ 1 mil (pastagem e agricultura) por hectare.

Nas áreas urbanas, o uso do fogo para limpeza do quintal é crime o ano inteiro. As denúncias podem ser feitas na ouvidoria do BEA pelo 0800 647 7363, no 193 do Corpo de Bombeiros ou diretamente nas Secretarias Municipais de Meio Ambiente.

MT Agora - Sema-MT

Mais Noticias

Nível De Satisfação

Pela 2ª vez, Aeroporto Marechal Rondon tem maior evolução do país na visão de passageiros

Acidente Fatal

Homem morre em colisão de moto com uma carreta na BR-163

Tragédia

Paciente que fez cirurgia de catarata na Caravana da Transformação em MT sofre infarto e morre

Relatório

Conflitos agrários matam 136 pessoas nos últimos 30 anos em MT

19/10/2017 -

Redemoinho de areia cobre fazenda em MT e assusta moradores: ''Tampou tudo'', diz agricultor

Moradores se protegeram embaixo da mesa da cozinha com medo do redemoinho. Meteorologista diz que redemoinho de vento se forma com calor intenso e umidade baixa.

19/10/2017 -

Processos apuram indícios de corrupção de empresas ligadas ao VLT e de servidores da Setas

Se comprovados os atos lesivos praticados contra a Administração Pública, as pessoas jurídicas serão penalizadas com multas que variam entre 0,1% a 20% do faturamento bruto de cada uma das empresas, em acordo com a Lei Federal de Anticorrupção.

19/10/2017 -

Secretaria de Estado de Meio Ambiente a convida Exército para integrar plano de combate ao desmatamento ilegal

Desde 2006, a redução do desmatamento em Mato Grosso já evitou que mais de dois bilhões de toneladas de CO2 fossem lançados na atmosfera.

17/10/2017 -

Motorista morre após carro invadir pista contrária, bater em outro veículo e capotar na BR-364 em MT

Vítima tinha 62 anos e era natural de Goiás, segundo informações da PRF. Colisão frontal ocorreu próximo ao município de Pedra Preta, nesta terça-feira (17).

17/10/2017 -

Ministro da Justiça autoriza uso da Força Nacional em usina até 31 de dezembro após ameaça de invasão de índios

Indígenas protestam contra a construção de usina e alegam descumprimento de acordo com eles. Local onde obra é construída é sagrado para comunidade indígena, segundo carta de lideranças.

17/10/2017 -

Moradores encontram lobo-guará em terreno baldio em Colíder (MT)

Veterinário foi acionado para aplicar tranquilizante no animal após a captura. Animal foi solto a 80 km do perímetro urbano.

17/10/2017 -

MST ocupa 2 fazendas e uma área da prefeitura em Mato Grosso

Atos fazem parte dos protestos nacionais que ocorrem no país. Ocupações ocorrem em Dom Aquino, Nova Olímpia e Cáceres.

17/10/2017 -

Servidores do Detran-MT retomam parcialmente serviços após mais de um mês em greve

Serviços de licenciamento e habilitação foram retomados. Servidores entraram em greve para cobrar reajuste salarial.

17/10/2017 -

Índios dizem que local onde está sendo construída usina é sagrado e pedem suspensão de licença

Indígenas da etnia Munduruku alegam que acordo feito em julho não está sendo cumprido. Força Nacional está em Alta Floresta (MT) diante de clima de tensão e de ameaça de invasão a canteiro de obras de usina.

15/10/2017 -

Termina período proibitivo para queimadas em Mato Grosso

Em razão das condições climáticas favoráveis, o Comitê do Fogo deliberou pelo fim do período restritivo às queimadas, mas o monitoramento às áreas sensíveis, como unidades de conservação, permanece

15/10/2017 -

Motociclista é atropelado por caminhão e morre em MT

A vítima estava em uma Yamaha Sundown prata e foi atingidoa pelo veículo por volta das 5h.

15/10/2017 -

Seis pessoas ficam feridas em acidente na estrada para Chapada

Batida ocorreu na madrugada deste sábado, quando Fiat Uno invadiu pista contrária e atingiu Siena.

15/10/2017 -

Duas carretas batem de frente e interditam ponte em MT

A ponte que é de mão única, liga Canarana à Gaúcha do Norte.

15/10/2017 -

Professores relatam desafios vivenciados em sala de aula

''Eles nos depositam confiança, somos um espelho para essas crianças'', diz coordenador

15/10/2017 -

Sinop: Corpo de Bombeiros recebe uma viatura e volta a atender ocorrências

Os bombeiros estavam contando com a ajuda de parceiros para atender as ocorrências mais graves.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora