Grupo especial vai ajudar a apurar casos relacionados a jogo online em MT

Na semana passada, uma adolescente de 16 anos foi encontrada morta depois de ser incentivada pelo jogo. Gerência da Polícia Civil vai elaborar relatórios e analisar celulares dos envolvidos.

21/04/2017 - 12:08:22

   

Os supostos casos envolvendo adolescentes que participam dos desafios do jogo Baleia Azul, em Mato Grosso, também serão investigados pela Gerência de Combate aos Crimes de Alta Tecnologia (Gecat), da Polícia Civil. O governo de Mato Grosso também anunciou que criou um núcleo de prevenção ao suicídio.

De acordo com a Polícia Civil, os investigadores da Gecat serão responsáveis pela elaboração de relatórios técnicos que possam auxiliar na identificação da autoria da pessoa que está por trás do jogo, monitorando os desafios, análise de conteúdo dos celulares dos envolvidos e até dar procedimentos para quebra de sigilo.

Uma força-tarefa, entre as células de inteligência de todas as forças de segurança, foi criada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), para troca de informações entre os núcleos de inteligência. A ideia é esclarecer os episódios sob investigação policial e também prevenir novas ocorrências.

Casos
Na semana passada uma adolescente de 16 anos foi encontrada morta em uma lagoa em Vila Rica, a 1.276 km de Cuiabá, após supostamente ter cumprido a última etapa do jogo. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Para orientar pais e alunos sobre os perigos do jogo, policiais militares fazem palestras nos municípios onde há registros de participantes. Até esta quarta-feira (19), a PM informou que havia identificado 11 adolescentes envolvidos no jogo.

O G1 ouviu especialistas que dão dicas de como lidar com o tema:

1. Fique atento à mudança de comportamento
Uma mudança brusca de comportamento pode ser sinal de que a criança ou o adolescente esteja sofrendo com algo que não saiba lidar, segundo Elizabeth dos Reis Sanada, doutora em psicologia escolar e docente no Instituto Singularidades.

“Isolamento, mudança no apetite, o fato de o adolescente passar muito tempo fechado no quarto ou usar roupas para se esquivar de mostrar o corpo são pistas de que sofre algo que não consegue falar”, diz.

2. Compartilhe projetos de vida
Para entender se a criança ou adolescente está com problemas é fundamental que os pais se interessem por sua rotina. Elizabeth reforça que este deve ser um desejo genuíno, e não momentâneo por conta da repercussão do “Jogo da Baleia”.

“Os pais devem conhecer a rotina dos filhos, entender o que fazem, conhecer os amigos”, afirma a Elizabeth. Ela lembra que muitos adolescentes “falam” abertamente sobre a falta de motivação de viver nas redes sociais. Aos pais cabe incentivar que os filhos tenham projetos para o futuro, tracem metas como uma viagem, por exemplo, e até algo mais simples, como definir a programação do fim de semana.

3. Abra espaço para diálogo
Filhos devem se sentir acolhidos no âmbito familiar, por isso, Elizabeth reforça que é necessário que os pais revertam suas expectativas em relação a eles. “É preciso que o adolescente se sinta à vontade para falar de suas frustações e se sinta apoiado. Se ele tiver um espaço para dividir suas angústias e for escutado, tem um fator de proteção”, afirma Elizabeth.

Angela Bley, psicóloga coordenadora do instituto de psicologia do Hospital Pequeno Príncipe, diz que o adolescente com autoestima baixa, sem vínculo familiar fortalecido é mais vulnerável a cair neste tipo de armadilha. “O que tem diálogo em casa, não é criticado o tempo todo, tem autoestima melhor, tem risco menor. Deixe que ele fale sobre o jogo, o que sente, é um momento de diálogo entre a família.”

Angela reforça que muitas vezes o adolescente não tem capacidade de discernir sobre todo o conteúdo ao qual é exposto. “Por isso é importante o diálogo franco. Não pode fingir que esse tipo de coisa não existe porque ele sabe que existe.”

4. Adolescentes devem buscar aliados
O adolescente precisa buscar as pessoas em que confia para compartilhar seus anseios, seja no ambiente escolar ou familiar, segundo as especialistas. “Que ele não ceda às ameaças de quem já está em contato com o jogo e entenda que quem está à frente deles são manipuladores”, diz Elizabeth.

5. Escolas podem criar iniciativas pela vida
Assim como a família, as escolas podem ajudar a identificar situações de risco entre os alunos. “Não é qualquer criança que vai responder ao chamado de um jogo como esse, são os que têm situações de vulnerabilidade. A escola ajuda a construir laços e tem papel fundamental de perceber como os alunos se desenvolvem”, afirma Elizabeth.

Alguns colégios, já cientes da viralização do jogo, começaram a pensar em alternativas para aumentar a conscientização sobre a importância de cuidade da vida. No Colégio Fecap, que fica na Região Central de São Paulo, essa ideia virou projeto escolar: a turma de alunos do ensino médio técnico de programação de jogos digitais começou a criar uma espécie de “contra-jogo” da Baleia Azul. “O jogo ainda está sendo produzido pelos alunos. Eles estão se reunindo e debatendo a questão. Serão 15 desafios de como desfrutar melhor da vida e celebrá-la”, conta o professor Marcelo Krokoscz, diretor do colégio.

Durante o curso, os estudantes aprender a aplicar linguagens de programação para criar jogos para computadores, videogame, internet e celulares, trabalhando desde a formação de personagens, roteiros e cenários até a programação do jogo em si. Segundo Krokoscz, a ideia é que o jogo, ainda sem prazo de lançamento, esteja disponível on-line para o público em geral.

Ele afirma que o objetivo é a ajudar os jovens a verem o lado bom da vida. “Impacta mais fortemente nossos alunos a partir do momento que eles mesmos criam um jogo a favor da vida.”

MT Agora - G1

Mais Noticias

Efeito da Manifestação

Voos com destino a aeroporto em MT são cancelados por falta de combustível, diz prefeitura

Manifestação

Ato cívico marca quinto dia de manifesto de caminhoneiros contra aumento de combustíveis

Bloqueio

Cargas de milho e combustível são escoltadas pela PRF e passam por bloqueios em MT

Paralização

Servidores penitenciários de MT fazem paralisação por três dias e visitas são suspensas

24/05/2018 -

Acordo anunciado pelo governo é pra ludibriar e desmobilizar movimento, acusa Baitaca

Baitaca pediu que os demais integrantes do movimento e apoiadores dessa mobilização façam o papel das grandes emissoras de TV e desmintam o anunciado acordo

24/05/2018 -

Consumidores devem denunciar preços abusivos de combustível em MT durante greve dos caminhoneiros, orienta Procon

Gerente de Fiscalização do Procon afirma que preços não podem subir por causa da greve. Autarquia informou que foi aberta uma investigação preliminar para apurar o caso.

24/05/2018 -

Secretaria de Segurança de MT adota medidas de racionamento de combustível e suspende parcialmente viagens

Sesp afirma que foram determinadas as suspensões de viagens e uso de veículos para expediente da secretaria, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, PM e Politec e que a prioridade é a atividade operacional.

24/05/2018 -

Representante de caminhoneiros em MT diz que greve não se resume à redução do diesel e cita outras reivindicações

Valor cobrado por eixos erguidos em pedágios e aprovação de projeto de lei que determina valor mínimo para fretes no país também estão na pauta. Greve os caminhoneiros completa quatro dias nesta quinta-feira (24).

24/05/2018 -

Protesto de caminhoneiros já causa reflexos em MT

Em Mato Grosso, o protesto se intensificou ao atingir 15 pontos de BRs, como a 163, 364 e 070.

24/05/2018 -

Operação da Anatel mira distribuição de produtos piratas em MT e em mais 6 estados

Fiscalização ocorre desde o início da manhã e tem como alvo 15 empresas distribuidoras de equipamentos de telecomunicações.

24/05/2018 -

Anunciada redução de 10% no diesel para tentar acabar com protesto de caminhoneiros

Milhares de carretas carregadas com combustível, alimentos, materiais para construção, gás de cozinha, grãos e diversos outros produtos estão paradas nas rodovias.

24/05/2018 -

Greve dos caminhoneiros afeta transporte escolar por falta de combustível e chegada de frota a concessionárias em MT

Com estoque de combustível acabando nos postos, a prefeitura do município decidiu suspender nesta quarta-feira (23) o transporte de parte dos alunos.

24/05/2018 -

Motoristas de aplicativo de transporte fazem manifestação e se juntam a caminhoneiros em paralisação em MT

Motoristas se juntaram a caminhoneiros que protestam contra o preço do combustível na BR-364, em Cuiabá. Eles fizeram carreta e buzinaço na cidade.

15/05/2018 -

Mulher que morreu negociou plásticas por rede social e CRM-MT faz alerta para cirurgias a preços baixos

Amigo de Edléia Daniele Ferreira Lira, de 33 anos, que morreu depois de fazer lipoaspiração e mamoplastia, disse que ela pagou R$ 50 para participar de grupo em rede social e tratar dos detalhes das cirurgias.

14/05/2018 -

Governo do Estado apresenta balanço das 13 edições da Caravana da Transformação

Desde o seu início, em 2016, o programa realizou mais de 61 mil cirurgias e atendeu mais de 330 mil pessoas em todo o estado.

14/05/2018 -

Em quatro meses, quase 50 agências bancárias foram alvos de ataques em MT

Polícia Civil tem realizado operações no estado contra assaltantes de bancos. Segundo a polícia, são poucas as ocorrências em que os bandidos conseguem levar o dinheiro.

10/05/2018 -

Maior aeroporto de MT está entre os 14 do país com mais reclamações de preços altos na venda de alimentos

A informação consta numa pesquisa realizada pela Secretaria Nacional de Aviação Civil. Notas dadas pelos próprios passageiros variam entre zero e cinco pontos.

09/05/2018 -

Fraudes em 93 seguros-desemprego são identificadas em MT e Ministério do Trabalho bloqueia R$ 463 mil que seriam pagos

Maioria dos casos foram registrados em Cuiabá, Rondonópolis e Barra do Garças. Segundo o órgão, sistema Antifraude já gerou economia de quase RS 1 bilhão aos cofres públicos.

07/05/2018 -

Venda de carros novos em MT no mês de abril cresce o dobro da média nacional

Aumento foi de 4,20% no Brasil, de acordo com dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Em abril, foram emplacados 8.053 veículos no estado.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora