Estado

Jovem diagnosticada com síndrome de Guillain-Barré perdeu a visão e o movimento das pernas

Os principais sintomas são fraqueza muscular e paralisia dos músculos.

Complicações | 11 de Março de 2016 as 04h 12min
MT Agora - Portal De Sorriso

Há cerca de duas semanas, a dona de casa Jucélia de Souza, de 16 anos, que mora no distrito de Primavera, apresentou sintomas do vírus zika como dores pelo corpo, dor nos olhos, febre e manchas na pele.

Com o passar dos dias, a situação de Jucélia piorou. Em menos de uma semana, a adolescente perdeu os movimentos das pernas. Agora, também já não está enxergando

Internada no Hospital Regional de Sorriso, ela foi diagnosticada com a síndrome de Guillain-Barré.

Provocada, na maior parte dos casos, por infecções virais, a síndrome parece estar se tornando mais frequente no Brasil em meio às doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

Os principais sintomas são fraqueza muscular e paralisia dos músculos. Pode apresentar graus diferentes de agressividade --de fraqueza muscular leve à paralisia total dos membros.

A doença afeta os nervos periféricos, que conectam o cérebro à medula espinhal, responsáveis por enviar comandos de movimento para o resto do corpo --daí os sintomas musculares.

Jucélia segue internada para se recuperar da doença.

Segundo especialistas, não existe cura para a síndrome de Guillain-Barré. Entretanto, há muitos tratamentos disponíveis para ajudar a reduzir os sintomas, tratar as possíveis complicações e acelerar a recuperação do paciente.

OUTRO CASO - Assim como Jucélia, Wanderlei Pacheco, morador de Várzea Grande que estava trabalhando no município de Feliz Natal, foi internado numa unidade hospitalar com paralisia dos membros inferiores.

Ele ficou seis dias na UTI e mais 14 dias no quarto. Com uma certa melhora, recebeu alta e já voltou pra sua cidade.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Quarta Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Estrelado

22º

COTAÇÃO