Greve

Justiça determina que estado corte ponto de servidores que estão em greve em MT

Desde o dia 27 de maio deste ano, parte dos servidores de carreira da Educação estadual aderiu ao movimento grevista.

Fonte: G1
12 de Junho de 2019 as 07h 04min

Palácio Paiaguás, sede do governo de Mato Grosso — Foto: Assessoria

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT) confirmou o entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) no sentido de que o estado é obrigado a cortar o ponto de servidores que se ausentarem do seu expediente em razão de greve.

A decisão foi proferida pela Seção de Direito Público e Coletivo, ocasião em que foi negado um pedido feito pelo Sindicato dos Profissionais da Área Instrumental do Governo (Sinpaig). No pedido, o sindicato queria proibir o estado de cortar o ponto de três dias nos quais a categoria realizou greve, no ano de 2017.

Desde o dia 27 de maio deste ano, parte dos servidores de carreira da Educação estadual aderiu ao movimento grevista. Por conta da decisão dada pelo STF no Recurso Extraordinário (RE) 693456, o estado se diz obrigado a cortar o ponto dos servidores que decidiram não trabalhar.

Na decisão do TJ que confirmou a obrigatoriedade do corte de ponto, a desembargadora Antônia Siqueira Rodrigues, relatora do caso, observou que a greve é um direito dos servidores, mas não é um direito absoluto.

Segundo a magistrada, a decisão do STF no Recurso Extraordinário (RE) 693456 estabelece para todo o território nacional que “o Poder Público deve proceder os descontos dos dias de paralisação”, com a exceção nos casos de conduta ilícita do Poder Público “ou por motivos excepcionais que justifiquem o afastamento da premissa da suspensão da relação funcional ou de trabalho”.

Para Antônia Rodrigues, como ficou evidenciado que a mobilização dos servidores não decorre da omissão da administração do estado, “não se mostra indevida a cobrança dos dias em que não houve prestação do serviço”.

O voto da desembargadora Antônia Rodrigues foi acompanhado de forma unânime por todos os demais magistrados da seção.

A greve na educação
A greve anunciada pelos professores da rede estadual pede melhorias na carreira e estrutura da educação; o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) aos servidores; o cumprimento da lei que prevê o dobro do poder de compra para a categoria da educação até 2023; e ainda o fim do escalonamento salarial.

Boa parte das reivindicações feitas pelos profissionais foi atendida, a exemplo do pagamento de 1/3 de férias aos professores contratados, que até então nunca havia sido pago pelo Estado, e do atendimento do requerimento no que tange à liberação de licença-prêmio e licença-qualificação que demande substituição

O Estado ainda concordou em analisar o número de alunos para, depois disso, verificar a possibilidade de nomeação do cadastro de reserva. Outra demanda atendida foi o compromisso de reorganizar as contas da Educação, para que se possa retomar os investimentos em infraestrutura, focando nas escolas que se encontram em piores condições.

Porém, um dos maiores impeditivos para que o governo de Mato Grosso conceda reajuste salarial aos professores estaduais, além da grave crise financeira, é o que dispõe a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

A LRF é uma lei federal que estabelece parâmetros para os gastos dos Estados e municípios brasileiros.

Entre esses gastos estão as despesas de pessoal, que podem consumir o máximo de 49% da Receita Corrente Líquida (RCL), ou seja, o Estado não pode gastar com folha de pagamento de seus servidores mais de 49% daquilo que arrecada.

Atualmente o estado já está com o limite da LRF extrapolado, pois gasta 58,55% de suas receitas com o pagamento dos servidores.

Se concedesse o aumento de mais 7,69% aos salários de milhares de professores estaduais, o limite seria estourado de forma irreversível, uma vez que resultaria em gasto adicional na ordem de R$ 200 milhões neste ano.

Por tabela, com o estouro da LRF, o estado também descumpriria a Emenda Constitucional do Teto dos Gastos Públicos, trazendo graves consequências para toda a sociedade.

Entre as sanções, Mato Grosso ficaria proibido de criar ou expandir programas e linhas de financiamento, renegociação e refinanciamento de dívidas e estaria obrigado a devolver R$ 400 milhões ao governo federal.

Nessa hipótese, o montante deixaria de ser aplicado nos setores mais sensíveis e urgentes para a população mato-grossense, como Saúde, Segurança, Infraestrutura e Educação, para ser injetado nos cofres da União.

Além disso, os gestores (governador e secretários) poderiam ser responsabilizados civil e criminalmente pelo descumprimento da lei.

Vale lembrar que apesar de a Lei Complementar 510/2013 prever os reajuste anuais para os servidores da Educação Básica em Mato Grosso, a LRF é uma lei federal que possui hierarquia sobre as estaduais. Em resumo: no caso de conflito entre as legislações, é a LRF que prevalece.


COMENTARIOS

Mais de Estado

Estado

Família sai de casa para velório de sargento da PM e residência é arrombada por ladrões em MT

As cercas elétricas foram cortadas e o portão e portas arrombadas pelos ladrões. Duas televisões desapareceram, assim como uma arma pessoal do sargento.

15 de Outubro de 2019 as 16h01

Saúde

Criança diagnosticada com toxoplasmose espera há mais de 1 ano por exame pelo SUS em MT, diz família

Médicos disseram à família que sem o exame eles não podem fazer nada, pois não dá para identificar a gravidade da doença.

15 de Outubro de 2019 as 15h57

Estado

Motociclista perde o controle em quebra-molas e morre atropelado por caminhão com tijolos em Cuiabá

Ele acabou caindo e foi atropelado pelo caminhão. O motociclista não resistiu e morreu no local antes de ser socorrido.

15 de Outubro de 2019 as 15h55

Estado

Cuiabá tem mais de 600 casos de pessoas desaparecidas neste ano, diz polícia

Segundo a DHPP, 56 casos ainda não tiveram solução. O delegado afirmou que falta estrutura no Núcleo de Desaparecidos e isso prejudica as investigações.

15 de Outubro de 2019 as 15h51

Estado

Ladrões quebram paredes de casa para arrombar drogaria e fogem em Cuiabá

A polícia tentou contato com o gerente da drogaria, no entanto, não conseguiu. Ainda não há informações se os ladrões conseguiram ou não levar alguma coisa do local.

15 de Outubro de 2019 as 15h49

Estado

Crânio é encontrado dentro de vaso em casa em Cuiabá e é encaminhado para perícia

Crânio foi descoberto depois que uma pessoa ligou para o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública de Mato Grosso (Ciosp). A Polícia Militar foi ao local, encontrou o crânio e comunicou a DHPP.

15 de Outubro de 2019 as 15h46

Estado

Bope retira explosivos de banco após ladrões invadirem local, abandonarem dinamites e fugirem em MT

Segundo a PM, três homens entraram no banco depois que chegaram em um veículo. Eles abandonaram os explosivos antes da chegada da PM.

15 de Outubro de 2019 as 15h44

Estado

Avó diz que menina que teria morrido envenenada pela madrasta em Cuiabá diz que criança estava perdendo peso desde fevereiro

A afirmação da avó faz com que a Polícia Civil reveja a tese de que Mirella começou a ser envenenada pela madrasta Jaira Gonçalves de Arruda, de 42 anos, dois meses antes da morte da menina.

15 de Outubro de 2019 as 15h40

Policia

Suspeito de ter participado do assassinato de pai e filha é preso em MT

Joilson teria levado Luiz Felipe até a casa das vítimas, esperado até ele matar a namorada e o pai dela, e, em seguida, deu fuga a ele.

15 de Outubro de 2019 as 15h38

Estado

Instalação de novas usinas de etanol de milho em MT pode gerar cerca de 10 mil empregos em 2020

Uma das usinas produz cerca de 500 milhões de litros do biocombustível ao ano e tem capacidade de gerar 8,5 mil empregos de forma direta e indireta. A outra com cerca de 2,5 mil vagas de trabalho.

15 de Outubro de 2019 as 15h34

Policia

Três suspeitos de matarem homem e esconderem corpo em mata são presos em MT

Após mostrar onde estavam as armas, o suspeito levou os policiais até o local em que o corpo foi jogado, em um matagal no Retiro Bahia.

15 de Outubro de 2019 as 15h30

Estado

Homem morre após colisão entre moto e caminhonete na marginal da BR-364 em Cuiabá

Outro acidente foi registrado no mesmo local cerca de 2 horas depois. A vítima do segundo acidente foi encaminhada para o hospital.

15 de Outubro de 2019 as 15h28

Pare e Siga

Obras alteram tráfego na BR-070 em MT e pista funcionará em esquema 'pare e siga'

Trabalho previsto para região tem como objetivo preparar a rodovia dos Imigrantes para o período de escoamento da safra de soja.

14 de Outubro de 2019 as 07h49

Sem Lances

Apartamento e mansão de ex-governador de MT não têm lances

Imóveis foram a leilão com lances iniciais de R$ 1,2 milhão e R$ 2,4 milhões. Bens foram entregues à Justiça por Silval Barbosa após acordo de delação premiada como forma de restituir os cofres públicos.

14 de Outubro de 2019 as 07h36

Estado

Motorista embriagado é detido após dirigir em alta velocidade e bater carro em poste em MT

Os policiais realizaram o teste de alcoolemia, conhecido como bafômetro, sendo constatado um total de 0,87 mg/l.

13 de Outubro de 2019 as 13h41

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

veja +

COTAÇÃO