Estado

Laudo aponta que caminhonete que invadiu pista e matou policial em Cuiabá estava a 99 km/h

Hagamenon Lopes de Almeida, de 60 anos, estava em uma motocicleta quando foi atropelado. Acidente ocorreu no dia 11 de maio no Rodoanel que liga a Rodovia Helder Candia (MT-010) ao Distrito do Sucuri, na capital.

Acidente | 04 de Julho de 2018 as 14h 25min
MT Agora - G1 MT

Um laudo sobre o acidente que matou o investigador aposentado da Polícia Civil, Hagamenon Lopes de Almeida, de 60 anos, em maio deste ano, em Cuiabá, concluiu que a caminhonete que atingiu o policial, que estava em uma motocicleta, trafegava a 99,1 km/h, no momento na batida.

O valor corresponde a 10,02% acima da velocidade máxima da via.

O acidente ocorreu no dia 11 de maio no Rodoanel que liga a Rodovia Helder Candia (MT-010) ao Distrito do Sucuri, na capital.

O laudo, da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), divulgado nessa terça-feira (3), apontou que a caminhonete invadiu a pista contrária e teve como agravante o excesso de velocidade.

Já a velocidade da motocicleta conduzida pela vítima, estava a 86,52 km/h, e que o condutor trafegava em velocidade regular, 13,48% abaixo da velocidade máxima da via.

Não foi possível saber o motivo do motorista ter invadido a faixa oposta. O laudo foi entregue à Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito para compor o Inquérito Policial.

O acidente

Hagamenon morreu na hora. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local e constatou o óbito. De acordo com o teste de bafômetro, o caminhoneiro não estava alcoolizado. De acordo com as investigações, ele deve responder por homicídio.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Quarta Feira

Lucas do Rio Verde, MT

º

COTAÇÃO