Estado

Médicos do Samu em MT estão há 6 meses sem salário, cogitam demissão, mas mantêm serviços após governo prometer solução

Por causa da falta de pagamento, os profissionais cogitaram demissão, mas mantiveram os serviços após reunião com o governo.

Situação Crítica | 10 de Janeiro de 2019 as 02h 00min
Fonte: G1 MT

Samu em Mato Grosso — Foto: Gcom/mt

Os médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Mato Grosso estão há seis meses sem pagamento, segundo o governador Mauro Mendes (DEM). A declaração foi feita durante entrevista à Rádio Centro América FM, na terça-feira (8).

“O governo está quebrado e deve Deus e todo mundo. Aqui o Samu está há seis meses sem pagar o servidor. Tenho que pegar algum dinheiro e ir lá pagar, porque eles estão trabalhando”, declarou Mauro Mendes.

Por causa da falta de pagamento, os profissionais cogitaram demissão, mas mantiveram os serviços depois que o governo prometeu uma solução.

A ameaça de demissão em massa foi informada em uma carta aberta escrita e divulgada pelos médicos na segunda-feira (7).

“Infelizmente chegamos ao cúmulo de seis meses de atraso salarial, ficando assim inviável manter o vínculo com a instituição, pois como qualquer trabalhador somos merecedores de receber nosso salário, este conseguido pelo suor derramado em nossas fúlgidas fardas azuis”, diz trecho do documento.

Um dia depois, o governo se reuniu com representantes da categoria e prometeu uma solução.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), o governo garantiu que está “trabalhando para encontrar uma solução imediata, regularizando quaisquer pendências”.

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Sexta Feira

Lucas do Rio Verde, MT

º

COTAÇÃO