Estado

Menino de 11 anos perde 6 dentes após ser atropelado por moto em MT

Adolescente empinava moto em rua de Várzea Grande e atropelou criança. Vítima estava na calçada; suspeito abandonou a moto no local e fugiu.

Acidente | 14 de Abril de 2016 as 05h 31min
MT Agora - G1 MT

Menino estava com amigos na rua quando foi atingido (Foto: Fernanda Araújo/Arquivo Pessoal)

Uma criança de 11 anos perdeu seis dentes em função de um atropelamento por uma motocicleta em uma rua do bairro Jardim Marajoara, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. O acidente aconteceu no último domingo (10), quando o menino Leonardo Antony Marques da Silva brincava na rua com amigos. Segundo testemunhas, um adolescente de 16 anos estava conduzindo uma motocicleta na rua e, ao perder o controle do veículo, atingiu a vítima. Após o acidente, o adolescente que estava na moto abandonou o veículo e fugiu. O caso foi registrado na Polícia Civil, que deve apurar as circunstâncias do acidente.

O impacto arrancou seis dentes de Leonardo, abriu um corte e produziu vários outros ferimentos pelo corpo da criança, segundo a mãe, Fernanda Marques de Araújo, de 31 anos. Ela acompanha a recuperação do menino em casa.

“Meu filho teve danos permanentes, perdeu seis dentes definitivos, não tem se alimentado direito e está abalado psicologicamente", relatou Fernanda, que ainda está buscando cumprir os direitos do filho. Ela contou que o adolescente responsável pelo acidente já foi identificado.

"Nós conseguimos achar o local de trabalho deste menor e descobrimos que o patrão é o próprio irmão mais velho. Mas ele não quis nos dar o contato e ainda disse que a família não nos deve nada, que nosso problema é com o DPVAT [seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres]”, relatou.

Segundo a mãe, Leonardo brincava na rua com os amigos na tarde de domingo. Ao ouvir o barulho da moto em alta velocidade, ele correu para a calçada, mas mesmo assim acabou atingido pela motocicleta desgovernada. Já o adolescente que estava na moto foi retirado do local pela sua mãe, alegando que ele estava passando mal, mas não sem a resistência de pessoas da vizinhança, as quais suspeitam que o menor estava embriagado. O veículo foi abandonado no local.

Segundo Fernanda, a mãe do suspeito apareceu na cena do acidente alguns minutos depois do ocorrido. Quando o socorro chegou ao local, perguntaram ao rapaz se ele queria entrar na ambulância, junto com a vítima, para ser levado até o Pronto Socorro de Várzea Grande. Ele recusou e, em seguida, entrou em um carro com sua mãe, supostamente para buscar atendimento médico por conta própria. Desde então, eles não apareceram mais, nem para buscar a moto nem para prestar assistência à vítima. A perícia também não foi realizada no local.

“Meu marido ficou lá na rua à espera da perícia, que não apareceu. Nós recolhemos a moto da rua, para ela não ser roubada. Descobrimos que o documento do veículo está com os pagamentos atrasados desde 2011, o que nos priva do direito ao seguro DPVAT. Ele é menor, não voltou nem para pegar a moto, e a família parece querer encobrir o crime que ele cometeu. Estamos sendo lesados de todas as maneiras”, disse a mãe da vítima.

Fernanda também informou ao G1 na tarde desta quarta-feira (13) que estava conduzindo a moto do acidente até a Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito, em Cuiabá, para as devidas providências do caso, já registrado em boletim de ocorrência.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Segunda Feira

Lucas do Rio Verde, MT

º

COTAÇÃO