MPF volta a pedir à Justiça envio da Força Nacional para garimpo ilegal

Órgão reiterou pedido já feito em ação contra a União na Justiça Federal. Área de garimpo ilegal, em Pontes e Lacerda (MT), voltou a ser invadida.

10/03/2017 - 06:09:34

   

O Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF-MT) voltou a pedir à Justiça Federal, nesta semana, para que a União encaminhe a Força Nacional para atuar na repressão da atividade de garimpagem ilegal na Serra da Borda, em Pontes e Lacerda, a 480 km de Cuiabá. A aréa, que chegou a ser desocupada em janeiro deste ano, voltou a ser invadida por cerca de três mil pessoas no último final de semana.

O pedido do MPF foi reiterado junto à ação civil ingressada pelo órgão em janeiro deste ano contra a União, o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), a Fundação Nacional do Índio (Funai) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Na ação, o MPF requer que o governo federal e os órgãos apresentem um plano de desocupação e acabem com as atividades na área, alegando a onda de insegurança que existe no município desde que a região passou a ser explorada.

De acordo com o MPF, mesmo após as primeiras desocupações que ocorreram no final de 2015 e início de 2016, não houve atuação eficiente da União para combater as atividades na região e, levando-se em conta as ocorrências de disparos de armas de fogo na região  - inclusive contra equipes policiais -, a presença da Força Nacional é necessária.

O órgão ressalta, no pedido, que a atividade ilegal é exercida em uma faixa de fronteira, atingindo outros municípios da região, como Vila Bela da Santíssima Trindade, Nova Lacerda e Comodoro.

Exploração
Um dos pontos ressaltados pelo MPF é a necessidade de o DNPM apresentar um plano de gerenciamento do potencial minerário da região, uma vez que a exploração desordenada do subsolo pode gerar graves danos ambientais e sociais.

O órgão também solicitou a definição de um prazo para o DNPM decida sobre os requerimentos de pesquisa mais antigos realizados por mineradoras que tem interesse em explorar o solo, passo considerado essencial para que haja a concessão da exploração da região. Segundo o MPF, um prazo determinado pela Justiça é necessário porque um dos procedimentos relativos à Serra do Caldeirão demorou 25 anos para ser analisado pelo órgão.

MT Agora - G1

Mais Noticias

Sem Nota Fiscal

Sefaz apreende mais de R$ 700 mil em mercadorias sem nota fiscal em MT

Fecomércio-MT

Presidente interino da Fecomércio-MT diz ter sido impedido de trabalhar e registra BO

Obras

Obras na BR-163 ocorrem hoje e na quarta-feira no feriado de Carnaval

Se Dirigir não Beba

Detran lança campanha para trânsito seguro no Carnaval

05/02/2018 -

Casos de HIV em adultos crescem 255% em MT; foliões devem usar preservativos

As Infecções Sexualmente Transmissíveis são causadas por vírus, bactérias ou outros microrganismos e transmitidas, principalmente, por meio do contato sexual sem o uso de camisinha masculina ou feminina

05/02/2018 -

Caminhões parados em rodovia no PA causam prejuízo a transportadoras de MT e atrasam escoamento da produção

Caminhoneiros passam até 125 horas retidos em rodovia, segundo o Dnit. Chuvas em trecho em obras na serra dificultam passagens de veículos de carga.

03/02/2018 -

Ministério da Saúde recomenda vacina de febre amarela em 141 municípios de MT

As secretarias Municipal e Estadual afirmam que em todo o Estado a vacina é oferecida e pode atender toda a demanda.

27/01/2018 -

Asfalto cede e trecho da BR-364 em MT fica totalmente interditado

Desmoronamento ocorreu nessa sexta-feira (26) após fortes chuvas. Tráfego foi impedido nos dois sentidos, mas neste sábado uma faixa foi liberada.

26/01/2018 -

Aos 111 anos, viúva que criou as sete filhas sozinha em MT comemora longevidade

Baiana de nascença, Maria Olímpia se mudou para MT na juventude. Mudança foi feita a cavalo. Ela se casou duas vezes e teve nove filhos, mas dois morreram.

26/01/2018 -

Mato Grosso gerou quase 16 mil novos postos de emprego em 2017, diz Caged

Apesar do saldo positivo em alguns estado e regiões, as demissões superaram as contratações no Brasil. Dados foram divulgados pelo Ministério do Trabalho.

26/01/2018 -

MT tem um caso de febre amarela sob investigação, diz Ministério da Saúde

Caso suspeito foi registrado entre julho de 2017 e janeiro de 2018. A Secretaria Estadual de Saúde contesta o dado e diz que nenhum caso foi registrado no período.

25/01/2018 -

Número de vagas de estágio aumenta 17% em MT neste ano

Cerca de 2,1 mil vagas de estágio estão abertas no estado. Parceria com novas empresas e órgãos públicos elevaram o número de vagas, avalia supervisor do Ciee.

25/01/2018 -

Ferrovia entre MT e SP já recebeu investimentos de R$ 200 mi e deve receber fertilizantes em abril

Além dos benefícios operacionais e financeiros, o terminal também deve trazer ganhos ambientais, com significativa redução de emissão de poluentes.

24/01/2018 -

Agricultores familiares investem em turismo rural para atrair visitantes e aumentar a renda em MT

Lei estadual permite turismo em áreas de agricultura familiar. Agricultor tem investido em pomar de frutas para receber os visitantes e pretende fabricar vinho e geleia de jabuticaba no local.

22/01/2018 -

Mato Grosso é destaque na revista Exame por implantar coaching na gestão pública

O resultado mensurado até o momento foi a criação de metas para o acompanhamento de processos internos

17/01/2018 -

Cuiabá é a capital do Centro-Oeste com mais habitantes acima do peso, diz pesquisa

Ao todo, 57,6% dos moradores que vivem em Cuiabá estão com excesso de peso. No ranking nacional, Cuiabá é a quarta capital com maior número de moradores acima do peso.

12/01/2018 -

Frota de veículos em Mato Grosso aumenta quase 60% em quatro anos

Número de veículos subiu de 1,4 milhão em 2012 para 1,9 milhão em 2016. Dados são de um levantamento feito pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT).

09/01/2018 -

Tarifa de pedágio na MT-235 fica mais cara

Valor cobrado deve subir de R$ 6,40 para R$ 7,50. Praça de pedágio fica entre os municípios de Santa Rita do Trivelato e Nova Mutum.

04/01/2018 -

CGE alerta servidores sobre conhecimento da legislação e deveres funcionais

A principal vertente do Programa de Controle Disciplinar é a prevenção, ou seja, orientar os servidores acerca do que devem e não podem fazer no ambiente de trabalho

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora