Mulher que morreu negociou plásticas por rede social e CRM-MT faz alerta para cirurgias a preços baixos

Amigo de Edléia Daniele Ferreira Lira, de 33 anos, que morreu depois de fazer lipoaspiração e mamoplastia, disse que ela pagou R$ 50 para participar de grupo em rede social e tratar dos detalhes das cirurgias.

15/05/2018 - 14:07:14

   

A paciente Edléia Daniele Ferreira Lira, de 33 anos, que morreu em Cuiabá após ser submetida a cirurgias plásticas, fez a negociação para os procedimentos pelas redes sociais. Ela pagou R$ 50 para participar do grupo privado no Facebook por onde tratou das cirurgias com a empresa com sede em Minas Gerais.

O corpo da paciente foi sepultado nesta terça-feira (15), em um cemitério em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

Ela passou por procedimentos de lipoaspiração e redução das mamas na sexta-feira (11), teve complicações após as cirurgias, e morreu no domingo (13). O procedimento foi feito no centro cirúrgico do Hospital Militar em Cuiabá, que nega irregularidades nas cirurgias.

Depois de sofrer parada cardíaca, Daniele, como é conhecida, teve complicações e foi transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular da capital, onde faleceu.

Na página, a empresa ainda divulga uma tabela de preços cobrados pelas cirurgias, que são bem abaixo dos valores normalmente cobrados.UTI) de um hospital particular da capital, onde faleceu.

"De lá, eles (da empresa) passavam o orçamento e cobravam R$ 50 pela consulta. Ele (médico) pediu os exames e no dia da cirurgia verificou os exames e fez o procedimento", contou o amigo dela, Luiz Gustavo Júnior.

O G1 entrou em contato com o contato com a empresa, por meio do telefone disponibilizado na página denominada "Plástica para Todos", a qual informou que se manifestará sobre o assunto após ter acesso ao laudo do Instituto Médico Legal (IML).

A presidente do Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso (CRM-MT), Maria de Fátima Ferreira, alerta para procedimentos oferecidos a preços baixos.

"As pessoas precisam procurar os procedimentos pensando na segurança. É preciso saber qual é o médico, a qualificaçao desse médico, para a realização daquele procedimento. Eu não posso escolher um procedimento por preço", afirmou a médica.

Em entrevista à Centro América FM, nesta terça-feira, ela informou que a entidade abriu sindicância para apurar a morte de Edléia Daniele.

Ela disse que já foram solicitados aos envolvidos no procedimentos os documentos necessários para apuração.

"Para essa análise ser feita, precisamos dos prontuários médicos, tanto da avaliação pré-operatória, do procedimento cirúrgico e da assistência no pós operatório", afirmou.

O Hospital Militar de Cuiabá faz atendimentos de baixa e média complexidade e, por isso, não tem leitos de UTI. O espaço foi alugado pela equipe médica que operou Daniele.

O diretor do hospital, coronel Kléber Duarte, alegou que esse tipo de procedimento não exige que a unidade de saúde tenha UTI e que o procedimento foi feito corretamente.

IFrame "Não somos obrigados a ter UTI no hospital. Tudo correu dentro da normalidade, todos os pré e pós-operatórios feitos dentro da normalidade, sem problema nenhum", disse.

O amigo de Daniele avalia que houve demora no socorro à paciente. "Duas horas depois da cirurgia, ela teve a primeira parada cardíaca, ficou desacordada por cerca de 20 minutos, e o médico que fez a cirurgia demorou mais de uma hora para ir ao hospital e prestar socorro", disse.

O caso também está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que abriu inquérito depois de denúncia da família.

Na certidão de óbito a causa da morte foi choque hemorrágico.

MT Agora - G1

Mais Noticias

Bloqueio

Cargas de milho e combustível são escoltadas pela PRF e passam por bloqueios em MT

Paralização

Servidores penitenciários de MT fazem paralisação por três dias e visitas são suspensas

Greve

Acordo anunciado pelo governo é pra ludibriar e desmobilizar movimento, acusa Baitaca

Preços Abusivos

Consumidores devem denunciar preços abusivos de combustível em MT durante greve dos caminhoneiros, orienta Procon

24/05/2018 -

Secretaria de Segurança de MT adota medidas de racionamento de combustível e suspende parcialmente viagens

Sesp afirma que foram determinadas as suspensões de viagens e uso de veículos para expediente da secretaria, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, PM e Politec e que a prioridade é a atividade operacional.

24/05/2018 -

Representante de caminhoneiros em MT diz que greve não se resume à redução do diesel e cita outras reivindicações

Valor cobrado por eixos erguidos em pedágios e aprovação de projeto de lei que determina valor mínimo para fretes no país também estão na pauta. Greve os caminhoneiros completa quatro dias nesta quinta-feira (24).

24/05/2018 -

Protesto de caminhoneiros já causa reflexos em MT

Em Mato Grosso, o protesto se intensificou ao atingir 15 pontos de BRs, como a 163, 364 e 070.

24/05/2018 -

Operação da Anatel mira distribuição de produtos piratas em MT e em mais 6 estados

Fiscalização ocorre desde o início da manhã e tem como alvo 15 empresas distribuidoras de equipamentos de telecomunicações.

24/05/2018 -

Anunciada redução de 10% no diesel para tentar acabar com protesto de caminhoneiros

Milhares de carretas carregadas com combustível, alimentos, materiais para construção, gás de cozinha, grãos e diversos outros produtos estão paradas nas rodovias.

24/05/2018 -

Greve dos caminhoneiros afeta transporte escolar por falta de combustível e chegada de frota a concessionárias em MT

Com estoque de combustível acabando nos postos, a prefeitura do município decidiu suspender nesta quarta-feira (23) o transporte de parte dos alunos.

24/05/2018 -

Motoristas de aplicativo de transporte fazem manifestação e se juntam a caminhoneiros em paralisação em MT

Motoristas se juntaram a caminhoneiros que protestam contra o preço do combustível na BR-364, em Cuiabá. Eles fizeram carreta e buzinaço na cidade.

14/05/2018 -

Governo do Estado apresenta balanço das 13 edições da Caravana da Transformação

Desde o seu início, em 2016, o programa realizou mais de 61 mil cirurgias e atendeu mais de 330 mil pessoas em todo o estado.

14/05/2018 -

Em quatro meses, quase 50 agências bancárias foram alvos de ataques em MT

Polícia Civil tem realizado operações no estado contra assaltantes de bancos. Segundo a polícia, são poucas as ocorrências em que os bandidos conseguem levar o dinheiro.

10/05/2018 -

Maior aeroporto de MT está entre os 14 do país com mais reclamações de preços altos na venda de alimentos

A informação consta numa pesquisa realizada pela Secretaria Nacional de Aviação Civil. Notas dadas pelos próprios passageiros variam entre zero e cinco pontos.

09/05/2018 -

Fraudes em 93 seguros-desemprego são identificadas em MT e Ministério do Trabalho bloqueia R$ 463 mil que seriam pagos

Maioria dos casos foram registrados em Cuiabá, Rondonópolis e Barra do Garças. Segundo o órgão, sistema Antifraude já gerou economia de quase RS 1 bilhão aos cofres públicos.

07/05/2018 -

Venda de carros novos em MT no mês de abril cresce o dobro da média nacional

Aumento foi de 4,20% no Brasil, de acordo com dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Em abril, foram emplacados 8.053 veículos no estado.

07/05/2018 -

Em MT, 80 pessoas morreram em acidentes de trânsito até fevereiro de 2018

Ao todo, o estado teve 3.949 mil acidentes de trânsito entre janeiro e março deste ano. O número é 4,5% a menos que no mesmo período do ano passado.

04/05/2018 -

MT está entre os três estados que mais tiveram demissões em 2018

Setor agropecuário teve mais de 3,3 mil demissões de funcionários. Por outro lado, estado criou mais de 12 mil novas vagas de emprego.

30/04/2018 -

Temporada de combate a incêndios florestais em MT deve ter início em maio

Período proibitivo no estado será realizado entre 15 de julho e 15 de outubro. Dessa forma, o combate a incêndios florestais e queimadas irregulares em MT terá vigência de 150 dias.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora