Piloto Resgatado

Piloto que passou 4 dias perdido em mata teve 25% do corpo queimado após queda de avião em MT, diz boletim médico

Boletim médico diz que piloto está com insuficiência respiratória, mas apresentou melhora.

10 de Novembro de 2018 as 03h 55min

Maicon teve 25% do corpo queimado aps queda de avio em Mato Grosso Foto: Arquivo Pessoal/Reproduo

O piloto paranaense Maicon Semencio Esteves, de 27 anos, que sobreviveu a uma queda de um avião agrícola e foi resgatado em meio à selva em Peixoto de Azevedo, a 692 km de Cuiabá, teve aproximadamente 25% do corpo queimado no acidente.

A informação conta no boletim médico divulgado nesta sexta-feira (9) pelo médico Júnior Pasin, do Hospital e Maternidade 13 de Maio em Sorriso, a 420 km de Cuiabá, onde o piloto está internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde a noite de quinta-feira (8), quando foi transferido de Peixoto de Azevedo.

Segundo o médico que cuida do pilot, o estado de saúde de Maicon é estável, mas ainda inspira cuidados.

O piloto está acordado, se alimentando e respirando normalmente com a ajuda de oxigênio. Ele teve insuficiência renal e infecções, que estão sendo tratadas e apresentaram melhora de quinta-feira para sexta-feira.

Os médicos dizem que Maicon teve 25% do corpo queimado após a queda da aeronave, que se incendiou ao tocar o solo. As queimaduras provocaram ferimentos no rosto, nas mãos, nos ombros e no abdômen do piloto.

“Ele está sem dor, que foi controlada. Nossa grande preocupação é a infecção, pois ele teve muito tempo no meio do mato e teve múltiplas lesões contaminadas por insetos e água contaminada. A pele dele ficou muito exposta” disse Pasin.

Existe a previsão de que Maicon passe por uma intervenção cirúrgica para retirar e limpar a pele queimada nas duas mãos.

“Ele se lembra 100% do acidente. Conta detalhes, desde quando caiu, o que aconteceu e como saiu do avião. Mas isso são histórias que ele terá que contar depois”, finalizou o médico.

Maicon se perdeu na mata após a queda de avião, se alimentou de bolachas e usou capacete como proteção. O avião teria tido uma pane seca e fez um pouso forçado na mata, ocorrendo um incêndio em seguida.

"Dois aniversários por ano"

O irmão do piloto, Diego Semencio Esteves, está no hospital e acompanha Maicon. Segundo ele, o irmão está bem, conversando e se recuperando.

“Sempre acreditamos em Deus. Ele vai ter que fazer dois aniversários por ano”, brincou Diego.

O piloto contou à família que ficou preso por uma parte dos cintos logo depois da queda. Ele conseguiu pegar um canivete e se soltar.

“Ele saiu do avião, andou, saiu correndo procurando ajuda e não encontrou. As mãos e o rosto estavam queimados, ele estava fraco. Achou um riacho e por lá ficou desde domingo até quarta-feira, quando foi encontrado”, disse o irmão.

O caso

Maicon estava sozinho e comandava um avião, modelo Neiva EMB-201, matrícula PT-GSH. Saiu de Porto Nacional, no Tocantins, para fazer um translado até Alta Floresta, a 800 km de Cuiabá, quando sofreu o acidente.

O avião caiu no sábado e, desde então, Maicon estava sendo procurado pela Polícia Militar e por amigos e familiares que foram para o local para ajudar nas buscas.

Os destroços do avião foram encontrados por trabalhadores de uma fazenda próxima ao local do acidente, no entanto, não havia sinal do piloto.

Maicon sairia de Porto Nacional em direção a Confresa, a 1.160 km de Cuiabá, onde faria uma parada para abastecer.

De lá, seguiria para Matupá, a 696 km da capital, novamente para fazer um segundo abastecimento. A viagem terminaria em Alta Floresta.

Resgate

O Corpo de Bombeiros suspeita que tenha havido uma pane seca, que fez com que o avião caísse. Após o acidente, Maicon conseguiu sair da cabine e usou o celular e o GPS para se localizar.

A investigação das razões que fizeram o avião cair, no entanto, está a cargo da Aeronáutica. Ainda não há informação a respeito. Quando a investigação for concluída, um relatório final é emitido.

A bússola indicava um caminho reto pela floresta. Ele tentou caminhar, mas era impossível seguir o trajeto em linha reta, conforme informou o Corpo de Bombeiros.

O piloto precisou andar em curvas para contornar árvores e cipós, momento quando acabou se perdendo na mata.

Depois de caminhar por muito tempo, o piloto parou nesse local e ficou bebendo água.

Durante os quatro dias ele bebeu água, mas estava muito debilitado pelas queimaduras, pelos arranhões causados por espinhos na mata e por machucados no pé de tanto caminhar.

Para proteger o rosto dos espinhos o piloto ficou com capacete de voo, isso dificultou que ele percebesse os fogos e ou os chamados que foram feitos pela equipe de busca.


Fonte: G1 MT | TV Centro América

COMENTARIOS

Mais de Estado

Saúde

Casos de Chikungunya caem 90% em MT, segundo SES

Notificações de Zika também registram queda de 870 para 136, entre 2018 e 2019.

21 de Maio de 2019 as 09h38

Delegacias Fechadas

Mais três delegacias são fechadas em MT conforme plano anunciado pelo governo este ano

Também encerraram as atividades as delegacias de Alto Paraguai, Nova Marilândia e Santo Afonso.

21 de Maio de 2019 as 09h34

Contratos Suspensos

Governo de MT suspende contratos com empresas que receberam por plantões não realizados no Samu e Hemocentro

As empresas também foram multadas nos valores de R$ 321.900,00 e R$ 23.666,47, respectivamente.

18 de Maio de 2019 as 17h03

UTI

Após morte de bebês, secretário anuncia reabertura de leitos de UTI e novos funcionários para Hospital Regional de Sinop

Com as novas medidas, o HR deve operar em sua capacidade máxima, com 86 leitos no total, podendo chegar a média de 350 cirurgias realizadas por mês.

17 de Maio de 2019 as 09h45

Dengue

Governo alerta municípios sobre risco de contaminação de variação grave do vírus da dengue

A orientação é para que os profissionais de saúde dos municípios notifiquem todos os casos suspeitos de dengue, chicungunha e vírus da zika.

17 de Maio de 2019 as 09h42

Investigação

MP instaura inquérito para investigar leis assinadas por ex-governador de MT concedendo isenção fiscal a empresas

Conforme o inquérito, Taques assinou três leis estaduais que deram incentivos fiscais para operações de madeira em tora, feijão e suíno em pé.

16 de Maio de 2019 as 21h27

Depressão e Síndrome do Pânico

Mais de 600 professores de MT se afastaram para tratar depressão e síndrome do pânico em 2018

Mais de 2 mil profissionais se afastaram para tratamento de saúde no ano passado.

16 de Maio de 2019 as 21h25

NFC-E

Sefaz altera regras para cancelamento da nota fiscal do consumidor

As mudanças atendem ao Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) e passam a valer a partir do dia 03 de junho.

16 de Maio de 2019 as 21h13

Uso de Tecnologia

Drones vão intensificar a atuação do Fisco e da segurança pública em Mato Grosso

Dentre os novos pilotos estão servidores da Sefaz, das Polícias Militar, Civil e Judiciária, Corpo de Bombeiros, Politec, Ciopaer, Gefron, Defesa Civil e Marinha.

16 de Maio de 2019 as 21h09

No Palácio

Governador recebe reivindicações de produtores e vai analisar a pauta

Durante a reunião, o governador expôs a situação econômica do Estado e todas as ações que já foram tomadas até o momento para reduzir a máquina pública e buscar o equilíbrio fiscal.

16 de Maio de 2019 as 21h08

Recursos

Mauro Mendes não descarta corte de recursos na Unemat

A Unemat aderiu à greve das universidades federais, que reclamam dos cortes de 30% no orçamento

15 de Maio de 2019 as 10h29

Educação

UFMT, IFMT, Unemat e escolas aderem à mobilização contra bloqueios de recurso da educação

Nesta quarta-feira (15), alunos e professores das instituições devem se reunir na Praça Alencastro, em Cuiabá, em um ato político.

15 de Maio de 2019 as 10h02

Gastos

Governo de MT gasta mais de R$ 3 milhões em passagens aéreas entre janeiro e maio deste ano

Deste total, R$ 18.543,00 foram gastos em janeiro, R$ 1,427.834,00 em fevereiro, R$ 145.536,00 em março, R$ 1.474,456,00 em abril e R$ 5.306,00 entre os dias 1º e 14 de maio.

15 de Maio de 2019 as 09h55

Orçamento

'Não adianta espernear, nem fazer protesto', diz governador de MT sobre cortes no orçamento da educação

Mauro Mendes (DEM) disse concordar com as medidas tomadas pelo governo federal para cortar gastos, entre elas o bloqueio do orçamento do Ministério da Educação (MEC).

15 de Maio de 2019 as 09h53

Escolas de Lata

Prédio é reformado e alunos deixam de estudar em 'escolas de lata'

Alunos deixaram as salas improvisadas dentro de contêineres, sem ar-condicionado, ventilação e energia elétrica.

15 de Maio de 2019 as 09h51

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

Você acha que Bolsonaro está certo ao contingenciar verbas das Universidades federais?

Sim

Não

Não sei

Parcial
veja +

COTAÇÃO