Irregularidades

Resíduo sólido provoca suspensão da atividade industrial no Noroeste de Mato Grosso

Sem condições de pagarem as multas dado as constantes pressões ambientais impostas ao setor as empresas correm o risco de encerrar definitivamente a atividade.

Fonte:MT Agora - Assessoria
01 de Fevereiro de 2016 as 20h 47min

O setor de base florestal, responsável pelo 4º lugar na economia de Mato Grosso, vive um colapso sem precedentes. Desde a última terça-feira (26), as indústrias madeireiras foram surpreendidas com a visita de fiscais do Instituto Brasileiro dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que além de aplicarem autuações com multas de valores gigantescos e desproporcionais, está suspendendo as atividades e impedindo as indústrias de atuar.

A alegação do órgão ambiental é que foram encontradas irregularidades no armazenamento dos resíduos sólidos gerados no processo de desdobro da madeira pelas serrarias e beneficiadoras de madeira daquele município.

Sem uma política instituída e que auxilie na resolução do problema da geração dos resíduos, o Sindicato das Indústrias Madeireiras e Moveleiras do Noroeste de Mato Grosso (Simno) vê com preocupação as autuações e suspensão das atividades dessas indústrias. Sem condições de pagarem as multas em virtude da atual conjuntura econômica do país e das constantes pressões ambientais impostas ao setor nos últimos anos, as empresas correm o risco de encerrar definitivamente a atividade, haja vista que cada uma das multas supera o valor de R$ 500,000 mil reais e um prazo de 30 dias para quitação.

De acordo com o Presidente do sindicato, Roberto Rios Lima, o governo deveria olhar com mais cuidado para a geração de divisas considerando que a manutenção do Estado depende principalmente de recursos oriundos da produção e comercialização. Se houvesse uma política que atendesse a questão dos resíduos, esse material poderia ser convertido em matéria prima para a confecção de brinquedos, briquetes e outros produtos, gerando mais empregos e renda nos municípios ao invés de apenas ser classificado como “problema ambiental”.

O sindicato, com apoio do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem) e Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (FIEMT) busca, como medida emergencial, a possibilidade de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que dentre os termos conceda o prazo necessário para as indústrias encontrarem uma solução e retomarem suas atividades.

Na manhã desta sexta-feira (29), o presidente Rios, juntamente com o vice Paulo Veronese, Valdinei Bento dos Santos representando o Cipem, Vivian e Willian da assessoria do Deputado Estadual Oscar Bezerra (PSB), mantiveram reunião com o superintendente substituto do IBAMA em Mato Grosso, Allan Valezi Jordane, sobre essas autuações.

Nos autos, consta que as três indústrias foram autuadas e tiveram suas atividades suspensas por não possuírem o Plano de Gerenciamento de Resíduos, o que não condiz com a realidade, já que o plano é imprescindível para a liberação da licença de operação.

Jordane explicou que as indústrias, na realidade, foram suspensas por lançar resíduos sólidos in natura a céu aberto ainda que possuam o Plano de Gerenciamento de Resíduos. “A infração pode ser por ausência do plano de resíduos bem como por exercer a atividade em desacordo. Mesmo que você possua uma licença mas não a exerce de acordo com as condicionantes que a mesma determina pra efeitos na prática ela está sendo descumprida e a caracterização da infração é a mesma”, disse.

O superintendente salientou que o embargo é feito para reparar o dano pelo motivo da irregularidade, comprovando que o objeto da autuação não existe mais o embargo é suspenso. Com relação à multa, é parecido com decisão judicial verificando autoria e materialidade. Se comprovado é mantida, caso contrário pode ser cancelada. Isso não ocorre de imediato, o processo precisa cumprir os trâmites.

O presidente Rios explicou que o próximo passo é buscar junto a Prefeitura de Colniza um local apropriado para a armazenagem dos resíduos e apoiar os industriais na negociação dos termos do TAC para a retomada das atividades das indústrias.

“Até quando o setor de base florestal do país será submetido a uma legislação inadequada e controversa seja na esfera estadual ou federal? Não bastasse a burocracia excessiva na liberação de planos de manejo que acabam por comprometer as safras o que se repete ano após ano, ainda temos que lidar a falta de incentivo por parte das autoridades governamentais e pior, com as severas punições pelos órgãos ambientais que apenas se dedicam em ações de comando e controle sem qualquer preocupação em auxiliar na sustentabilidade da produção de qualquer segmento industrial”, ressaltou o presidente.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Estado

Centro Logístico

Lucas do Rio Verde será um grande centro de logística afirma ministro

Prefeito Binotti comemora avanços após diversas articulações políticas

18 de Setembro de 2020 as 21h45

Combate

Projeto de lei regulamenta uso de drones para combate a incêndios florestais em Mato Grosso

Essa tecnologia fornece informações de qualidade, em tempo real, mas sem expor as equipes a maiores riscos.

18 de Setembro de 2020 as 17h38

Coronavírus

Mato Grosso deve instituir dia estadual em memória às vítimas da Covid-19

O Dia Estadual em Memória dos Cidadãos que Faleceram em Decorrência da Covid-19 e em homenagem aos profissionais da saúde que atuaram na linha de frente à pandemia deve passar a fazer parte do Calendário Oficial de Eventos de Mato Grosso.

18 de Setembro de 2020 as 17h36

Traficantes

Traficantes diversificavam drogas para aumentar as vendas em Mato Grosso

Dois traficantes flagrados com porções de diferentes substâncias entorpecentes foram presos em flagrante pela Polícia Civil, na tarde de quinta-feira (18.09), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis (212 km ao s

18 de Setembro de 2020 as 17h32

Inauguração

Usina de etanol de milho é inaugurada em MT e deve produzir 1,5 milhão de litros de álcool ao dia

Com o início da operação da Inpasa em Sinop serão gerados 280 empregos diretos e cerca de 1,5 mil indiretos.

18 de Setembro de 2020 as 17h22

Coronavírus

Policial morre de Covid-19 em MT no dia do aniversário

Vanda Maria Morais Moreira trabalhou por 30 anos como investigadora na Polícia Civil.

18 de Setembro de 2020 as 17h16

Coronavírus

Sexta-feira (18): Mato Grosso registra 112.200 casos e 3.248 óbitos por Covid-19

Há 242 internações em UTIs públicas e 268 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 58% para UTIs adulto e em 30% para enfermarias

18 de Setembro de 2020 as 17h09

Multas

Mato Grosso já aplicou R$ 1 bilhão em multas por crimes contra a flora

O total de multas aplicadas é quatro vezes maior que a média histórica anual do Estado

18 de Setembro de 2020 as 17h06

Van Tomba

Van que transportava pacientes tomba após acidente em MT e idoso morre

O condutor da caminhonete não estava no local. A Polícia Civil investiga o acidente.

18 de Setembro de 2020 as 13h50

Coronavírus

Policial é mais uma vítima fatal da Covid-19 em Mato Grosso

Um policial penal de 33 anos morreu de Covid-19 após ficar quase um mês internado na UTI em Mato Grosso. O fato ocorreu em Alto Araguaia, a 420 km de Cuiabá.

18 de Setembro de 2020 as 13h39

Pontes

Dez pontes de madeira são destruídas pelo fogo na Transpantaneira em MT

Governo informou que pontes serão substituídas por estruturas de concreto. A rodovia tem 150 km de extensão e é conhecida por ser um atrativo turístico da região.

18 de Setembro de 2020 as 13h32

Incêndio

Terra indígena tem mais de 20 mil hectares de vegetação destruídos pelo fogo em MT

Não chove em Tangará da Serra há mais de 130 dias. A vegetação seca faz com que as chamas se alastrem ainda mais rápido.

18 de Setembro de 2020 as 13h23

Fumaça

Avião de Bolsonaro arremete em MT por causa da fumaça de queimadas

Apesar da manobra, pouso ocorreu normalmente na 2ª tentativa. Pantanal registra recorde de queimadas em setembro, e fumaça que atrapalhou a aterrissagem nesta sexta (18) já chegou a outras regiões do país.

18 de Setembro de 2020 as 13h13

Cascavel

Índio de 9 anos picado por cascavel em aldeia continua internado sem previsão de alta em MT

Lewy Nieiezonoizokae teve paralisia nos músculos do rosto e foi transferido de Tangará da Serra para Cuiabá.

18 de Setembro de 2020 as 13h09

Centro de Triagem

Mais de 33 mil pessoas já foram atendidas no Centro de Triagem Covid-19

O local oferece uma estrutura para realização de testagem rápida para o novo coronavírus com entrega de medicação para o tratamento dos pacientes

18 de Setembro de 2020 as 12h52

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO