Secretário de Justiça depõe e diz que governador de MT sabia do esquema de grampos na PM

Airton Siqueira, titular da pasta de Justiça e Direitos Humanos, foi ouvido como informante. PM grampeou jornalistas, médicos, advogados e deputada de oposição.

06/07/2017 - 14:17:43

   

Coronel Airton Siqueira Junior, secretário-chefe da Casa Militar de MT, foi afastado por 5 dias (Foto: Mayke Toscano/Gcom-MT)

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, coronel Airton Siqueira, prestou depoimento à Corregedoria da Polícia Militar nessa quarta-feira (5) e disse que o governador Pedro Taques (PSDB), tinha conhecimento do esquema de escutas clandestinas operado pela corporação. O oficial negou qualquer participação no crime. Ele estava acompanhado do advogado, Paulo Taques, que pediu para sair do cargo de chefe da Casa Civil dias antes do escândalo dos grampos vir à tona, em maio. Ele próprio teria dado o telefone de uma ex-amante para que fosse interceptado.

Essa foi a primeira vez que um membro da alta cúpula da PM disse que Pedro Taques sabia dos grampos. O governador, por sua vez, tem afirmado desde que o início do escândalo que mandou o Gaeco investigar uma denúncia recebida por ele das mãos do então secretário de Segurança, promotor Mauro Zaque, mas que a apuração foi arquivada por falta de provas. Zaque afirma ter enviado dois ofícios sobre os crimes ao chefe do Executivo, mas Taques nega ter recebido esse segundo documento.

Atualmente, quatro oficiais (dois deles ex-secretários estaduais) e dois cabos da PM estão presos suspeitos de envolvimento no esquema de espionagem. Um Inquérito Policial Militar investiga o caso. Ouvido como informante, Siqueira disse que em 2015 foi chamado por Pedro Taques no gabinete do governador e que este lhe falou que sabia dos grampos e que teria que exonerar policiais militares.

"Vocês fizeram merda e não tenho como manter vocês no cargo", teria dito o chefe do Executivo, segundo o depoimento de Siqueira, após receber informação de Mauro Zaque sobre a existência de uma central de escutas clandestinas na PM.

Siqueira disse ainda à Corregedoria da PM que em outubro daquele mesmo ano, antes da conversa com o governador, havia sido chamado juntamente com o então chefe da PM, coronel Zaqueu Barbosa, até a residência de Mauro Zaque. Este teria lhe dito que o Pedro Taques estava "muito aborrecido" porque sabia que a PM tinha grampeados "deputados, jornalistas e advogados".

Zaque teria falado ainda que o governador iria exonerar Siqueira, Zaqueu e o também coronel Alexandre Lesco, secretário-chefe da Casa Militar, além de Paulo Taques. O titular da Segurança Pública teria falado ainda que Pedro Taques estava em São Paulo naquela data, tratando do assunto com Paulo Taques.

Foi o coronel Siqueira, que na época era comandante do Ciopaer (Centro de Operações Aéreas) quem indicou a sargento Andrea Cardoso para Zaqueu Barbosa, que precisava de policiais de confiança para investigar outros PMs supostamente envolvidos em crimes. Entrentanto, Siqueira nega ter participado dos grampos e disse que só soube da existência da central de escutas por meio de Zaque, em 2015.

O esquema
Os telefones foram interceptados com autorização judicial. Os documentos pedindo à Justiça autorização para isso foram assinados pelo cabo da PM, Gerson Luiz Ferreira Correia Júnior, numa suposta investigação de crimes cometidos por PMs. No entanto, foram juntados os telefones de quem não era suspeito de crime algum, numa manobra chamada "barriga de aluguel".

Investigações
O esquema foi denunciado por Zaque à Procuradoria Geral da República em janeiro deste ano. O promotor deixou o cargo de secretário em dezembro de 2015, mas afirma que em outubro daquele ano avisou o governador sobre as escutas clandestinas da PM. Ele disse que entregou dois ofícios a Pedro Taques sobre o caso.

Taques, por sua vez, disse ter recebido apenas um documento, o qual encaminhou para o Ministério Público para investigação. A apuração foi arquivada depois de cinco dias, por falta de provas. O governador afirma que o outro ofício, que Mauro Zaque afirma ter entregue, foi fraudado e que nunca chegou a seu conhecimento.

A PGR investiga se o governador tinha conhecimento do esquema e de quem teriam partido as ordens para os grampos. A Polícia Civil e o Tribunal de Justiça de Mato Grosso também apuram a irregularidade.

Prisões
Seis PMs estão presos preventivamente por suposta participação nas interceptações. O cabo Gerson e o coronel Zaqueu Barbosa foram presos em maio. Em junho, foram presos os coroneis Evandro Lesco, que comprou dois aparelhos que podem ser usados para interceptações telefônicas em maio de 2015, e Ronelson Barros. Os eram, respectivamente, de secretário-chefe e secretário-adjunto da Casa Militar, mas foram afastados dos cargos.

No mesmo dia, foram presos o tenente-coronel Januário Batista e o cabo Euclides Torezan, cedido ao Gaeco, do MPE, suspeitos de participação no crime, além do corregedor-geral e o diretor de Inteligência da PM, coronel Alexandre Mendes e tenente-coronel Victor Paulo Pereira. Esses dois últimos teriam avisado Lesco e Barros de que eles seriam alvo de mandados de prisão. Mendes e Pereira, porém, já estão soltos graças a uma decisão judicial.

Fonte: MT Agora - Carolina Holland | G1

Mais Noticias

Morte De Bancária De MT

''Médico fez a cabeça dela'', diz filho de gerente de banco de MT que morreu após procedimento com Dr. Bumbum

Sepultamento

Corpo de gerente de banco que morreu após procedimento estético no RJ é enterrado em MT

Morte De Bancária De Cuiabá

''Era o pilar da família'', diz filho de bancária de MT que morreu após procedimento estético no RJ

Morreu Após Procedimento Estético

Corpo de gerente de banco que morreu após procedimento estético no RJ é velado em MT

17/07/2018 -

Aeroporto de Cuiabá registra o dobro de movimentação de cargas

Nos primeiros seis meses de 2018, foram processadas 24 toneladas entre importações e exportações.

17/07/2018 -

Campanha de vacinação contra sarampo e poliomielite começa em 6 de agosto em MT

A meta estadual é vacinar mais de 200 mil crianças de 1 a 4 anos. Dia 'D' da campanha será em 8 de agosto.

17/07/2018 -

Foragido, ''Dr. Bumbum'' foi indiciado quatro vezes pela polícia do DF

Clínica clandestina no Lago Sul foi alvo de operação em novembro. Paciente morreu após cirurgia em cobertura na Barra da Tijuca, no Rio, neste domingo.

17/07/2018 -

Foragido, médico conhecido como Dr. Bumbum tem passagem pela polícia por homicídio, porte de arma e ameaça

Médico fez cirurgia estética ilegal que acabou em morte de paciente na Barra; ele teve a prisão decretada e está foragido. Dr. Bumbum tem 650 mil seguidores em rede social, e é réu em mais de dez processos.

17/07/2018 -

Médico que fez cirurgia estética em bancária de MT está foragido

Paciente passou mal, foi levada para hospital e morreu duas horas depois. Mãe do médico também está foragida, e namorada foi presa. Ambas participaram do procedimento, diz polícia.

17/07/2018 -

Polícia do Rio investiga morte de bancária de Mato Grosso após procedimento estético

Mulher passou por procedimento na casa de médico, na Barra da Tijuca, no sábado (14). Lilian Calixto, de 46 anos, foi levada para hospital Barra D'Or .

17/07/2018 -

CDL e ACES cobram providencias quanto a ambulantes irregulares em Sinop

A cobrança é um clamor dos empresários que diariamente são fiscalizados, pagam altos impostos e mesmo assim ainda geram emprego e renda para Sinop.

17/07/2018 -

AMM e CNM reúnem municípios para debater recuperação de receitas

O encontro contará com a presença das equipes técnica e jurídica da entidade municipalista e do consultor da Confederação Nacional dos Municípios – CNM, Eduardo Stranz.

16/07/2018 -

Homem e adolescente morrem após carro capotar e cair de ponte em terra indígena em MT

O acidente ocorreu na região que era conhecida antigamente como Posto da Mata. Duas pessoas morreram: um homem, que dirigia o veículo, e um adolescente, que seria filho dele.

16/07/2018 -

Onça-pintada é atropelada por caminhonete e morre em rodovia de MT

Animal foi encontrado morto às margens da MT-242 próximo ao município de Nova Ubiratã. O condutor do veículo que atropelou o animal não ficou no local e não foi identificado.

15/07/2018 -

Mãe dorme e mata bebê de um mês sufocado em MT

Caso ocorreu neste domingo (15), no Bairro Jardim Vitória, em Cuiabá.

15/07/2018 -

Com mais de 5 mil focos de incêndio no ano, MT começa período proibitivo das queimadas

O período de proibição das queimadas em zona rural começou neste domingo (15) e vai durar 90 dias, até o dia 15 de outubro, podendo ser prorrogado.

15/07/2018 -

Jovem morre em acidente entre moto e bicicleta no cruzamento de ruas em Cuiabá

Heber Henrique Ferreira do Carmo tinha 19 anos e pilotava a moto. Samu foi chamado, mas vítima morreu no local do acidente.

15/07/2018 -

Engenheiro morre após cair de carroceria de caminhonete em festa de aniversário do amigo em MT

Bruno Brunini subiu na carroceria do veículo de um conhecido na Praça Popular, em Cuiabá. Ele estava internado desde o dia do acidente com traumatismo craniano.

15/07/2018 -

Prefeitura realizará aquisição de cinco veículos para aeroporto de Sinop

A Prefeitura de Sinop realizará a aquisição de cinco veículos para uso no aeroporto municipal João Baptista Figueiredo. Um pregão eletrônico (31/2018), modalidade menor preço por item, foi aberto para realização do rito.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora