Trabalhadores

Trabalhadores de obra milionária não tinham camas para dormir e bebiam água de poço artesiano em MT

funcionários não tinham registro na carteira de trabalho, camas para dormir, água potável ou refeitório. O banheiro era de terra batida e também desprovido de descarga.

Fonte: CenárioMT
16 de Outubro de 2020 as 13h 56min

Por CENÁRIOMT

  Um grupo de funcionários contratado para trabalhar em uma obra orçada em mais de R$ 3,7 milhões foi resgatado em condições precárias em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá. No último dia 6, Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT) obteve liminar em face do empresário responsável pelo empreendimento e as empresas.

  Ao todo, foram resgatados 29 trabalhadores na construção de galpões de aviário.

  O G1 não conseguiu contato com o empresário responsável pelo local.

  O caso foi descoberto durante fiscalização realizada pela Superintendência Regional do Trabalho de Mato Grosso (SRT-MT) em setembro de 2019. Na ocasião, os auditores-fiscais lavraram 24 autos de infração e resgataram os trabalhadores que estavam alojados no local.

  De acordo com o MPT-MT, os funcionários não tinham registro na carteira de trabalho, apesar de cumprirem funções diretamente ligadas à construção civil. As vítimas também não tinham camas, água potável ou refeitório. O banheiro era de terra batida e desprovido de descarga.

  “Não obstante a obra envolver milhões de reais investidos, os trabalhadores alojados não receberam sequer camas para dormir. Somente foram fornecidos colchonetes e, mesmo assim, apenas para parte dos empregados. Alguns trabalhadores trouxeram colchões, que foram repassados para outros, à medida que iam saindo da obra”, explicou o MPT.

  Ainda conforme o relatório, o alojamento não oferecia proteção contra intempéries nem contra a entrada de insetos e animais peçonhentos ou transmissores de doenças, já que as paredes e divisórias eram feitas de madeirite. Além disso, havia risco de choque elétrico e de incêndio em razão de as instalações elétricas serem improvisadas, repletas de ‘gatos’.

  Com a liminar obtida pelo MPT, as empresas e o empresário deverão se abster de manter trabalhadores em condições degradantes de trabalho e, por qualquer meio, de contribuir ou consentir com essa prática em suas propriedades ou em atividade a que estejam vinculados como integradores, integrados, empreiteiros, prestadores de serviço ou outra condição, incluindo as obras de aviários e outras construções decorrentes de contratos de integração, de empreitada, de prestação de serviço ou outro tipo de parceria.

  Foram estabelecidas na decisão outras 16 obrigações de fazer e não fazer, que deverão ser cumpridas nos prazos fixados pela Justiça do Trabalho, sob pena de multa e até de interdição das construções dos galpões de aviários.

  Condições precárias


  A fiscalização da SRT constatou a inexistência de materiais necessários para a prestação de primeiros socorros, além de não realização dos exames médicos admissionais, falta de treinamento para trabalho em altura e não fornecimento de vestimentas de trabalho.

  De acordo com o relatório, o alojamento estava não tinha armários e nem locais para guardar os pertences dos trabalhadores, razão pela qual os objetos ficavam “junto de ferramentas, em cima da cama, no chão, em todo lugar, deixando o ambiente desorganizado, sujo e ainda mais exposto à proliferação de insetos. Além disso, ao não ter onde deixar os pertences, os trabalhadores não possuíam a segurança de ter um local onde pudessem guardar seus objetos e ficavam sujeitos a furto”.

  Os trabalhadores precisavam improvisar leitos com tábuas e tijolos para dormir. As roupas de cama existentes foram todas adquiridas pelos próprios trabalhadores. Como não havia lavanderia, eles lavavam suas roupas no chuveiro e as penduravam em varais e também em fios improvisados da instalação elétrica.

  A água fornecida era de um poço artesiano, cuja potabilidade não foi atestada.

  Para a Justiça do Trabalho, as situações não apenas atentam contra disposições normativas regulamentadoras do ambiente de trabalho, mas também contra a dignidade, integridade, liberdade e à própria vida dos trabalhadores.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Estado

Acidente

Menor pega carro escondido dos pais e morre após sofrer acidente em MT

Um adolescente de 14 anos morreu na noite dessa quarta-feira (21) após se envolver em um grave acidente de trânsito, na BR-174, na cidade de Pontes e Lacerda-MT.

22 de Outubro de 2020 as 08h59

Flagrante

Mulher é presa em flagrante após tentar matar homem de 23 anos em Mato Grosso

Uma mulher de 26 anos foi presa e autuada em flagrante nesta quarta-feira (21), em Alta Floresta (803 km ao norte de Cuiabá) por homicídio tentado praticado contra um rapaz de 23 anos.

22 de Outubro de 2020 as 08h51

Parcelamento

Projeto em Mato Grosso prevê parcelamento nas taxas de cartórios através do cartão de crédito

Hoje, em Mato Grosso, os pagamentos em cartório são feitos em dinheiro.

21 de Outubro de 2020 as 14h47

Acidente

Homem tira o cinto de segurança e morre após acidente de carro em Mato Grosso

O fato ocorreu na MT-010 em São José do Rio Claro.

21 de Outubro de 2020 as 13h39

Campanha

Projeto prevê campanhas para prevenir acidentes com garis e catadores de materiais recicláveis em MT

O descarte inadequado de materiais perfurocortantes tem sido causa de lesões graves em catadores e coletores profissionais de resíduos sólidos no estado de Mato Grosso.

21 de Outubro de 2020 as 13h30

Finalistas

Estudantes da Arena da Educação são finalistas da 12ª Mostra Estadual de Ciências, Tecnologia e Inovação

Entre os projetos está uma barra de cereais para atletas; estatísticas voltadas para o basquete e conteúdo digital para esportes direcionados a professores de educação física

21 de Outubro de 2020 as 13h28

Vacina

Vacina contra a Covid-19 chega em Mato Groso em janeiro de 2021

O governador Mauro Mendes confirmou que Mato Grosso receberá o primeiro lote de vacinas contra a covid-19 em janeiro de 2021.

21 de Outubro de 2020 as 13h12

Volta às Aulas

Mato Grosso: Maioria dos prefeitos são contra volta às aulas

Levantamento aponta que a maioria dos prefeitos não concorda com o retorno das aulas

21 de Outubro de 2020 as 13h03

Desaparecimento

Desaparecimento de menino de 6 anos completa um ano em MT; polícia diz que caso é complexo

O menino desapareceu no dia 20 de outubro do ano passado.

20 de Outubro de 2020 as 12h45

Estupro

Idoso de 72 anos é preso após estuprar a sobrinha de 12 em Mato Grosso

Em uma ação rápida da Polícia Civil de Poxoréu (251 km ao sul de Cuiabá), um homem suspeito de estupro de vulnerável contra a sobrinha de 12 anos teve o mandado de prisão preventiva cumprido pelo crime.

20 de Outubro de 2020 as 12h43

Confronto

Homem morre após confronto com a Polícia Militar em Tangará da Serra

Informações dão conta de que o suspeito foi alvejado com dois tiros no peito.

20 de Outubro de 2020 as 12h22

Estupro

Homem que estuprou criança de 5 anos é preso no interior de Mato Grosso

O suspeito é pai da irmã mais velha da vítima e aproveitou a necessidade de apoio da ex-companheira para estabelecer um convívio maior com a menina.

20 de Outubro de 2020 as 12h09

Acidente

Acidente na MT-010 deixa um morto e dois feridos, nesta segunda-feira (19)

Um grave acidente de trânsito na MT-010, entre São José do Rio Claro-MT e Diamantino-MT, deixou uma pessoa morta e outras duas feridas.

19 de Outubro de 2020 as 17h22

Drone

Dupla tenta descarregar três celulares na Penitenciária de Rondonópolis e é presa

Os dois homens utilizaram um drone para acoplar os aparelhos

19 de Outubro de 2020 as 14h13

Ano Letivo

Alunos de Mato Grosso podem ter que refazer série

A secretária estadual de Educação, Marioneide Kliemaschewsk afirmou que planeja retomar aulas presenciais no dia 1º de fevereiro de 2021.

19 de Outubro de 2020 as 13h33

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO