Gospel

Igreja Universal é condenada a pagar R$ 300 mil para vítima de estupro

Auxiliar de pastor foi condenado a mais de 10 anos de prisão

Vitima de Estupro | 25 de Outubro de 2016 as 09h 28min
MT Agora - G1

A Justiça do Tocantins condenou a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) a pagar R$ 300 mil como indenização a uma vítima de estupro. O caso ocorreu em 2011, quando a vítima tinha 13 anos, mas só agora saiu a sentença. A decisão do juiz Océlio Nobre, da Comarca de Guaraí é o ponto final ao processo aberto pelo pai da jovem.

O acusado do crime, que não teve o nome divulgado, foi condenado penalmente e cumpre pena de 10 anos de reclusão. Ele era auxiliar do pastor da igreja em Guaraí, região central do estado.

A defesa da igreja alega que o estuprador não liderava a congregação, sendo apenas um membro, sem possuir uma função definida pela estrutura hierárquica da denominação. Sendo assim, não possuía qualquer vínculo com a instituição.

Para o magistrado que julgou o caso, ainda que não existam documentos comprovando que o autor era representante da igreja, ele se apresentava assim e sua atuação diária fazia os membros crerem que ele agia em nome da instituição.

“O que importa é a forma como ele se apresentava perante a comunidade de fiéis, seu prestígio dentro da Igreja, que propiciou o ambiente para tornar a vítima presa e ele o algoz”, argumenta Nobre.

Segundo seu entendimento, foi a condição de “pastor auxiliar” que fez tanto a vítima quanto sua família confiarem nele. O réu conheceu a menina no grupo de jovens pelo qual era responsável.

A compreensão do juiz é que o valor da indenização pode ser pago pela IURD e que isso, além de reparar o dano sofrido pela adolescente, fará a igreja reforçar “a vigília em defesa da confiança social da qual desfruta, exigindo de seus prepostos fáticos maior respeito”.

Em nota, a assessoria de imprensa da instituição disse apenas que “Igreja Universal do Reino de Deus não concorda com o teor da decisão do juiz e recorrerá da sentença ao Tribunal de Justiça do Tocantins.”

Entenda o caso

Conforme o processo que foi julgado, o réu conheceu a menina na igreja. Ele liderava um grupo de jovens da qual ela participava. Eles tiveram um relacionamento, mas a família não sabia. Ele se encontraram às escondidas na igreja e na escola.

O relato à Justiça dá conta que o denunciado teve relações sexuais duas vezes com a adolescente – em Guaraí (TO) e Teófilo Otoni (MG). Foi para a cidade mineira que os dois fugiram na época com receio do pai não aceitar o relacionamento. A jovem hoje tem 18 anos.

Em 2014, o homem que se apresentava como auxiliar de pastor foi condenado a 10 anos e oito meses de prisão. Por um pedido feito por ele mesmo, cumpre pena em Teófilo Otoni.

COMENTARIOS

Mais de Gospel

Absurdo

PM prende homem que bateu em mulheres para ''evangelizá-las'' em MT

O caso aconteceu na tarde desta sexta (13)

15 de Julho de 2018 as 01h10

Marcha Para Jesus

Sorriso: Organizadores do ''Marcha Para Jesus'' esperam reunir mais de 2 mil pessoas neste sábado

Caminhada sairá da Brescansin e segue até à Praça das Fontes

06 de Julho de 2018 as 19h42

Intolerância Religiosa

Mulher apanha de companheiro por ter se tornado evangélica em Mato Grosso

O caso aconteceu na noite dessa quarta-feira (4) em Várzea Grande (MT).

06 de Julho de 2018 as 16h41

Evento

Show gospel com Fernandinho em comemoração aos 30 anos de Nova Mutum será nesta terça-feira

A programação das comemorações é organizada pela prefeitura.

02 de Julho de 2018 as 16h45

Pesquisa

30% dos cristãos compartilham sua fé nas redes sociais, alcançando incrédulos, diz pesquisa

O relatório mostrou que 28% dos entrevistados cristãos relataram compartilhar sua fé com não-cristãos nas redes sociais, assim como 58% dos entrevistados não-cristãos relataram que haviam recebido alguma manifestação de fé no mesmo ambiente.

01 de Julho de 2018 as 00h27

Intolerância Religiosa

Traficantes assassinam pastor que usava a Bíblia para combater a criminalidade

O fato entrou para a estatística de violência contra os cristãos no México, algo cada vez mais frequente e alarmante, o que fez a organização Portas Abertas incluir o país na posição número 39º na lista de perseguição religiosa 2018.

01 de Julho de 2018 as 00h22

Veja Mais
Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Sábado

Lucas do Rio Verde, MT

Tempo limpo

22º

COTAÇÃO