Compromisso

Bolsonaro diz que vai indicar Moro para vaga no STF

Em entrevista, presidente disse que tem compromisso com o ministro, caso Moro queira ocupar a vaga

13 de Maio de 2019 as 10h 06min

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste domingo (12), que pretende indicar o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, Bolsonaro disse que firmou compromisso com o ministro e que vai honrar o que foi acertado, caso Moro queira ocupar a vaga e se for aprovado em sabatina no Senado.

“A primeira vaga que tiver, eu tenho esse compromisso com o Moro e, se Deus quiser, cumpriremos esse compromisso", disse Bolsonaro.

A Corte tem 11 ministros. A indicação dos integrantes é de competência do presidente da República, mas o nome deve passar por sabatina no Senado. A próxima vaga no tribunal deve ser aberta em novembro do ano que vem, quando se aposentará, aos 75 anos, o decano da Corte, ministro Celso de Mello.

“Eu fiz um compromisso com ele porque ele abriu mão de 22 anos de magistratura. Eu falei: a primeira vaga que tiver lá, vai estar a sua disposição", disse Bolsonaro.

"Obviamente ele teria que passar por uma sabatina no Senado. Eu sei que não lhe falta competência para se aprovado lá. Mas uma sabatina técnico-política, tá certo? Então, eu vou honrar esse compromisso com ele, caso ele queira ir para lá. Ele seria um grande aliado não do governo, mas dos interesses do nosso Brasil dentro do STF, declarou o presidente.

Ainda no ano passado, logo após a vitória nas urnas, Bolsonaro afirmou em entrevista ao Jornal Nacional que pensava em convidar Sérgio Moro para assumir vaga no STF.

Reforma da Previdência
O presidente disse acreditar que a “maioria dos parlamentares” vai dar o “devido apoio” para reforma da Previdência que está em tramitação na Câmara dos Deputados.

A proposta de emenda à Constituição (PEC) que mexe nas regras de aposentadoria já foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara e agora está em discussão em comissão especial. A reforma é considerada pelo governo federal como uma das principais medidas para recuperar as contas públicas.

"Acredito que a maioria dos parlamentares vão nos dar o devido apoio por ocasião dessa reforma que precisa ser feita. É como uma vacina. Tem que dar vacina no moleque, se não ele pode ter um problema mais grave lá na frente. A grande vacina no momento é a nova Previdência", afirmou o presidente.

O presidente reconheceu que muitas medidas do governo dependem de aprovação da Câmara e do Senado, como a própria reforma da Previdência.

"Eu acho que a gente pode fazer, nós estamos fazendo o possível, muitas medidas tomadas, em grande parte, dependemos da Câmara e do Senado. Eu conheço a sensibilidade deles [dos parlamentares] porque fiquei 28 anos lá dentro [do Congresso]. Muita gente já tem consciência do que tem que ser fazer. Não todos, mas a maioria sabe o que tem ser feito e nós vamos buscar atingir esse objetivo, obviamente com Câmara e Senado ao nosso lado", disse Bolsonaro.

Pacote anticrime
Para Bolsonaro, o pacote anticrime, proposto pelo ministro Sérgio Moro, já deveria ter sido discutido e votado. O projeto que propõe mudanças na legislação penal e processual penal, para reforçar o combate ao crime organizado, à corrupção e à violência foi apresentado ao Congresso em fevereiro.

"No meu entender já deveria ter sido discutido e votado esse tema. Tá demorado a tramitação disso lá", disse o presidente.

A proposta está sob análise de um grupo de trabalho criado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O colegiado tem até 90 dias para dar um parecer.

“Ele é o dono da pauta na Câmara [Rodrigo Maia] e o Davi Alcolumbre no Senado. E essa bola essa bola tá com eles. Eu não posso chegar e fazer essa exigência ao Rodrigo Maia”, declarou Bolsonaro.

Coaf
O presidente comentou, ainda, decisão de comissão do Congresso de transferir o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Justiça para o Ministério da Economia.

A comissão aprovou na última quinta-feira (9) o relatório da medida provisória (MP) da reforma administrativa. Texto pode sofrer novas alterações quando for à votação nos plenários da Câmara e do Senado.

O Coaf é uma unidade de inteligência financeira do governo federal que atua principalmente na prevenção e no combate à lavagem de dinheiro (crime que consiste na prática de disfarçar dinheiro de origem ilícita).

Bolsonaro sugeriu que caso a mudança não seja revertida em votação no plenário não haverá prejuízo ao trabalho do conselho.

"Vamos supor que vá lá pro Paulo Guedes, ministro da Economia, vai ter uma linha direta com o ministério da Justiça. Nossos ministros conversam entre si. [...] O Moro precisando de informações vai ter essas informações. O moro com toda certeza, como ele conversa e se dá bem com o Paulo Guedes, vai ter gente indicada por ele dentro do Coaf", afirmou Bolsonaro.

O presidente defendeu, no entanto, que o Coaf tenha "limitações" e não pode "vazar" informações "ao arrepio da lei".

"O Coaf é importante. Agora, o Coaf tem que ter suas limitações. Não pode vazar. Não pode vazar como fez no ano passado. Vazou muita coisa ao arrepio da lei. A gente pode não gostar da lei no tocante a isso, mas se infringi-la, alguém tem que pagar o pato no tocante a isso ai", declarou. "O coaf é um órgão de assessoramento; não é de investigação", disse.

     


Fonte: G1

COMENTARIOS

Mais de Judiciário

Decisão

Ex-deputado é condenado a mais 21 anos de prisão e deve devolver quase R$ 5 milhões aos cofres públicos em MT

A condenação é relativa à Operação Arca de Noé, deflagrada em 2003, na qual Bosaipo já havia sido condenado a 28 anos de prisão em regime fechado pelos crimes de lavagem de dinheiro e desvio de recursos públicos.

18 de Maio de 2019 as 17h01

Agilidade

MPE pede rapidez em perícia de material apreendido com grupo acusado de sonegar mais de R$ 140 milhões em MT

Caberá à Perícia Oficial do Estado efetuar o espelhamento do material apreendido para atestar a autenticidade das provas obtidas.

18 de Maio de 2019 as 16h56

Estagiários

Tribunal de Justiça abre processo seletivo de cadastro reserva para estagiários

Os estagiários terão direito a uma bolsa-auxílio, no valor de R$ 920,84 para estudantes de nível superior e no valor de R$ 736,68, para estudantes de nível médio.

17 de Maio de 2019 as 09h46

Processo do Sítio de Atibaia

Sentença que condenou Lula no processo do sítio de Atibaia chega ao TRF-4

Ex-presidente foi condenado a 12 anos e 11 meses em primeira instância. É a segunda condenação dele na Lava Jato. Lula já cumpre pena no caso do triplex do Guarujá.

16 de Maio de 2019 as 20h38

Lava Jato

Justiça do Paraná manda prender ex-ministro José Dirceu para cumprimento de pena na Lava Jato

Determinação foi feita após o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) negar um recurso da defesa, que pedia prescrição da pena de 8 anos e 10 meses.

16 de Maio de 2019 as 20h33

Regime Semiaberto

Justiça autoriza ex-governador de MT condenado por corrupção a cumprir pena em regime semiaberto

Decisão é do juiz Geraldo Fernandes Fidelis Neto, da 2ª Vara Criminal de Cuiabá. Silval Barbosa foi condenado a 13 anos de prisão e cumpria a pena em regime domiciliar diferenciado.

16 de Maio de 2019 as 10h44

Títulos de Eleitores

TRE-MT vai cancelar 7,5 mil títulos de eleitores que não fizeram revisão em 3 municípios

Nesses municípios o procedimento ocorreu de 03 de dezembro de 2018 a 29 de março deste ano. Ao todo, 7525 títulos serão cancelados.

16 de Maio de 2019 as 10h42

Julgamento

Justiça marca julgamento de acusada de matar mulher em Lucas do Rio Verde

No ano passado, a justiça decidiu que o casal deveria ir a julgamento por homicídio qualificado, cometido por motivo fútil, meio cruel, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima e contra mulher em razão de gênero

16 de Maio de 2019 as 10h26

Audiência de Custódia

Defensoria entra com HC coletivo contra audiências de custódia “à distância” em Sorriso

O juízo da referida vara criminal tem, sistematicamente, realizado audiência sem a presença física do custodiado e/ou magistrado,

15 de Maio de 2019 as 10h30

Entrância Especial

Após construção de nova sede, promotorias de Nova Mutum serão elevadas à Entrância Especial

Nova Mutum ganhará mais um Promotor de Justiça, elevando para quatro, o número de integrantes do Ministério Público na cidade

13 de Maio de 2019 as 21h22

Agrotóxicos

MP apura presença de 27 agrotóxicos que causam câncer e malformação fetal na água que abastece Cuiabá

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autoriza a utilização de 514 agrotóxicos no Brasil, mas somente 27 são monitorados e passíveis de serem identificados na água.

13 de Maio de 2019 as 21h10

Regime Aberto

MP dá parecer favorável para que ex-governador de MT cumpra pena em regime aberto

Silval Barbosa passou dois anos preso em regime fechado e há mais de um ano usa tornozeleira eletrônica e está em prisão domiciliar.

13 de Maio de 2019 as 21h08

Nova Sede

Prefeitura e Ministério Público definem nova sede para Lucas do Rio Verde

A nova sede será construída próximo à prefeitura, onde será implantada a Cidade Jurídica

07 de Maio de 2019 as 08h51

Denúncia Arquivada

Perri arquiva denúncia contra Zaque e manda apurar conduta do ex-governador

Em nota, Zaque ressalta que foi expressamente comprovado que a fraude fora articulada e executada no cerne daquele governo.

06 de Maio de 2019 as 10h25

Processo de Adoção

Judiciário faz campanha para agilizar processo de adoção de crianças e adolescentes

Nas 81 instituições espalhadas pelo estado tem 569 crianças e adolescentes e 75 delas estão disponíveis para adoção.

03 de Maio de 2019 as 09h47

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

Você acha que Bolsonaro está certo ao contingenciar verbas das Universidades federais?

Sim

Não

Não sei

Parcial
veja +

COTAÇÃO