Palestra

Busca de soluções para conflitos empresariais através da mediação e conciliação é foco de debate na sede da OAB

A ideia de convidar acadêmicos de direito, advogados, empresários e profissionais liberais para debater a necessidade de mediação de conflitos partiu da Associação Acadêmica Luverdense em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas. O evento acon

Por: Celso Ferreira | Expresso MT
04 de Setembro de 2019 as 15h 40min

A ideia de convidar acadêmicos, advogados, empresários e profissionais liberais para debater a necessidade de mediação de conflitos partiu da AAL - Associação Acadêmica Luverdense em parceria com a CDL - Câmara de Dirigentes Lojistas. O evento aconteceu no auditório da OAB na noite da última terça-feira, (03) e reuniu um bom público.

"Hoje Lucas do Rio Verde é formadora de mão de obra. Aqui temos várias instituições de ensino superiores e aproximadamente 400 acadêmicos se deslocam diariamente de Lucas do Rio Verde a Sorriso pra buscar qualificação profissional. E nada mais justo que em todas as áreas saber como resolver, como solucionar um problema e, acima de tudo, obter lucro com isso", explicou o presidente da AAL, jornalista Robson Alex, citando que a mediação surgiu como uma ferramenta que pode acelerar o fim de litígios, desobstruindo o Judiciário nacional.

O presidente da CDL, Petronílio de Souza, lembrou que a mediação está prevista em lei desde no ano de 2016, quando foi promulgada pelo governo federal. Ele lembrou que atualmente são muitos problemas existentes no comércio. De acordo com o presidente, em torno de 63 milhões de pessoas estão com os CPFs negativados no país. "Em Mato Grosso temos em torno de 1,4 milhão nessa condição. E a gente percebe que muitas vezes o comércio negativa e vai deixando ali, porque se judicializar além de demorar mais tempo também tem custo e aí vai deixando, acumulando", observou o presidente, destacando que a CDL é interessada em que essas questões sejam solucionadas, beneficiando o comércio. "Com certeza será mais um recurso que o empresário terá uma maneira mais simples de resolver essa questão de valores menores, que muitas vezes o empresário acha que não é possível levar ao Fórum que poderia ser solucionada por meio dessa mediação".

Para a advogada Djenane Nodari, ainda há um pouco de resistência na busca das mediações extrajudiciais. Ela explica que a OAB apoia essa ferramenta, por considerar fundamental para dar celeridade ao fim do litígio. "Nós sabemos, na atualidade, que há um acúmulo de processos, temos um poder judiciário um pouco que ineficiente em relação ao aparato, há pouco pessoal, muito processo, muita demanda e isso acaba abarrotando. E os métodos extrajudiciais de solução de conflito vêm a melhorar, um desafogamento e segurança para as partes que possam ter seus problemas resolvidos de uma forma mais tranquila e em tempo menor", analisou.

Em Sorriso, uma empresa está credenciada a fazer as mediações há três anos. Fabiana Freitas, responsável pela Mediate, as maiores demandas da empresa, que está habilitada também para atuar no âmbito judicial, são extrajudiciais. Ela citou que o objetivo do bate papo é mostrar que boa parte dos conflitos podem ser solucionados sem a necessidade de acessar o judiciário.  "Ainda são métodos relativamente novos no Brasil, novos em termos de legislação, apesar de muitos advogados e profissionais atuarem nesse processo de acordo, conciliações, buscando alternativas para solucionar seus conflitos de forma particular", comentou Fabiana, assinalando que os advogados que passam a utilizar a conciliação têm se mostrado satisfeitos com a iniciativa.

A advogada Rebeka Vieira atua em uma empresa que trabalha com mediação de conflitos. Ela destaca que a preocupação é orientar os operadores do direito sobre como e em que condições conduzir mediações de conflitos e de que forma os escritórios e clientes podem ser beneficiados com a prática. "A nossa intenção é trazer essa perspectiva aos advogados, mostrando de que forma eles podem estar atuando e utilizar a mediação de conflitos como uma nova forma de resolução para os conflitos. Que a gente saia daquele paradigma que é só o Judiciário e oferecer outras possibilidades aos nossos clientes que nos buscam como solucionadores de conflitos", pontuou.

Na era da informação em tempo real e trabalhando contra o tempo, a possibilidade de mediação e solução de conflito pode, sim, gerar lucros às partes envolvidas.


Advogada, Rebeka Vieira, a preocupação é orientar os operadores do direito sobre como e em que condições conduzir mediações de conflitos e de que forma os escritórios e clientes podem ser beneficiados com a prática
Advogada, Djenane Nodari, OAB apoia essa ferramenta, por considerar fundamental para dar celeridade ao fim do litígio
Mediate, Fabiana Freitas, as maiores demandas da empresa, que está habilitada também para atuar no âmbito judicial, são extrajudiciais
Presidente da AAL, Robson Alex, cita que a mediação surgiu como uma ferramenta que pode acelerar o fim de litígios, desobstruindo o Judiciário nacional.
Presidente da CDL, Petronílio de Souza, lembrou que a mediação está prevista em lei desde o ano de 2016

COMENTARIOS

Mais de Judiciário

Decisão STF

Após decisão do STF, Justiça manda soltar ex-governador de Minas

10 de Novembro de 2019 as 15h20

Pesquisa

Pesquisa: 56% discordam de decisão do STF que soltou ex-presidente Lula

Instituto Realtime Big Data entrevistou 1.200 pessoas entre sexta (8) e sábado (9); levantamento tem margem de erro de 4% e nível de confiança de 95%

10 de Novembro de 2019 as 15h05

TCE

Candidato único, Maluf é eleito presidente do Tribunal de Contas de MT

Ele assume o órgão no lugar de Gonçalo Domingos de Campos Neto.

06 de Novembro de 2019 as 09h09

Dívida

Justiça determina bloqueio de quase R$ 3 milhões do estado por dívida com hospital de Sinop (MT)

Dívida se refere a serviços prestados pela unidade, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

06 de Novembro de 2019 as 08h59

Paternidade

Justiça determina que homem que se recusou a fazer exame de DNA assuma paternidade de criança em MT

Para os desembargadores, o fato do homem não ter comparecido para a realização do exame e também não ter pago o procedimento induz a presunção da paternidade.

14 de Outubro de 2019 as 07h26

Produção Agrícola

Embargos são suspensos e acordo regulariza a produção agrícola em terras indígenas de MT

Índios Paresi devem cultivar 3,5 mil hectares com soja. Povos indígenas também devem investir em lavouras de segunda safra.

02 de Outubro de 2019 as 07h23

Pagamento de Servidores

Justiça encontra dinheiro em contas de prefeitura e determina pagamento de servidores em MT

A Prefeitura de Santo Antônio do Leverger anunciou em agosto que escalonaria o salário dos servidores.

02 de Outubro de 2019 as 07h22

Arquivado

Corregedoria do MP-MT arquiva investigação contra procurador citado em investigação de grampos

A conclusão da sindicância investigativa foi de que não há justa causa para instauração de processo disciplinar administrativo contra o procurador Paulo Prado.

02 de Outubro de 2019 as 07h20

Justiça Federal

Justiça Federal derruba liminar que devolvia terra a índios em MT

A área que fica no Distrito de Jarudore, em Poxoréu, tem cerca de 4 mil hectares.

25 de Setembro de 2019 as 14h38

Investimento

Justiça solta um dos acusados de envolvimento em chacina que deixou 9 mortos em MT

Os desembargadores da Primeira Câmara Criminal entenderam que não há razão para manter Paulo Neves Nogueira preso.

25 de Setembro de 2019 as 14h30

Força-tarefa

Força-tarefa da Defensoria revisa processos de 722 presos da Penitenciária Central de MT para correções

Defensores já analisaram 243 processos e protocolaram 73 petições pedindo a correção da data base do cálculo das penas, questionam ausência de remição de pena e pedem unificação e progressão de pena.

20 de Setembro de 2019 as 17h38

Judiciário

TCE considera que Prefeitura de Chapada prestou contas, que serão analisadas

Por maioria, acompanhando o voto revisor do conselheiro Guilherme Antônio Maluf, o Pleno do Tribunal de Contas de Mato Grosso considerou que a Prefeitura de Chapada dos Guimarães prestou contas referente ao exercício de 2017

18 de Setembro de 2019 as 16h38

Judiciário

Reeducandas de Cuiabá iniciam capacitação em produção de flores tropicais

Colocar as mãos na terra, sentir o vento e o sol no rosto, molhar plantas foram as experiências da reeducanda D.F.S, 20 anos, na manhã desta quinta-feira (12), no Presídio Feminino de Cuiabá, Ana Maria do Couto May, em Cuiabá.

12 de Setembro de 2019 as 17h20

Judiciário

Servidores recebem capacitação especial sobre segurança institucional e autodefesa

Atitudes simples, que muitas vezes passam despercebidas no dia a dia, podem evitar grandes prejuízos e até salvar vidas.

11 de Setembro de 2019 as 15h25

Judiciário

Arenápolis divulga gabarito preliminar de seleção de nível médio

A Comarca de Arenápolis (235 km a oeste da Capital) torna público o gabarito preliminar da prova.

10 de Setembro de 2019 as 16h51

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

Qual é sua opinião sobre o trancamento da pauta pela Câmara de Vereadores de Lucas do Rio Verde?

A Favor

Contra

Parcial
veja +

COTAÇÃO