Judiciário

Defesa de Lula pede para STF retirar caso do sítio de Atibaia da Justiça Federal do Paraná

Para advogados, caso não tem relação com investigações da Lava Jato. Pedido foi apresentado antes de sair a condenação do ex-presidente no processo.

Operação Lava Jato | 07 de Fevereiro de 2019 as 16h 44min
Fonte: Luiz Felipe Barbiéri | G1

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF) na quarta-feira (6) um pedido para retirar da Justiça Federal do Paraná a ação penal que apura se ele recebeu propina por meio da reforma de um sítio em Atibaia (SP).

O ex-presidente foi condenado nesta ação também na quarta-feira (6), a 12 anos e 11 meses por corrupção e lavagem de dinheiro. No entanto, a manifestação da defesa ao STF foi feita antes de sair a condenação.

Os advogados de Lula pediram ainda que as decisões tomadas pela 13ª Vara Federal de Curitiba em relação ao caso sejam anuladas. A relatora do pedido é a ministra Cármen Lúcia.

A defesa quer que prevaleça decisão do STF que já retirou de Curitiba trechos de delações premiadas que fazem menção a fatos investigados no processo do sítio, por não haver conexão com as irregularidades investigadas na Petrobras. Essa conexão, ainda conforme a defesa, seria determinante para a manutenção do processo na 13ª Vara Federal de Curitiba, responsável pela Lava Jato.

“É dizer: se há qualquer fato ensejador da tutela penal envolvendo o célebre sítio de Atibaia/SP, que a sua apuração tome lugar perante o órgão constitucionalmente competente, conforme as decisões proferidas por esta Corte Suprema nos petitórios supramencionados”, escreveu a defesa.

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

COTAÇÃO