Judiciário

Deputado preso suspeito de liderar esquema de fraude no Detran tem habeas corpus negado pelo TJMT

Mauro Savi (DEM) está preso desde o dia 9 deste mês. Esquema investigado que teria desviado cerca de R$ 30 milhões do Detran.

Habeas corpus negado | 25 de Maio de 2018 as 10h 23min
MT Agora - G1

Por maioria, o Pleno do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) negou nessa quinta-feira (24) o pedido de habeas corpus ao deputado estadual Mauro Savi (DEM), que está preso desde o dia 9 deste mês suspeito de integrar um esquema de desvio de dinheiro do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran).

Relator do recurso, o desembargador José Zuquim Nogueira argumentou que Mauro Savi deve continuar preso para garantia da ordem pública. Ele negou o recurso de Savi. Outros dezesseis desembargadores votaram pela manutenção da prisão e dois pela soltura.

O desembargador Marcos Machado pediu vistas e outros dois vão esperar. O Pleno do TJMT tem 10 dias para retomar o julgamento.

O deputado foi preso na segunda fase da “Operação Bereré”, do Grupo Especial de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco). O esquema investigado que teria desviado cerca de R$ 30 milhões do Detran.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Terça Feira

Lucas do Rio Verde, MT

º

COTAÇÃO