Judiciário

Ex-governador de MT é ouvido em processo da CGE sobre supostas irregularidades em contratos para manutenção de estradas

Silval Barbosa (MDB) foi ouvido nesta terça-feira (3) na sede da CGE, em Cuiabá. O órgão investiga supostas fraudes em contratos com empresas de terraplanagem e construção.

Processo No CGE | 03 de Julho de 2018 as 21h 55min
MT Agora - G1 MT

Silval Barbosa (MDB) prestou depoimento à CGE (Foto: Lislaine dos Anjos/G1)

O ex-governador de Mato Grosso, Silval Barbosa (MDB), prestou depoimento nesta terça-feira (3), na sede da Controladoria Geral do Estado (CGE), em Cuiabá. A oitiva faz parte de um processo instaurado pelo órgão para apurar supostas irregularidades em contratos entre a antiga Secretaria Estadual de Pavimentação Urbana (Setpu) e empresas de terraplanagem e construção de estradas.

De acordo com a CGE, os contratos com a Trimec Construções e Terraplenagem Ltda e a Strada Construtora e Incorporadora Ltda foram firmados em 2011, período em que Silval era governador.

Por meio de uma auditoria, a atual gestão apontou diversas irregularidades nos acordos, além de constatar o não cumprimento das cláusulas, por parte das empresas.

Ainda de acordo com a CGE, trechos da deleção de Silval, firmada com o Superior Tribunal de Justiça (STF), reafirmam divergências nos contratos e o uso do programa de manutenção de estradas para desvio de recursos públicos.

A fiscalização constatou que poucos meses após a licitação, os contratos foram aditivados, permitindo o aumento dos valores contratados com as prestadoras de serviço, desconsiderando assim os critérios usados no certame.

Em janeiro, Silval já havia prestado depoimento ao órgão sobre fraudes durante a gestão dele. Essa, entretanto, é primeira vez que ele é ouvido sobre os desvios na Setpu.

Segundo a CGE, as empresas citadas já apresentaram as defesas.

O porta-voz da Strada afirmou ao G1 que a empresa não interrompeu os serviços e negou os aditivos para aumentar o valor dos contratos firmados com o governo Silval Barbosa.

G1 entrou em contato com a Trimec Construções por telefone, mas não obteve resposta.

O processo foi instaurado em nível administrativo e, ao final, caso as irregularidades sejam comprovadas, os contratos podem ser rescindidos.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Segunda Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Tempo nublado

27º

COTAÇÃO