TelexFree

Juíza manda Telexfree devolver R$ 6,1 mil a moradora de Cuiabá

Mulher pagou US$ 1,3 mil na compra de kits da empresa, que teve as atividades suspensas no Brasil

Fonte: Jad Laranjeiras | Mídia News
23 de Abril de 2019 as 22h 02min

A juíza Sinii Savana Bosse Saboia Ribeiro, da 8ª Vara Cível de Cuiabá, condenou a empresa Ympactus Comercial Ltda. (Voip 99 Telexfree) a ressarcir uma mulher em R$ 6,1 mil, após ela investir US$ 1.375 na compra de produtos da empresa, que teve as atividades suspensas no Brasil pela Justiça.

A decisão foi publicada no dia 14 de abril. Na ação,  R.M.B.C.M. relatou que fez negócio com a Telexfree, comprando vários kits na modalidade “ADCentral”.

No total, R. disse que o valor investido na compra dos produtos da empresa totalizavam R$ 6,1 mil.

A Telexfree oferecia os produtos como “marketing multinível”, com lucros fáceis, mas o Ministério Público do Acre denunciou a empresa pelo crime de “pirâmide financeira” em 2013.

Naquele mesmo ano, a Justiça suspendeu as atividades da empresa no Brasil e, em razão disso, a mulher relatou não ter recebido nenhum retorno do valor que investiu.

Além da devolução do dinheiro, R. também pediu para ser indenizada por danos morais.

Em resposta, a Telexfree argumentou que a ação movida pelo mulher deveria ser suspensa, em razão da ação movida pelo Ministério Público, que culminou na suspensão das funções da empresa em todo o País.

Inadimplência contratual
Para o juíza Sinii Savana, a ação deixou demonstrado o inadimplemento contratual por parte da empresa, fato confessado pela própria.

“Nesse ponto, mostra-se demonstrado o inadimplemento contratual da ré, porquanto resta incontroverso que a Telexfree deixou de cumprir sua obrigação contratual, tanto é que ela mesma, tentando justificar o descumprimento, agarra-se ao teor da decisão judicial acreana”.

Desta forma, segundo a magistrada, a empresa tem a obrigação de ressarcir os valores investidos pela mulher.

“Logo, cabível a condenação da ré para que proceda a restituição dos valores dispendidos pelo autor, consistente na devolução do valor pago de R$ 6.113,25, tendo em vista que restou comprovado nos autos (fls. 42/47) que a requerente realmente aderiu ao plano proposto pela instituição requerida, no entanto, não recebeu nem os produtos que adquiriu tampouco a renda mensal pretendida”, determinou.

Já em relação ao pedido de danos morais, a magistrada entendeu que não é cabível.  

“No que tange aos danos morais, entendo que a parte autora assumiu o risco do negócio ao contratar com a requerida objetivando lucros fáceis, de modo que deve arcar com o ônus de sua escolha por ausência de cautela ao contratar”.

“Além disso, verifico não há nos autos qualquer elemento probatório suficiente para demonstrar a ocorrência dos danos morais sofridos pela parte autora, afastando a possibilidade de acolher a pretensão indenizatória”, disse.

Polêmica judicial
O Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC) determinou a suspensão dos serviços da Telexfree em junho de 2013, por prática de “pirâmide financeira”.

A empresa foi acusada por obter ganhos ilícitos, mediante processo fraudulento e disfarce de marketing multinível.

De acordo com as investigações, a Telexfree teria criado um sistema na qual cada novo integrante comprava um “pacote” que remunerava os demais membros acima na cadeia.

Esse novo integrante obtia lucros recrutando outras pessoas para o esquema.

Atualmente, a empresa é investigada pelo Ministério Público Federal (MPF) com mais 80 empresas, por suspeita de aderir à pirâmide financeira envolvendo mais de 1 milhão de pessoas.


COMENTARIOS

Mais de Judiciário

Judiciário

Reeducandas de Cuiabá iniciam capacitação em produção de flores tropicais

Colocar as mãos na terra, sentir o vento e o sol no rosto, molhar plantas foram as experiências da reeducanda D.F.S, 20 anos, na manhã desta quinta-feira (12), no Presídio Feminino de Cuiabá, Ana Maria do Couto May, em Cuiabá.

12 de Setembro de 2019 as 17h20

Judiciário

Servidores recebem capacitação especial sobre segurança institucional e autodefesa

Atitudes simples, que muitas vezes passam despercebidas no dia a dia, podem evitar grandes prejuízos e até salvar vidas.

11 de Setembro de 2019 as 15h25

Judiciário

Arenápolis divulga gabarito preliminar de seleção de nível médio

A Comarca de Arenápolis (235 km a oeste da Capital) torna público o gabarito preliminar da prova.

10 de Setembro de 2019 as 16h51

Fórum Sinop

OAB rebate críticas de deputado referente a construção de novo Fórum em Sinop, Sorriso e Lucas do Rio Verde

A falta de espaço é tamanha que obrigou o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) a alugar imóvel particular para abrigar o arquivo do Fórum

10 de Setembro de 2019 as 13h39

Insanidade

Justiça autoriza exame de insanidade mental de sobrinho que matou tia e arrancou o coração dela em Sorriso

Tia foi morta a facadas pelo sobrinho no dia 2 de julho, em Sorriso. Sobrinho arrancou o órgão e o entregou para a filha da vítima.

10 de Setembro de 2019 as 13h32

Judiciário

Judiciário mato-grossense alerta para a necessidade de discutir sobre a prevenção ao suicídio

A sede do Poder Judiciário de Mato Grosso, o prédio do Tribunal de Justiça, está iluminada com a cor amarela

09 de Setembro de 2019 as 15h55

Judiciário

Poder Judiciário reduz consumo de energia elétrica com medidas de conscientização

Garantir a melhor utilização da energia elétrica através de medidas que promovam o seu uso racional

09 de Setembro de 2019 as 15h48

Investigação

MP denuncia 5 oficiais da PM por suposta organização criminosa, falsidade ideológica e fraude processual em MT

Foram denunciados o 2º tenente da PM Cleber de Souza Ferreira, o tenente PM Thiago Satiro Albino, o tenente coronel PM Marcos Eduardo Ticianel Paccola, o tenente coronel PM Sada Ribeiro Ferreira e o 3º sargento PM Berison Costa e Silva.

05 de Setembro de 2019 as 15h53

Patente de Soja

Justiça determina que Bayer deposite R$286 mi em processo sobre patente de soja

Processo começou em 2017 e é focado em produtores que afirmam que a patente deve ser cancelada devido à 'falta de inovações tecnológicas significativas'.

05 de Setembro de 2019 as 15h46

Palestra

Busca de soluções para conflitos empresariais através da mediação e conciliação é foco de debate na sede da OAB

A ideia de convidar acadêmicos de direito, advogados, empresários e profissionais liberais para debater a necessidade de mediação de conflitos partiu da Associação Acadêmica Luverdense em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas. O evento acon

04 de Setembro de 2019 as 15h40

Judiciário

Mutirão Fiscal de Tangará da Serra obtém mais de R$ 3 milhões em acordos

Mais de R$ 3 milhões foram negociados em acordos pré-processuais e processuais durante os cinco dias de mutirão, entre 26 e 30 de agosto.

03 de Setembro de 2019 as 15h16

Palestra

OAB/LRV sedia nesta terça-feira bate papo com tema ‘Acordos que geram lucros’

o evento também tem um objetivo solidário. Participando do bate-papo, a pessoa estará ajudando o Lar Bom Samaritano, uma vez que o ingresso é apenas 01 kg de alimento não perecível.

03 de Setembro de 2019 as 09h19

Multa Suspensa

OAB-MT consegue suspender multa aplicada a advogada que não compareceu à audiência por motivos de saúde

Na ocasião, o magistrado decretou abandono de causa e aplicou multa de dez salários mínimos e o bloqueio imediato desses valores na conta bancária da profissional da advocacia.

01 de Setembro de 2019 as 22h30

Julgamento

Dupla investigada por morte de mulher em 2017 vai a júri e são condenados

Os autores do crime utilizaram um facão para desferir diversos golpes, que resultaram na morte da mulher.

28 de Agosto de 2019 as 22h55

Julgamento

Casal é condenado pela morte de mulher em 2017 em Lucas do Rio Verde

ilberto foi condenado a 14 anos de prisão e Madalena a 9 anos de reclusão.

28 de Agosto de 2019 as 20h25

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

Quem é o maior responsável pelas queimadas em Mato Grosso?

A população

As autoridades públicas

Os órgãos ambientais

O clima

Parcial
veja +

COTAÇÃO