Juiz Baleado

Juiz baleado por réu diz que falta segurança em fóruns de MT e confessa que tem medo

O juiz Carlos Eduardo de Moraes diz que a magistratura, de forma geral, se sente insegura.

04 de Outubro de 2018 as 16h 41min

Juiz Carlos Eduardo de Moraes diz que tem flashes de memria sobre o momento do crime Foto: TVCA/Reproduo

O juiz Carlos Eduardo de Moraes, baleado no ombro dentro do Fórum de Vila Rica, a 1.276 km de Cuiabá, confessou que sente medo e que esse sentimento é frequente entre os magistrados. Ele explica que em Mato Grosso alguns fóruns são localizados em prédios antigos, sem segurança.

"É um medo sim que todos têm. A magsitratura inteira tem receio porque é complicado. A segurança é um ponto primordial para o exercício, independente de função e Mato Grosso, na verdade todo o Brasil, ainda tem que evoluir muito em segurança. O Poder Judiciário aqui em Mato Grosso tem uma peculiariedade de alguns fóruns serem bastante antigos, construídos fora de um contexto de segurança", afirmou o juiz.

Mesmo assim, o magistrado classificou o caso como um “fato isolado”.

Para ele, qualquer servidor público está sujeito a passar por esse tipo de situação.

“A gente sabe que esses infortúnios são da carreira de qualquer servidor público. Entramos em contato com as dificuldades do cidadão e cada um externa o seu problema de uma forma. Esse caso mesmo foi bastante isolado. Queremos reverter essa situação, dando mais prestação jurisdicional”, afirmou o magistrado.

O magistrado explicou que não se lembra claramente da tentativa de homicídio, que ocorreu na segunda-feira (1º).

“Nos finais de semana, eventualmente existem prisões em flagrante, e naquele dia havia duas prisões. Na troca de flagranteados, entrou na sala de audiência um advogado acompanhado do cliente e ocorreu o evento. O cliente tirou uma arma e apontou para mim, para o promotor, e aí foi uma cena dessas que a gente tem flashes de memória”, disse.

Conforme informações da Polícia Militar, Domingos Barros de Sá entrou no fórum, foi ao gabinete do magistrado armado com um revólver calibre 22 e ambos entraram em luta corporal.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, o suspeito era réu em uma ação por homicídio.

De acordo com a Polícia Civil, que investiga o caso, o suspeito entrou no fórum ao lado de seu advogado. Os dois foram em direção ao juiz e ao promotor, momento que o suspeito sacou uma arma de fogo e apontou na direção do juiz.

Um policial militar, que tinha ido buscar o próximo preso para audiência, chegou, sacou a arma de fogo e atirou contra o suspeito.

Volta ao trabalho

O juiz Carlos Eduardo de Moraes já retornou ao trabalho.

“Já estive no fórum, despachei e é vida que segue. O Ministério Público também, acredito, foi muito abalado com essa situação, e a própria OAB. São instituições voltadas para a garantia do povo e que precisam estar firmes e manter o seu propósito que é o de oferecer Justiça”, disse o juiz.


Fonte: TV Centro América

COMENTARIOS

Mais de Judiciário

Habeas Corpus De Lula

Segunda Turma do STF adia julgamento de habeas corpus de Lula

Com o adiamento, o processo só deverá voltar à pauta do colegiado em agosto, quando o tribunal voltar ao trabalho.

24 de Junho de 2019 as 23h14

Demarcação De Terras Indígenas

Mudança de demarcação de terras indígenas para Agricultura é suspensa

Ministro Barroso suspendeu trecho de MP que previa transferência.

24 de Junho de 2019 as 23h05

Mais Policiais

Após onda de homicídios MP entra com ação e quer mais de 60 PMs para Lucas do Rio Verde

A falta de policiais e estrutura como causa para o aumento da violência, com duas dezenas de homicídios registrados em 2019.

24 de Junho de 2019 as 16h04

Vagas Abertas

Comarca de Lucas do Rio Verde abre inscrições para agente comunitário da Justiça e Cidadania

A seleção terá validade de dois anos, sendo tacitamente prorrogado por igual prazo.

24 de Junho de 2019 as 07h21

Em Discução

TJ determina que governo e professores em greve façam uma audiência de conciliação

Decisão foi publicada na quarta-feira (19) junto com a negação ao pedido do Sintep para a suspensão do corte de pontos.

22 de Junho de 2019 as 16h40

Apoio Da Tecnologia

Tribunal de Justiça de Mato Grosso passa a fazer intimações pelo WhatsApp

A adesão para a intimação via WhatsApp é voluntária e deverá ser feita mediante preenchimento de termo de adesão.

22 de Junho de 2019 as 02h25

Vazamento De Mensagens

Força-tarefa da Lava Jato repudia o que chama de ''notícia falsa'' sobre novo diálogo atribuído a procuradores

Na conversa, segundo o Intercept, Deltan Dallagnol diz ter recebido orientação de Sérgio Moro sobre atuação de procuradora em audiência de processo de Lula.

22 de Junho de 2019 as 01h35

Caso Triplex

PGR se manifesta no STF contra pedido de Lula para anular ação penal

Raquel Dodge diz que não existe embasamento para suspeição de Moro.

22 de Junho de 2019 as 01h32

Pastor Executado

Justiça decreta prisão de filhos de deputada federal do Rio

Eles são suspeitos de matar marido da parlamentar

20 de Junho de 2019 as 22h45

Férias

Promotores e procuradores de MT não podem mais acumular férias e devem sair 2 meses por ano

Antes disso, os membros do MPE podiam usufruir das férias acumuladas de forma ininterrupta. Mudança também afeta quem optar por converter o período em pecúnia.

19 de Junho de 2019 as 07h44

Estágio

Ministério Público abre inscrição para estagiários em Lucas do Rio Verde

Para Lucas do Rio Verde serão disponibilizadas três vagas. Aprovados receberão salário mais benefícios.

17 de Junho de 2019 as 06h28

STF

Toffoli marca julgamento sobre porte de drogas e frete rodoviário

Prisão em segunda instância estão fora da pauta do segundo semestre

15 de Junho de 2019 as 17h44

Criminalização Da Homofobia

Supremo decide criminalizar a homofobia como forma de racismo

Por 8 votos a 3, os ministros entenderam que o Congresso não pode deixar de tomar as medidas legislativas que foram determinadas pela Constituição para combater atos de discriminação.

13 de Junho de 2019 as 23h21

Precaução

Estado suspende porte de arma de 6 agentes penitenciários

Entre as justificativas para a perda do porte estão disparo acidental e necessidade de tratamento psiquiátrico

13 de Junho de 2019 as 06h49

Invasão De Celular De Ministro

Ex-presidente de associação de procuradores trocou mensagem em aplicativo com pessoa que se identificou como hacker

Reportagem publicada pelo site da Revista ‘Época’ informa que hacker se passou por integrante do Conselho do Ministério Público e enviou áudio com conversa de procuradores. PF investiga invasão de hackers a celulares de procuradores.

12 de Junho de 2019 as 23h22

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

veja +

COTAÇÃO