Operação Sodoma

Juiz marca audiências para ouvir ex-governador e ex-secretários de MT acusados de envolvimento em crimes de corrupção

A Operação Sodoma investigou a existência de uma organização criminosa liderada pelo ex-governador de Mato Grosso, Silval Barbosa e teve a primeira fase deflagrada em setembro de 2015.

Fonte: Flávia Borges | G1 MT
13 de Agosto de 2019 as 22h 39min

Ex-governador Silval Barbosa (PMDB) vai prestar depoimento na 7ª Vara Criminal de Cuiabá — Foto: Lislaine dos Anjos/G1

O ex-governador Silval Barbosa será ouvido pelo juiz Jorge Luiz Tadeu Rodrigues, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, no dia 27 de agosto, às 14h, sobre a 5ª fase da Operação Sodoma, que investiga crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, por meio de um esquema de concessão ilegal de incentivos fiscais. A decisão foi publicada no Diário Oficial da Justiça que vircula nesta terça-feira (13). 

O magistrado também marcou o interrogatório de Silvio Cezar Corrêa Araújo, José de Jesus Nunes Cordeiro, Cesar Roberto Zilio, Pedro Elias Domingos de Mello, Valdísio Juliano Viriato, Juliano Cezar Volpato, Edésio Corrêa, Alaor Alvelos Zeferino de Paula e Diego Pereira Marconi. 

Confira a data e horário em que cada um dos réus será ouvido: 

  • Dia 27 de agosto: 
  • Silval da Cunha Barbosa – 14h 
  • Silvio Cezar Corrêa Araújo – 15h30 
  • Cesar Roberto Zilio – 17h 
  • Dia 28 de agosto: 
  • Pedro Elias Domingos de Mello - 14h 
  • Juliano Cezar Volpato - 15h30 
  • Valdísio Juliano Viriato – 17h 
  • Dia 29 de agosto 
  • Edézio Correa - 13h30 
  • Alaor Alvelos Zeferino de Paula – 15h 
  • Diego Pereira Marconi – 16h30 
  • José de Jesus Nunes Cordeiro - 18h 

Operação Sodoma 

A Operação Sodoma investigou a existência de uma organização criminosa liderada pelo ex-governador de Mato Grosso, Silval Barbosa e teve a primeira fase deflagrada em setembro de 2015, para investigação de irregularidades na concessão de benefícios fiscais por meio do programa Prodeic. À Justiça, ele confessou os crimes. 

O compartilhamento solicitado pela Corregedoria foi de provas das fases 4 e 5 da Sodoma. A primeira, teve por objeto o desvio de R$ 5,1 milhões dos cofres públicos entre os anos de 2013 e 2014, durante a gestão de Silval, por meio de abastecimento fictício da frota da extinta Secretaria Estadual de Transportes e Pavimentação Urbana (Setpu-MT). 

De acordo com o Ministério Público Estadual (MPE), o esquema passava por três etapas: fraude na concessão de benefícios fiscais, pagamento de propina e lavagem do dinheiro arrecadado ilegalmente. Silval é apontado como líder do esquema. 

O esquema começou em 2011, segundo o MP, quando o empresário João Batista Rosa (sócio-proprietário de um grupo de três empresas) obteve inclusão no Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Prodeic), o sistema de benefícios fiscais mantido pelo estado a empresas que fomentem a economia local. 

Já a quinta fase da operação apurou o desvio de R$ 15,8 milhões quando da desapropriação de um imóvel que corresponde ao Bairro Jardim Liberdade, em Cuiabá, em 2014. Na ocasião, o pagamento a uma imobiliária pela desapropriação do imóvel, no valor de R$ 31,7 milhões, teria tido o propósito de desviar dinheiro público em benefício do grupo. 

As autorizações para o compartilhamento de provas foram concedidas no dia 11 deste mês. Nas decisões, o magistrado determina que as informações sejam mantidas em sigilo, tendo acesso restrito aos delegados e agentes responsáveis pelas investigações. 


COMENTARIOS

Mais de Judiciário

Processo Seletivo

MPE abre processo seletivo para contratar 12 estagiários em MT

O valor da bolsa mensal é de R$ 826,35, já o auxílio-transporte é de R$ 177,07 por mês.

18 de Fevereiro de 2020 as 07h11

Decisão

Mecânico é condenado por atirar em adolescente que ficou tetraplégico em MT

Crime foi em 2007 e teria acontecido depois de uma briga de bar entre o acusado e outras pessoas. Vítima não teria nenhuma relação com a briga, mas quando estava saindo do estabelecimento foi atingida por dois tiros.

04 de Fevereiro de 2020 as 09h51

Instigar Briga

Homem é condenado a pagar indenização de R$ 4,4 mil por instigar briga de trânsito em MT

A confusão aconteceu em 2006, quando o carro da vítima foi fechado pelos automóveis do agressor e de seu amigo.

02 de Fevereiro de 2020 as 10h29

Denúncia Recebida

Justiça recebe denúncia envolvendo ex-governador, ex-secretários e empresários de MT por fraudes em licitação

A denúncia foi recebida pela juíza Ana Cristina Silva Mendes, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, na última quarta-feira (29).

02 de Fevereiro de 2020 as 09h45

Plantio Experimental

MPE pede suspensão de plantio experimental de soja em fevereiro em MT

Indea acolhe solicitação do MPE e suspende experimento.

02 de Fevereiro de 2020 as 09h41

Prisão Mantida

Justiça mantém prisão de policiais militares suspeitos de atirarem em mulher em MT

Crime ocorreu na sexta-feira (17), em Sorriso. Vítima está internada no Hospital Regional.

20 de Janeiro de 2020 as 22h02

Autorização

Justiça de Minas autoriza goleiro Bruno a jogar no Operário de VG

Decisão é da Vara de Execução em Meio Aberto e Medidas Alternativas da Comarca de Varginha

17 de Janeiro de 2020 as 21h35

Leilão Suspenso

TRF suspende leilão de avião de empresário acusado de movimentar R$ 30 milhões do tráfico em MT

O avião pertence ao empresário Ricardo Cosme dos Santos, conhecido como "DJ Superman Pancadão", preso durante a operação que investigou um esquema internacional de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

15 de Janeiro de 2020 as 00h48

Acordo não Cumprido

MP alega que município de MT descumpriu acordo e pede pagamento de multa de R$ 5 milhões

Venceu em 2 de agosto de 2014 o prazo para os municípios brasileiros implantarem a disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos.

14 de Janeiro de 2020 as 08h27

Custas Processuais

Emenda de Fávero é acatada e dispositivo contemplará advogados de Mato Grosso

O deputado estadual Silvio Fávero conseguiu aprovar dispositivo que isenta os advogados de pagar pela execução de seus honorários.

13 de Janeiro de 2020 as 19h58

Verba Indenizatória

Justiça suspende pagamento de verba indenizatória a vereadores de Itiquira (MT)

Vereadores recebiam R$ 8 mil e o presidente da Câmara mais de R$ 9 mil de verba indenizatória por mês.

01 de Janeiro de 2020 as 09h41

Decisão

Justiça acata pedido de PGE e delegado deve continuar afastado da Defaz em MT

Lindomar foi afastado da Defaz pela diretoria geral da Polícia Civil. Ele entrou com uma ação e o juiz Yale Sabo Mendes determinou o retorno dele à Defaz.

25 de Dezembro de 2019 as 21h40

Liberdade Negada

Justiça nega liberdade a produtor rural acusado de matar engenheiro em MT

Paulo teria cometido o crime para não pagar uma dívida de cerca de 12 mil toneladas de grãos que tinha com a empresa para a qual Silas trabalhava.

25 de Dezembro de 2019 as 10h13

Investigação

Juiz mantém prisão de vereador suspeito de envolvimento com tráfico de drogas em MT

Calistro Lemes do Nascimento, o Jânio Calistro (PSD), foi preso, na quinta-feira (19), durante operação 'Cleanup'.

22 de Dezembro de 2019 as 08h09

Decisão

Justiça determina que delegado que alegou sofrer perseguição política retorne à Defaz em MT

Segundo Tófoli, enquanto esteve à frente da delegacia, construiu um histórico bem-sucedido de ações de combate ao crime do colarinho branco.

22 de Dezembro de 2019 as 07h55

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO