Atentado Contra Bolsonaro

Justiça aceita denúncia e autor de facada em Bolsonaro vira réu

Acusado vai responder a processo com base na Lei de Segurança Nacional. No dia 6 de setembro, ele desferiu uma facada no candidato do PSL durante ato de campanha.

04 de Outubro de 2018 as 17h 08min

O juiz federal Bruno Savino, da 3a Vara Federal de Juiz de Fora (MG), aceitou denúncia do Ministério Público Federal contra Adélio Bispo de Oliveira, autor confesso da facada no candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL). O ataque ocorreu no início do mês de setembro. De acordo com a decisão, o réu tem 10 dias para apresentar sua defesa.

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o agressor de Jair Bolsonaro por atentado pessoal decorrente de inconformismo político. Segundo a Procuradoria da República, o acusado colocou em risco o regime democrático ao tentar interferir no resultado das eleições por meio do assassinato de um dos concorrentes na disputa presidencial.

O procurador autor da denúncia argumentou que Adélio Bispo planejou o ataque com antecedência de modo a excluir Bolsonaro da disputa. O autor recorreu ao depoimento do acusado e a elementos obtidos na investigação, como rastros da navegação dele na internet, mensagens de celular e histórico de atuação política. A denúncia destacou elementos que indicam uma forte crítica de Adélio a Bolsonaro e a suas posições políticas.

“O propósito do ato foi o de eliminar fisicamente o candidato da disputa pela Presidência da República, excluindo-o do pleito, de modo a impedir que as suas ideias, caso acolhidas pela maioria, passassem a informar as políticas públicas do governo federal”, afirmou o procurador Marcelo Borges de Mattos Media, autor da denúncia.

E acrescentou, no documento: “O objetivo, em suma, diante da perspectiva da eleição daquele de quem ‘discorda radicalmente’ foi o de determinar o resultado das eleições, não por meio do voto, mas mediante violência”.

Facada

Jair Bolsonaro tomou uma facada quando fazia campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais, no dia 6 de setembro deste ano. Bolsonaro foi levado a um hospital na cidade, onde foi submetido a uma cirurgia. Depois, foi transferido para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde passou por novos procedimentos. O candidato do PSL ficou o restante do mês em recuperação e recebeu alta no dia 29 de setembro.

Preso em flagrante após o ataque, Adélio Bispo de Oliveira foi levado inicialmente para o Centro de Remanejamento do Sistema Prisional em Juiz de Fora. Dias depois, foi transferido para um presídio federal em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Em depoimento, manifestou motivações políticas e religiosas para o atentado. A defesa solicitou exame de sanidade para avaliar a situação da saúde mental do acusado.

A Polícia Federal investiga o caso desde o dia do ocorrido. No dia 25, a PF abriu novo procedimento de apuração sobre o caso. Contudo, a corporação não deu detalhes da motivação e natureza do novo processo.


Fonte: Jonas Valente | Agência Brasil

COMENTARIOS

Mais de Judiciário

Habeas Corpus De Lula

Segunda Turma do STF adia julgamento de habeas corpus de Lula

Com o adiamento, o processo só deverá voltar à pauta do colegiado em agosto, quando o tribunal voltar ao trabalho.

24 de Junho de 2019 as 23h14

Demarcação De Terras Indígenas

Mudança de demarcação de terras indígenas para Agricultura é suspensa

Ministro Barroso suspendeu trecho de MP que previa transferência.

24 de Junho de 2019 as 23h05

Mais Policiais

Após onda de homicídios MP entra com ação e quer mais de 60 PMs para Lucas do Rio Verde

A falta de policiais e estrutura como causa para o aumento da violência, com duas dezenas de homicídios registrados em 2019.

24 de Junho de 2019 as 16h04

Vagas Abertas

Comarca de Lucas do Rio Verde abre inscrições para agente comunitário da Justiça e Cidadania

A seleção terá validade de dois anos, sendo tacitamente prorrogado por igual prazo.

24 de Junho de 2019 as 07h21

Em Discução

TJ determina que governo e professores em greve façam uma audiência de conciliação

Decisão foi publicada na quarta-feira (19) junto com a negação ao pedido do Sintep para a suspensão do corte de pontos.

22 de Junho de 2019 as 16h40

Apoio Da Tecnologia

Tribunal de Justiça de Mato Grosso passa a fazer intimações pelo WhatsApp

A adesão para a intimação via WhatsApp é voluntária e deverá ser feita mediante preenchimento de termo de adesão.

22 de Junho de 2019 as 02h25

Vazamento De Mensagens

Força-tarefa da Lava Jato repudia o que chama de ''notícia falsa'' sobre novo diálogo atribuído a procuradores

Na conversa, segundo o Intercept, Deltan Dallagnol diz ter recebido orientação de Sérgio Moro sobre atuação de procuradora em audiência de processo de Lula.

22 de Junho de 2019 as 01h35

Caso Triplex

PGR se manifesta no STF contra pedido de Lula para anular ação penal

Raquel Dodge diz que não existe embasamento para suspeição de Moro.

22 de Junho de 2019 as 01h32

Pastor Executado

Justiça decreta prisão de filhos de deputada federal do Rio

Eles são suspeitos de matar marido da parlamentar

20 de Junho de 2019 as 22h45

Férias

Promotores e procuradores de MT não podem mais acumular férias e devem sair 2 meses por ano

Antes disso, os membros do MPE podiam usufruir das férias acumuladas de forma ininterrupta. Mudança também afeta quem optar por converter o período em pecúnia.

19 de Junho de 2019 as 07h44

Estágio

Ministério Público abre inscrição para estagiários em Lucas do Rio Verde

Para Lucas do Rio Verde serão disponibilizadas três vagas. Aprovados receberão salário mais benefícios.

17 de Junho de 2019 as 06h28

STF

Toffoli marca julgamento sobre porte de drogas e frete rodoviário

Prisão em segunda instância estão fora da pauta do segundo semestre

15 de Junho de 2019 as 17h44

Criminalização Da Homofobia

Supremo decide criminalizar a homofobia como forma de racismo

Por 8 votos a 3, os ministros entenderam que o Congresso não pode deixar de tomar as medidas legislativas que foram determinadas pela Constituição para combater atos de discriminação.

13 de Junho de 2019 as 23h21

Precaução

Estado suspende porte de arma de 6 agentes penitenciários

Entre as justificativas para a perda do porte estão disparo acidental e necessidade de tratamento psiquiátrico

13 de Junho de 2019 as 06h49

Invasão De Celular De Ministro

Ex-presidente de associação de procuradores trocou mensagem em aplicativo com pessoa que se identificou como hacker

Reportagem publicada pelo site da Revista ‘Época’ informa que hacker se passou por integrante do Conselho do Ministério Público e enviou áudio com conversa de procuradores. PF investiga invasão de hackers a celulares de procuradores.

12 de Junho de 2019 as 23h22

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

veja +

COTAÇÃO