Justiça de MT manda sequestrar bens de Janete Riva por desvio de R$ 60 milhões

Ela e o marido, José Riva, são acusados de realizar licitações de fachada. Desvio na ALMT é investigado na operação Imperador, deflagrada em 2015.

18/01/2017 - 02:20:11

   

Janete Riva e o marido, o ex-deputado José Riva são réus em ação por desvio de dinheiro público (Foto: Renê Dióz / G1)

A Justiça de Mato Grosso determinou o sequestro de imóveis e bens da ex-secretária de Cultura, Janete Riva, mulher do ex-deputado estadual, José Geraldo Riva, com o intuito de ressarcir os cofres públicos pelo desvio de mais de R$ 60 milhões da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), em 2015. A decisão é assinada pela juíza Selma Arruda, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá. Ao G1, a defesa de Janete Riva afirmou que já foi notificada e deve recorrer da decisão.

Janete e Riva, que é ex-presidente da ALMT, são réus em uma ação resultante da Operação Imperador, do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

Além deles, outras 13 pessoas entre ex-servidores da ALMT e empresários são réus na ação. Segundo o Ministério Público, o desvio de dinheiro ocorria por meio de fraudes em licitações feitas com empresas de fachada.

O sequestro, segundo a Justiça, fez-se necessário para garantir que os valores retornem aos cofres públicos. “Devem ser sequestrados, pois, todos os direitos aquisitivos pertencentes à ré no tocante aos bens imóveis objetos de alienação fiduciária, para garantia da satisfação do prejuízo causado ao erário”, diz a decisão.

De acordo com o decisão, os acusados realizam os certames e autorizavam os pagamentos, sem que houvesse a efetiva entrega dos produtos. “Janete Riva, diante das funções que exercia, emitiu atestados de recebimento das mercadorias, produtos e serviços que jamais foram fornecidos”, diz trecho da sentença.

Conforme consta no processo, as empresas que simulavam a entrega dos materiais recebiam o percentual de 20% do dinheiro desviado. O restante, cerca de 80%, retornava para Janete, o marido e os demais réus.

Durante o processo, a defesa de Janete alegou que o ressarcimento dos valores desviados já eram objeto de ação civil pública.

MT Agora - G1 MT

Mais Noticias

Improbidade

MPE acusa 12 por esquema e pede bloqueio de R$ 37 milhões

Área de 33 Mi

Juíza manda MST desocupar fazenda dada por Silval em delação

Golpe

Aposentadas de MT denunciam à OAB golpe de falso escritório de advocacia

Registro

Bacharel garante que OAB está extinta e pede registro de advogado direto ao Ministério do Trabalho

18/04/2018 -

TJ oficializa juiz Jorge Tadeu na Vara Contra o Crime Organizado

Magistrado passou a atuar na unidade nesta segunda-feira (16); ex-juíza vai disputar eleição

18/04/2018 -

Julgamento do promotor de justiça acusado de desacatar policiais no Nortão será nesta 5ª em Cuiabá

Na época, o procurador-geral de Justiça em Mato Grosso, Mauro Curvo, esteve em Guarantã do Norte, se reuniu com delegados, policiais militares e o prefeito Érico Stevan e pediu desculpas pelo transtorno causado pelo promotor.

16/04/2018 -

Disputa por calcário levanta suspeita sobre juízes de Mato Grosso

A advogada Cláudia Regina Ferreira supostamente intermediava vendas de sentenças judiciais

11/04/2018 -

Lucas: TRT emite ordem de serviço para elaboração de projeto da nova sede do fórum

O prédio será erguido em um terreno doado na última semana pelo município à União, situado numa região que deve abrigar o Centro Político e Administrativo da cidade.

11/04/2018 -

STF adia para esta quinta-feira decisão sobre soltar ou manter preso ex-ministro Antonio Palocci

Na primeira parte do julgamento, maioria decidiu, por 6 a 5, não analisar pedido de liberdade da defesa, mas ao final ministros passaram a avaliar possibilidade de interromper prisão ''de ofício''.

11/04/2018 -

Ministério Público pede prisão preventiva de amigos de Temer, mas Justiça nega

Também foram requeridas e negadas prisões preventivas de Rocha Loures, ex-assessor de Temer; dos ex-deputados Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves e do ex-ministro Geddel Vieira Lima.

11/04/2018 -

STJ autoriza envio de inquérito que investiga Alckmin para Justiça Eleitoral de São Paulo

Ex-governador é investigado por suspeita de ter recebido doações da Odebrecht que não teria sido declaradas; ele nega. Envio do inquérito para Justiça Eleitoral foi solicitado pela PGR e inclui outros quatro ex-governadores.

09/04/2018 -

Fórum de Lucas do Rio Verde abre seleção de estagiários

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas na Diretoria do Fórum do dia 6 a 20 de abril, das 12h às 18h.

09/04/2018 -

Justiça marca para 21 de junho interrogatório de Lula no processo sobre compra de caças suecos

Decisão foi tomada no processo em que o ex-presidente é réu junto com um dos filhos por crimes como tráfico de influência na compra de caças suecos. Defesa de Lula pediu revisão da decisão.

09/04/2018 -

Raquel Dodge se manifesta contra pedido de liminar ao STF para impedir prisão de condenados em segunda instância

Pedido de liminar (decisão provisória) foi feito na semana passada por advogados que representam o PEN, partido que ingressou com ação no Supremo Tribunal Federal.

05/04/2018 -

Moro determina prisão de Lula para cumprir pena no caso do triplex em Guarujá

Ex-presidente foi condenado em duas instâncias na Justiça pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Moro pediu para que Lula se apresente voluntariamente até as 17h da sexta-feira (6).

05/04/2018 -

Processo contra tenente dos bombeiros acusada de causar morte de aluno em MT é enviado para Vara Militar

Processo contra tenente dos bombeiros acusada de causar morte de aluno em MT é enviado para Vara Militar

04/04/2018 -

Supremo rejeita por 6 votos a 5 habeas corpus para Lula; prisão agora depende do TRF-4

Votaram a favor de conceder habeas corpus para evitar prisão: Mendes, Toffoli, Lewandowski, Marco Aurélio e Celso de Mello; votaram contra: Fachin, Moraes, Barroso, Rosa Weber, Fux e Cármen Lúcia.

03/04/2018 -

TJ altera data da prova para agente comunitário de Justiça

As provas objetiva e discursiva serão aplicadas das 9h às 12h do dia 26 de maio, sendo a mesma data e horário para todas as comarcas do Estado.

29/03/2018 -

Cai MP que ajusta reforma trabalhista

A comissão, que não tem nem presidente, sequer marcou sessão na próxima semana.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora