Investigação

MP investiga major da PM que recebe R$ 23 mil do governo de MT enquanto só ocupa cargo no DF; os 2 salários passam de R$ 36 mil

Militar assumiu cargo em Brasília, mas continuou recebendo salário de militar em Mato Grosso. Somados, os dois salários passam de R$ 36 mil.

Fonte: Kethlyn Moraes | G1
23 de Fevereiro de 2020 as 09h 42min

O Ministério Público Estadual (MPE) está investigando o acúmulo de salários do major da Polícia Militar Thiago Vinícius Pinheiro da Silva, que atua como secretário da Casa Civil do governo do Distrito Federal desde fevereiro de 2019, mas recebe salário como se estivesse trabalhando em Mato Grosso.

O G1 Mato Grosso está em contato com a Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão (Seplag). O G1 também tentou contato com o Major Thiago Pinheiro, mas foi informado pela secretária do gabinete que ele não está em serviço nesta sexta-feira (21) por estar de abono.

O major foi cedido pelo estado para exercer serviços de natureza militar, mas atua na esfera cível no Distrito Federal, como subsecretário de Administração Geral da Casa Civil.

"Em consulta ao Portal Transparência do Estado de Mato Grosso foi verificado que o PM Major Thiago Vinícius Pinheiro da Silva recebeu o valor bruto de R$ 23.802, provimentos referentes aos meses de janeiro a dezembro do ano de 2019", diz trecho da portaria de instauração do inquérito.

E, de acordo com o MPE, consta no Portal de Transparência do Distrito Federal que o militar recebe desde abril do ano passado R$ 10 mil por mês e um adicional de pensionista de R$ 2.743,40 da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano e Habitação do Distrito Federal.

"Ou seja, esteve recebendo acumulado salários referentes ao ano de 2019 entre o órgão cedente e cessionário, causando estranheza que o então servidor recebeu valores, no órgão ao qual não prestou serviços, já que neste período encontrava-se cedido", diz outro trecho da portaria.

O inquérito civil do MP foi instaurado no dia 14 de fevereiro pelo promotor Arnaldo Justino da Silva, da 9ª Promotoria de Justiça Cível, Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa.

A promotoria pediu à Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão do Estado de Mato Grosso esclarecimentos e comprovantes do valor real pago ao major.


COMENTARIOS

Mais de Judiciário

Quarentena

Justiça prorroga quarentena obrigatória em Cuiabá e VG por mais sete dias; prazo pode ser estendido

O objetivo é conter o avanço da Covid-19, já que Cuiabá e Várzea Grande foram classificados pela Secretaria Estadual de Saúde como de alto risco para a disseminação da doença.

10 de Julho de 2020 as 04h26

Região Oeste

Juiz manda 20 cidades adotarem lockdown em 48 horas; veja lista

Medida já vigora em Cáceres, polo de atendimento de saúde na região; Não há mais leitos de UTIs

01 de Julho de 2020 as 06h50

Imitou o Defensor: Veja

Defensoria entra com ação contra apresentador de TV por homofobia

Órgão diz que Welerson de Oliveira Dias usou de tom jocoso e homofóbico para retratar defensor

01 de Julho de 2020 as 06h44

Ações Contra a Pandemia

CNMP: promotores devem respeitar a autonomia de gestores

Na semana passada, MPE interpôs uma ação civil pública pedindo lockdown na Grande Cuiabá

23 de Junho de 2020 as 10h09

Lockdown

Defensoria quer lockdown em Sorriso, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Sinop

Uma reunião na manhã desta terça-feira vai alinhar os últimos detalhes.

23 de Junho de 2020 as 09h18

Lockdown

Justiça determina Lockdown em Cuiabá e VG, impõe multa diária de R$ 100 mil e exige ampliação de leitos

A quarentena coletiva ocorrerá, inicialmente, por 15 dias, mas este período poderá ser prorrogado em caso de reavaliação.

22 de Junho de 2020 as 22h06

Painel Covid-19

MP desenvolve ferramenta tecnológica para acompanhar gastos na pandemia

A iniciativa busca estimular o controle dos gastos públicos, fornecendo aos promotores de Justiça dados atualizados periodicamente

22 de Junho de 2020 as 16h52

Mandado de Segurança

ABRACRIM/MT impetra mandado de segurança coletivo no Tribunal de Justiça em busca do reconhecimento do caráter especial da atividade da advocacia

A ABRACRIM/MT entende que não é concebível e aceitávelque advogados e advogadas não possam se comunicar de forma pessoal e presencial com seus clientes

30 de Maio de 2020 as 12h02

Flexibilização

Defensoria Pública e MPMT solicitam que Prefeitura de Lucas do Rio Verde reconsidere flexibilizações

DPMT e MPMT enviaram nota recomendatória ao município de Lucas do Rio Verde, na sexta-feira passada (15), solicitando a revisão da flexibilização de medidas de enfrentamento ao novo coronavírus no município, que já registrou 32 casos e dois óbito

20 de Maio de 2020 as 23h32

Condenação mantida

TRF-4 mantém condenação de Lula em segunda instância por caso do sítio em Atibaia

Tribunal julgou recurso de condenação a mais de 17 anos de regime fechado. Defesa considera manutenção da pena 'injusta e arbitrária'.

06 de Maio de 2020 as 17h43

Coronavírus

Videoconferência: nova ferramenta facilita realização de audiências com magistrados

O objetivo é oferecer mais uma ferramenta aos magistrados para realizar atendimento de advogados, defensores e promotores por videoconferência durante o período de suspensão de prazos e atos processuais

19 de Março de 2020 as 04h39

Pedido Negado

Rota do Oeste tentou impedir judicialmente manifesto em Lucas do Rio Verde

O Juiz deixa claro em não haver indicativo de que o protesto não seja realizado de forma pacifica e ordeira, o que é permitido por nossa Constituição Federal.

29 de Fevereiro de 2020 as 22h05

Imagem Exposta

Justiça concede liminar a ex-governador de MT para que ele não tenha imagem exposta em depoimento à CPI em MT

Após a decisão, o vereador e presidente da CPI, Marcelo Bussiki (PSB), recorreu à justiça para que a imprensa possa fazer imagens do ex-governador Silval Barbosa durante o depoimento à comissão.

01 de Março de 2020 as 19h07

TelexFree

Ex-sócio da Telexfree é preso pela PF e poderá ser extraditado

Empresário é alvo de mandado de prisão também nos Estados Unidos

28 de Fevereiro de 2020 as 07h47

Decisão Judicial

Justiça determina retirada de tornozeleira de ex-secretário de Segurança de MT

As investigações apontam que Rogers Jarbas teria se valido do cargo e de sua influência enquanto integrante do primeiro escalão do governo do estado para interferir no processo que apura o crime.

20 de Fevereiro de 2020 as 09h23

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

Qual é seu posicionamento referente ao Lockdown?

Sou Contra

Sou Favorável

Parcial
veja +

COTAÇÃO