Agrotóxicos

MP apura presença de 27 agrotóxicos que causam câncer e malformação fetal na água que abastece Cuiabá

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autoriza a utilização de 514 agrotóxicos no Brasil, mas somente 27 são monitorados e passíveis de serem identificados na água.

13 de Maio de 2019 as 21h 10min

Gastos com liminares na saúde é citado em ação movida pelo MPE contra o governo de MT — Foto: MP-MT

O Ministério Público Estadual (MPE), por meio da 17ª Promotoria de Justiça de Defesa Ambiental, da Ordem Urbanística e do Patrimônio Cultural de Cuiabá, instaurou procedimento preparatório e enviou ofício à concessionária Águas Cuiabá requisitando informações, no prazo de 10 dias úteis, acerca dos motivos pelos quais a água fornecida à população cuiabana se encontra contaminada e quais providências eventualmente estejam sendo tomadas para sanar a irregularidade e adequar o produto aos padrões de potabilidade.

A Águas Cuiabá afirmou, por meio de nota, que a água fornecida por meio da rede pública de saneamento da capital mato-grossense atende aos padrões de potabilidade fixados pelo Ministério da Saúde.

Ainda conforme a nota, a concessionária realiza regularmente testes na água tratada distribuída no município, num total de mais de 600 mil análises por ano, com o rigor técnico indispensável à segurança ao consumo humano. Os testes são realizados em laboratórios internos e externos acreditados, conforme as normas vigentes no país. O conjunto de resultados comprova a qualidade da água produzida pela concessionária, imprimindo a confiabilidade necessária para que a água fornecida pela rede pública de abastecimento seja consumida.

Todos os resultados dos testes efetuados em diferentes amostras captadas no sistema de tratamento, bem como os respectivos laudos técnicos, são inseridos no Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua) e informados em reuniões periódicas com servidores da Vigilância Sanitária.

"A Águas Cuiabá mantém-se à disposição da 17ª Promotoria de Justiça de Defesa Ambiental, da Ordem Urbanística e do Patrimônio Cuiabá, do Ministério Público de Mato Grosso (MPE-MT), no papel legal de representante dos interesses da sociedade, para apresentar todas as informações a serem solicitadas pelo órgão acerca da qualidade da água distribuída no município".

A determinação do Ministério Público considera testes realizados pelo Ministério da Saúde entre os anos de 2014 e 2017, que apontaram a presença de 27 agrotóxicos na água que abastece Cuiabá, sendo 11 deles associados a doenças como câncer, malformação fetal e distúrbios endócrinos. Para o Ministério da Saúde, a exposição humana a agrotóxicos representa um problema de saúde pública.

Conforme resultados da pesquisa, que constam no Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua), a mistura de diferentes agrotóxicos foi encontrada na água de uma em cada quatro cidades brasileiras. Em Mato Grosso, o denominado ‘coquetel tóxico’ foi localizado em 30 municípios. Além de Cuiabá, entre as capitais com contaminação múltipla estão Campo Grande, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Manaus, Palmas, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo.

De acordo com o promotor de Justiça Gerson Natalício Barbosa, o procedimento preparatório também leva em consideração o princípio constitucional segundo o qual “todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao poder público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações”. Ainda segundo o promotor, preocupado com a existência de agrotóxicos na água, o projeto Água para o Futuro solicitou à cooperada UFMT um estudo sobre a ocorrência de poluentes emergentes em nascentes urbanas de Cuiabá, bem como os riscos para a segurança hídrica.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autoriza a utilização de 514 agrotóxicos no Brasil, mas somente 27 são monitorados e passíveis de serem identificados na água. Dentre os permitidos no país, 150 são proibidos na Europa.


Fonte: G1

COMENTARIOS

Mais de Judiciário

Decisão

Ex-deputado é condenado a mais 21 anos de prisão e deve devolver quase R$ 5 milhões aos cofres públicos em MT

A condenação é relativa à Operação Arca de Noé, deflagrada em 2003, na qual Bosaipo já havia sido condenado a 28 anos de prisão em regime fechado pelos crimes de lavagem de dinheiro e desvio de recursos públicos.

18 de Maio de 2019 as 17h01

Agilidade

MPE pede rapidez em perícia de material apreendido com grupo acusado de sonegar mais de R$ 140 milhões em MT

Caberá à Perícia Oficial do Estado efetuar o espelhamento do material apreendido para atestar a autenticidade das provas obtidas.

18 de Maio de 2019 as 16h56

Estagiários

Tribunal de Justiça abre processo seletivo de cadastro reserva para estagiários

Os estagiários terão direito a uma bolsa-auxílio, no valor de R$ 920,84 para estudantes de nível superior e no valor de R$ 736,68, para estudantes de nível médio.

17 de Maio de 2019 as 09h46

Processo do Sítio de Atibaia

Sentença que condenou Lula no processo do sítio de Atibaia chega ao TRF-4

Ex-presidente foi condenado a 12 anos e 11 meses em primeira instância. É a segunda condenação dele na Lava Jato. Lula já cumpre pena no caso do triplex do Guarujá.

16 de Maio de 2019 as 20h38

Lava Jato

Justiça do Paraná manda prender ex-ministro José Dirceu para cumprimento de pena na Lava Jato

Determinação foi feita após o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) negar um recurso da defesa, que pedia prescrição da pena de 8 anos e 10 meses.

16 de Maio de 2019 as 20h33

Regime Semiaberto

Justiça autoriza ex-governador de MT condenado por corrupção a cumprir pena em regime semiaberto

Decisão é do juiz Geraldo Fernandes Fidelis Neto, da 2ª Vara Criminal de Cuiabá. Silval Barbosa foi condenado a 13 anos de prisão e cumpria a pena em regime domiciliar diferenciado.

16 de Maio de 2019 as 10h44

Títulos de Eleitores

TRE-MT vai cancelar 7,5 mil títulos de eleitores que não fizeram revisão em 3 municípios

Nesses municípios o procedimento ocorreu de 03 de dezembro de 2018 a 29 de março deste ano. Ao todo, 7525 títulos serão cancelados.

16 de Maio de 2019 as 10h42

Julgamento

Justiça marca julgamento de acusada de matar mulher em Lucas do Rio Verde

No ano passado, a justiça decidiu que o casal deveria ir a julgamento por homicídio qualificado, cometido por motivo fútil, meio cruel, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima e contra mulher em razão de gênero

16 de Maio de 2019 as 10h26

Audiência de Custódia

Defensoria entra com HC coletivo contra audiências de custódia “à distância” em Sorriso

O juízo da referida vara criminal tem, sistematicamente, realizado audiência sem a presença física do custodiado e/ou magistrado,

15 de Maio de 2019 as 10h30

Entrância Especial

Após construção de nova sede, promotorias de Nova Mutum serão elevadas à Entrância Especial

Nova Mutum ganhará mais um Promotor de Justiça, elevando para quatro, o número de integrantes do Ministério Público na cidade

13 de Maio de 2019 as 21h22

Regime Aberto

MP dá parecer favorável para que ex-governador de MT cumpra pena em regime aberto

Silval Barbosa passou dois anos preso em regime fechado e há mais de um ano usa tornozeleira eletrônica e está em prisão domiciliar.

13 de Maio de 2019 as 21h08

Compromisso

Bolsonaro diz que vai indicar Moro para vaga no STF

Em entrevista, presidente disse que tem compromisso com o ministro, caso Moro queira ocupar a vaga

13 de Maio de 2019 as 10h06

Nova Sede

Prefeitura e Ministério Público definem nova sede para Lucas do Rio Verde

A nova sede será construída próximo à prefeitura, onde será implantada a Cidade Jurídica

07 de Maio de 2019 as 08h51

Denúncia Arquivada

Perri arquiva denúncia contra Zaque e manda apurar conduta do ex-governador

Em nota, Zaque ressalta que foi expressamente comprovado que a fraude fora articulada e executada no cerne daquele governo.

06 de Maio de 2019 as 10h25

Processo de Adoção

Judiciário faz campanha para agilizar processo de adoção de crianças e adolescentes

Nas 81 instituições espalhadas pelo estado tem 569 crianças e adolescentes e 75 delas estão disponíveis para adoção.

03 de Maio de 2019 as 09h47

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

Você acha que Bolsonaro está certo ao contingenciar verbas das Universidades federais?

Sim

Não

Não sei

Parcial
veja +

COTAÇÃO