Judiciário

Poder Judiciário reduz consumo de energia elétrica com medidas de conscientização

Garantir a melhor utilização da energia elétrica através de medidas que promovam o seu uso racional

Fonte: Dani Cunha | Coordenadoria de Comunicação d
09 de Setembro de 2019 as 15h 48min

Dani Cunha Coordenadoria de Comunicação do TJMT

  Garantir a melhor utilização da energia elétrica através de medidas que promovam o seu uso racional está entre as ações adotadas pelo Poder Judiciário de Mato Grosso, para fomentar a sustentabilidade, evitar desperdícios e reduzir despesas. Com isso é possível investir em melhor atendimento para o cidadão e também na qualidade de trabalho dos servidores. No período de novembro de 2018 a julho de 2019 o Judiciário mato-grossense reduziu mais de 1.500 milhão de kwh, o que representa a diminuição de 11% em relação ao mesmo período do ano passado. Para se ter uma ideia, com esse percentual seria possível abastecer as oito comarcas de Terceira Entrância.

  O destaque de redução do custo de energia é para a sede do Tribunal de Justiça e outras 19 comarcas (Nova Ubiratã, Sinop, Pontes e Lacerda, Querência, Feliz Natal, Vila Rica, Peixoto de Azevedo, Guiratinga, Mirassol D’Oeste, Jauru, Paranaíta, Rosário Oeste, São José do Rio Claro, Santo Antonio de Leverger, Novo São Joaquim, Nova Monte Verde, Arenápolis, Alta Floresta e Cuiabá) que vêm se esforçando para diminuir os gastos com essa despesa.

  Mesmo em um Estado como Mato Grosso, onde o índice de calor é alto e com a expansão de prédios, a meta era manter o percentual de consumo e a redução apresentada é um avanço, graças a medidas eficientes que foram adotadas através de campanhas de conscientização e também da substituição das lâmpadas normais pelas de led, em parceria com o Núcleo Socioambiental do Tribunal de Justiça.

   “Já está provado que as práticas disseminadas estão funcionando. Temos consciência de que cada prédio construído aumenta o consumo e essa economia de e nergia registrada foi um ganho”, disse o coordenador de Infraestrutura do TJMT, Roberto Ciryaco.

  Cada luz apagada, computador ou ar condicionado desligados ao sair da sala trazem ganhos para o Poder Judiciário e exige mudança de comportamento. “São mais de cinco mil servidores. Se cada um adotar esses pequenos hábitos com certeza nossa economia será muito maior do que a que temos hoje”, reitera Ciryaco.

  A energia elétrica é uma das despesas inclusas no programa Economia Legal, do PJMT, assim como Correios, telefonia fixa, telefonia móvel, impressão e outsourcing. As comarcas que mais reduzirem os custos, nessa disputa saudável, recebem selos de reconhecimento (Diamante, Ouro, Prata e Bronze). O objetivo é estimular e promover a conscientização de servidores para questões relacionadas à sustentabilidade e economia, uma das premissas da atual gestão, biênio 2019/2020.

  A assessora da Coordenadoria de Planejamento (Coplan), Vera Lícia de Arimateia diz que com os dados do mês de julho o que se percebe é que as comarcas estão se empenhando para alcançar resultados positivos. “Em especial na energia elétrica as comarcas têm se destacado porque a gente vê uma média de redução de 11%. É uma grande satisfação falar isso porque é uma das despesas mais caras e sem contar que tem subido o valor em reais. Então a gente vê o esforço, considerando o consumo de cada uma das comarcas e também dos setores do tribunal e isso representa muito”, afirma.

  Ranking – se a competição terminasse no mês de julho, as comarcas que levariam o selo ouro são: Água Boa, Guarantã do Norte, São José do Rio Claro e Nova Mutum. A Comarca de Mirassol D’Oeste ficaria com o selo prata e com o selo bronze as comarcas de: Alto Garças, Querência, Dom Aquino, Tangará da Serra, Rondonópolis, Peixoto de Azevedo, Arenápolis, Colíder, Guiratinga, Ribeirão Cascalheira, Paranatinga, Porto Alegre do Norte e Nova Ubiratã.

  Os números são enviados à Coplan e alterados mês a mês em razão das ações de conscientização desenvolvidas em cada Comarca. O resultado é apresentado no fim do ano, em cerimônia realizada na sede do Palácio da Justiça, na Capital.

  O método utilizado para medir os resultados é a ferramenta Gestão Matricial das Despesas (GMD), criada em conjunto com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).


COMENTARIOS

Mais de Judiciário

Coronavírus

Videoconferência: nova ferramenta facilita realização de audiências com magistrados

O objetivo é oferecer mais uma ferramenta aos magistrados para realizar atendimento de advogados, defensores e promotores por videoconferência durante o período de suspensão de prazos e atos processuais

19 de Março de 2020 as 04h39

Pedido Negado

Rota do Oeste tentou impedir judicialmente manifesto em Lucas do Rio Verde

O Juiz deixa claro em não haver indicativo de que o protesto não seja realizado de forma pacifica e ordeira, o que é permitido por nossa Constituição Federal.

29 de Fevereiro de 2020 as 22h05

Imagem Exposta

Justiça concede liminar a ex-governador de MT para que ele não tenha imagem exposta em depoimento à CPI em MT

Após a decisão, o vereador e presidente da CPI, Marcelo Bussiki (PSB), recorreu à justiça para que a imprensa possa fazer imagens do ex-governador Silval Barbosa durante o depoimento à comissão.

01 de Março de 2020 as 19h07

TelexFree

Ex-sócio da Telexfree é preso pela PF e poderá ser extraditado

Empresário é alvo de mandado de prisão também nos Estados Unidos

28 de Fevereiro de 2020 as 07h47

Investigação

MP investiga major da PM que recebe R$ 23 mil do governo de MT enquanto só ocupa cargo no DF; os 2 salários passam de R$ 36 mil

Militar assumiu cargo em Brasília, mas continuou recebendo salário de militar em Mato Grosso. Somados, os dois salários passam de R$ 36 mil.

23 de Fevereiro de 2020 as 09h42

Decisão Judicial

Justiça determina retirada de tornozeleira de ex-secretário de Segurança de MT

As investigações apontam que Rogers Jarbas teria se valido do cargo e de sua influência enquanto integrante do primeiro escalão do governo do estado para interferir no processo que apura o crime.

20 de Fevereiro de 2020 as 09h23

Investigação

Promotora de MT é afastada por suspeita de desvio de quase R$ 1 milhão; substituto deve assumir a vaga

Um promotor substituto deve assumir a vaga da promotora de Justiça Solange Linhares Barbosa, da 1ª Promotoria de Justiça Criminal de Chapada dos Guimarães (MT).

20 de Fevereiro de 2020 as 09h21

Decisão STJ

Em decisão unânime, STJ mantém conselheiros do TCE-MT afastados por mais 180 dias

Eles foram afastados por determinação do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), em setembro de 2017.

20 de Fevereiro de 2020 as 09h18

Processo Seletivo

MPE abre processo seletivo para contratar 12 estagiários em MT

O valor da bolsa mensal é de R$ 826,35, já o auxílio-transporte é de R$ 177,07 por mês.

18 de Fevereiro de 2020 as 07h11

Decisão

Mecânico é condenado por atirar em adolescente que ficou tetraplégico em MT

Crime foi em 2007 e teria acontecido depois de uma briga de bar entre o acusado e outras pessoas. Vítima não teria nenhuma relação com a briga, mas quando estava saindo do estabelecimento foi atingida por dois tiros.

04 de Fevereiro de 2020 as 09h51

Instigar Briga

Homem é condenado a pagar indenização de R$ 4,4 mil por instigar briga de trânsito em MT

A confusão aconteceu em 2006, quando o carro da vítima foi fechado pelos automóveis do agressor e de seu amigo.

02 de Fevereiro de 2020 as 10h29

Denúncia Recebida

Justiça recebe denúncia envolvendo ex-governador, ex-secretários e empresários de MT por fraudes em licitação

A denúncia foi recebida pela juíza Ana Cristina Silva Mendes, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, na última quarta-feira (29).

02 de Fevereiro de 2020 as 09h45

Plantio Experimental

MPE pede suspensão de plantio experimental de soja em fevereiro em MT

Indea acolhe solicitação do MPE e suspende experimento.

02 de Fevereiro de 2020 as 09h41

Prisão Mantida

Justiça mantém prisão de policiais militares suspeitos de atirarem em mulher em MT

Crime ocorreu na sexta-feira (17), em Sorriso. Vítima está internada no Hospital Regional.

20 de Janeiro de 2020 as 22h02

Autorização

Justiça de Minas autoriza goleiro Bruno a jogar no Operário de VG

Decisão é da Vara de Execução em Meio Aberto e Medidas Alternativas da Comarca de Varginha

17 de Janeiro de 2020 as 21h35

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO