TCE nega recurso e mantém reprovadas contas de 2014 da Câmara de Lucas do Rio Verde

As contas apresentaram impropriedades, como realização de despesa com publicidade consideradas antieconômicas, que totalizaram R$ 537.700,00, o que, de acordo com o relator,

16/05/2018 - 13:36:13

   

Por unanimidade, os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso – TCE/MT negaram recurso apresentado pela defesa do vereador Airton Callai, mantendo reprovadas as contas da Câmara de Vereadores de Lucas do Rio Verde referentes ao ano de 2014, período em que Callai era o presidente. Assista Aqui. As contas foram reprovadas durante sessão ordinária do dia 24 de novembro de 2015. Na ocasião, o Pleno do TCE-MT julgou como irregulares, com aplicação de multa, as contas anuais de gestão da Câmara de Lucas do Rio Verde. A decisão foi tomada por unanimidade, quando os demais membros do Pleno acompanharam o voto do relator, conselheiro substituto, Luiz Henrique Lima.

Sob responsabilidade de Airton Callai, as contas apresentaram impropriedades, como realização de despesa com publicidade consideradas antieconômicas, que totalizaram R$ 537.700,00, o que, de acordo com o relator, "evidenciou afronta ao Princípio da Economicidade". A Câmara Municipal também descumprimento determinação proferida no Acórdão nº 128/2014, que exigia o estabelecimento de critérios objetivos para concessão de vantagem a título de gratificação, desvinculada do desempenho do próprio cargo, direção, chefia ou assessoramento.

O conselheiro substituto, então, votou pelo julgamento das contas como irregulares e aplicou multa ao gestor de 71 UPF. Também determinou que seja observado o Princípio da Economicidade , de forma que a Câmara se abstenha de realizar despesas antieconômicas com publicidade, bem como limite-se a realizar despesas inerentes à função de órgão legislador.

No voto, o conselheiro interino, João Batista de Camargo Junior, não acatou as alegações expostas pelo vereador. O conselheiro observou que o Projeto Câmara Cidadã (PCC) já tinha sido alvo de reprimenda do TCE durante o julgamento das Contas Anuais de Gestão referentes ao exercício de 2010, de relatoria do Conselheiro Waldir Teis. Callai era o presidente do Legislativo à época e foi recomendado a suspensão das despesas relativas ao PCC, “tendo em vista o desvirtuamento da função legislativa e a usurpação de competência do Poder Executivo Municipal”, assinalou João Batista.

Com a retomada do PCC no exercício de 2014, o conselheiro interino aponta que houve um aumento de despesas com publicidade relativas à aquisição de material gráfico, serviço de sonorização e locação de tendas para realização de atividades. Diante desse cenário, o Conselheiro Substituto Luiz Henrique Lima, relator das Contas Anuais do exercício de 2014, entendeu que houve descumprimento de determinação do TCE. “Por esse motivo, diante dessa irregularidade, cumulada com outras impropriedades, decidiu-se pela irregularidade das referidas contas”, ressaltou.

“E para arrematar, causa espanto o fato de que as despesas consideradas ilegítimas e objeto de questionamento nesse processo terem ocorrido em anos eleitorais, quais sejam, os exercícios de 2010 e 2014. Conforme já mencionado, o Projeto Câmara Cidadã (PCC) foi criado pela Resolução nº 165/2010 e foi alvo de reprimenda desta Corte de Contas no julgamento das Contas Anuais de 2010, gestão do Sr. Airton Callai. O PCC foi retomado em 2014, outro ano eleitoral. Será que foi mera coincidência? Diante do exposto, consoante fundamentação explanada, não acolho as razões do recorrente e, em consonância com a equipe de auditoria, entendo que deve ser mantida integralmente a decisão contida no Acórdão nº 3.612/2015 – TP, quanto ao item em tela, posto que não há, nas razões recursais, fundamentos capazes de sanar a irregularidade”, concluiu o conselheiro interino, ao justificar seu voto, que foi seguido pelos demais conselheiros.

O vereador Airton Callai deve se manifestar em entrevista coletiva nesta quinta-feira (17) de manhã.

MT Agora - Expresso MT

Mais Noticias

Condenado

Banco é condenado em Sinop por desrespeitar lei e fazer cliente aguardar 3 horas na fila

Depoimentos Da Odebrecht

Segunda Turma do STF retira de Sérgio Moro mais trechos das delações da Odebrecht que citam o ex-presidente Lula

TSE

Rosa Weber toma posse como presidente do Tribunal Superior Eleitoral

Declaração

Raquel Dodge quer que ''reais concorrentes'' sejam anunciados ''o quanto antes'' pela Justiça Eleitoral para eleições de outubro

13/08/2018 -

Moro aceita denúncia contra Mantega e rejeita acusação contra Palocci

É a primeira vez que Mantega vira réu na Lava Jato. Crimes apurados envolvem a edição das medidas provisórias 470 e 472 (MP da Crise), beneficiando empresas do grupo Odebrecht, diz o MPF.

10/08/2018 -

Após STF, Ministério Público aprova aumento de 16,38% para procuradores

Ministério Público informou que não vai gerar despesa extra e sim remanejar verbas dentro do órgão para assegurar aumento. Na quarta (8), ministros do STF já haviam aprovado aumento dos salários.

10/08/2018 -

Juiz Federal manda tirar nome de Pivetta de lista do TCU

O meritíssimo Marcel Queiroz Linhares, da 2ª Vara Federal em Sinop, reconhece Otaviano Pivetta como ficha limpa.

09/08/2018 -

Municípios devem atualizar base de cálculo de IPTU

A finalidade do IPTU é a arrecadação de recursos financeiros aos municípios, tendo em vista que não é um imposto vinculado a alguma finalidade

09/08/2018 -

STF decide que não há prazo para cobrança na Justiça de dinheiro público desviado de forma dolosa

Por 6 votos a 5, ministros da Corte decidiram que as ações que pedem ressarcimento aos cofres públicos por atos de improbidade cometidos de forma intencional não prescrevem.

08/08/2018 -

STF decide incluir aumento de 16,38% para ministros no orçamento de 2019

Atualmente em R$ 33,7 mil, salário serve de base para magistrados de todo o país e poderá ultrapassar R$ 39 mil. Orçamento precisa ser aprovado pelo Congresso e sancionado pelo presidente.

08/08/2018 -

Dias Toffoli é eleito presidente do Supremo Tribunal Federal

Ministro sucederá a atual presidente, Cármen Lúcia; posse está prevista para 13 de setembro. Toffoli foi escolhido porque é o ministro mais antigo em atividade que ainda não presidiu STF.

07/08/2018 -

Rosa Weber espera manifestação da PGR para decidir sobre aborto

A expectativa é que a declaração da Procuradoria-Geral da República (PGR) chegue às mãos da ministra nos próximos 10 dias,

07/08/2018 -

MP cita casos de hanseníase em presos e pede interdição parcial de cadeia em MT

Segundo o órgão, 21 dos 226 presos da unidade foram diagnosticados com a doença. Ao G1, o governo afirmou que ainda não foi notificado sobre o pedido.

07/08/2018 -

Medida protetiva às vítimas de violência doméstica será mais ágil

O principal desafio é garantir que estas medidas sejam cumpridas o mais breve possível, o que depende do esforço conjunto entre os órgãos policiais, Ministério Público e Tribunal de Justiça

01/08/2018 -

Presidente do TSE afirma em decisão que Lula é inelegível

Para presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luiz Fux, há uma ''inelegibilidade chapada'' na eventual candidatura do ex-presidente, atualmente preso em Curitiba.

01/08/2018 -

PGR diz ao Supremo ser a favor de manter com Moro ação sobre Lula no caso do sítio de Atibaia

Defesa do ex-presidente diz que caso não tem relação com Lava Jato e, por isso, deve deixar 13ª Vara de Curitiba. Para Raquel Dodge, sítio foi reformado porque Lula atuou para beneficiar Odebrecht.

31/07/2018 -

PGR recorre de decisão que concedeu liberdade ao ex-ministro José Dirceu

Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal mandou soltar o ex-ministro em junho. De acordo com Raquel Dodge, há omissão e contradição na decisão que suspendeu a execução da pena.

30/07/2018 -

Moro pede explicações para defesa de Vaccarezza, solto há quase um ano sem pagar fiança de R$ 1,5 milhão

No despacho publicado nesta segunda-feira (30), juiz menciona ‘vaquinha’ virtual para campanha e também pede manifestação do MPF

29/07/2018 -

STF concede liberdade a empresário preso por suposto desvio de verba no Detran-MT

José Kobori estava preso no Centro de Custódia de Cuiabá desde maio. Ele foi um dos alvos da operação Bônus.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora