Policia

Comércio retira terminais após roubos em Cuiabá e clientes têm dificuldades

Caixas eletrônicos podem ser instalados em quartéis, estuda PM. Onda de assaltos gera temor a empresários de Mato Grosso.

Redação | 22 de Março de 2012 as 08h 50min
MT Agora - G1

Temendo a falta de segurança por conta dos constantes assaltos à caixas eletrônicos, muitos comerciantes de Cuiabá deixaram de oferecer os serviços em estabelecimentos como farmácias, supermercados, conveniências, o que tem gerado déficit de terminais eletrônicos 24 horas na capital.

Para os clientes que utilizavam o serviço, a situação ficou bem mais difícil, principalmente, para quem mora em bairros distantes do Centro da cidade, onde não há agências bancárias. No final do último ano, um terminal de auto-atendimento que fica próximo ao Parque Mãe Bonifácia, ao lado da Superintendência do Banco do Brasil, foi explodido e com o efeito dos explosivos os prédios foram destruídos. As ondas de assaltos também são constantes em bairros movimentados na capital e em pontos estratégicos de grande circulação de pessoas.

No bairro Morada do Ouro, por exemplo, dois caixas eletrônicos, sendo um localizado em um posto de gasolina e outro na avenida principal do bairro, estão desativados há meses devido aos assaltos. Os comerciantes do local temem por segurança, já que os caixas foram alvo de assaltantes por várias vezes. O comerciante Newton Fava da Silva conta que o caixa que ficava na Avenida Milton Figueiredo também foi desativado. “O caixa tinha bastante movimento. Era utilizado para pagar boletos, sacar dinheiro. Agora, os clientes tem de ir a locais mais distantes”, relatou o comerciante.

Na rodoviária de Cuiabá, dos quatro caixas eletrônicos, apenas dois estão em funcionamento desde o último assalto que ocorreu no mês de outubro de 2011, quando um dos terminais foi explodido. Os usuários e passageiros que passam pela rodoviária e precisam dos serviços ficaram prejudicados.

Sem caixas nas ruas, as agências e as lotéricas ficaram mais movimentadas. Por conta disso, o sindicato dos Bancários do estado reivindicou às agências que os equipamentos sejam substituídos. “Nós defendemos que sejam observados um plano de segurança, garantindo novos investimentos nas áreas de segurança para que essas reposições possam acontecer e que a sociedade não esteja mais vulnerável. É importante frisar que estamos buscando mais segurança nas agências e nos caixas eletrônicos”, afirmou Arilson da Siva, presidente do sindicato dos Bancários de Mato Grosso.

A Polícia Militar busca parcerias com os bancos para aumentar a segurança nos locais onde existem os caixas eletrônicos e estudam a possibilidade da implantação dos terminais dentro dos quartéis. “Precisamos estudar a viabilidade técnica e fazer a análise de segurança para a implantação dos caixas eletrônicos dentro dos quartéis. Entendemos que a população fica penalizada e esses caixas era uma forma de descentralizar os trabalhos”, pontuou o coronel Osmar Lino Farias, comandante geral da Polícia Militar.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Domingo

Lucas do Rio Verde, MT

Tempestades

27º

COTAÇÃO