Policia

Criança de 6 anos morre em hospital e médicos acionam a polícia após sinais de estupro

Menina deu entrada em Hospital Regional com parada cardiorrespiratória. Delegacia da Criança investiga suspeita de estupro cometido anteriormente.

Investigação | 06 de Março de 2018 as 14h 30min
MT Agora - Lorena Segala | G1

A polícia investiga a morte de uma criança de 6 anos, no domingo (4), no Hospital Regional de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. A suspeita é de que ela tenha sofrido estupro anteriormente.

A conselheira Tutelar, Maria da Glória, que acompanha o caso, afirmou que os médicos notaram sinais de violência sexual na menina e acionaram o Conselho Tutelar do município.

"Segundo o relato do médico, pelo exame que ele fez no corpo da criança havia uma lesão na parte íntima dela, tanto no órgão genital quanto no ânus. Não era uma lesão recente, então não foi esse fato, pelo que ele colocou, que a criança veio à óbito", disse a conselheira.

O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada da Criança e do Adolescente (Deca)

O delegado da Polícia Civil Lucídio Rondon, que investiga o caso, aguarda o resultado do exame previsto para sair em 15 dias. "O laudo é imprenscindível para nós, é o que vai comprovar o que foi mencionado pelo médico. Tem que verificar se não houve negligência de alguém no cuidado com essa criança", afirmou.

Nos próximos dias, parentes e pessoas próximas à família da criança devem prestar depoimento à polícia.

A menina foi encontrada pela avó no quintal de casa passando mal e depois foi levada ao Hospital Regional do município para atendimento.

Em nota, o Hospital Regional de Rondonópolis informou que a menina chegou ao hospital, com parada cardiorrespiratória, e foi dado entrada pelo box de emergência. Ainda segundo a unidade de saúde, a equipe médica fez todos os procedimentos para tentar salvar a menina, mas ela morreu.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) do município.

A família disse que a criança tinha crises convulsivas constantes e negou que ela tivesse sido sexualmente violentada.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Sexta Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Tempestades

29º

COTAÇÃO