Estado é condenado a reajustar salários de policiais militares em 11,98%

Estima-se que o impacto financeiro será de mais de R$ 150 milhões.

25/02/2017 - 12:49:31

   

Transitou em julgado uma decisão do desembargador Márcio Vidal, da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), que manteve o Estado de Mato Grosso condenado a pagar aos policiais militares a reposição salarial decorrente da conversão do Cruzeiro para Real em 11,98%, que deverá ser calculado retroativo à 2008. Estima-se que o impacto financeiro será de mais de R$ 150 milhões.

“Na reestruturação da carreira, os servidores públicos obtiveram generoso aumento, o que implica reconhecer a inexistência de perda salarial”, registrou em sua apelação a PGE.

A cobrança do pagamento era feita pela Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar, que ganhou a causa na 3ª Vara Especializada da Fazenda Pública de Cuiabá. No entanto, a Procuradoria Geral do Estado (PGE) entrou com recurso no ano passado, mas acabou perdendo novamente a ação.

Dentre os argumentos utilizados para conseguir a prescrição do processo, a PGE defendeu que não houve perda salarial dos policiais militares, já que o Estado havia concedido o reajuste por meio da reestruturação das carreiras dos servidores.

“Na reestruturação da carreira, os servidores públicos obtiveram generoso aumento, o que implica reconhecer a inexistência de perda salarial”, registrou em sua apelação a PGE.

Para o desembargador Márcio Vidal, a alegação de que os servidores públicos estaduais tiveram “generoso” aumento, quando da reestruturação da carreira, não corrige “eventual equívoco advindo da conversão da moeda em URV, e de forma alguma pode servir como compensação porque se tratam de parcelas de natureza jurídica diversas”.

Imbróglio
Ocorre que após a decisão, a PGE informou ao TJ que interpôs agravo regimental e que o mesmo não havia sido juntado ao processo.

Consta nos autos que Márcio Vidal determinou que o documento fosse localizado, mas a secretaria informou que o agravo não existia. O que foi constatado foram apenas dois embargos de declaração. Diante de tal situação, o desembargador pediu que a PGE se manifestasse e, após cinco meses, chegou à conclusão de que o documento apresentado pelo Estado não se tratava de documento oficial de protocolo. Por conta disso, determinou o trânsito em julgado e a devolução do caso à vara de origem.

A determinação foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico nº 9959, que circulou no dia 10 de fevereiro.

“Tendo em vista que o documento apresentado pelo Estado de Mato Grosso (fls. 215/250) não se trata de documento oficial de protocolo de peticionamento eletrônico, determino à secretaria que, transcorrido o prazo recursal, certifique-se o trânsito em julgado e, em seguida, devolva os autos à comarca de origem, com as cautelas de praxe”.

Outro lado
À reportagem,  a Procuradoria Geral do Estado informou que entregou novos documentos ao desembargador e está na expectativa de que o caso seja reavaliado pelo relator, com a abertura de um novo prazo. Também estuda a possibilidade de, não obtendo êxito no TJ, recorra junto ao Supremo Tribunal Federal (STF).  

MT Agora - Repórter MT

Mais Noticias

Ocorrências Policiais

Três são presos por roubo a motocicleta, resistência e porte ilegal de arma de fogo

Homicídio

Polícia registra 24º homicídio do ano em Lucas

Acidente

Criança fica em estado grave após ser atropelada por veículo em Lucas do Rio Verde

Abuso

Na web, jovem relata abusos que sofreu do pai por quase 10 anos em MT

10/07/2017 -

Homem invade residência e estupra duas jovens em Lucas do Rio Verde

As vítimas foram dominadas e obrigadas a manter relações sexuais com o acusado. Este ainda teria proferido ameaças contra as duas.

10/07/2017 -

Homem é preso no bairro Tessele Junior após efetuar disparos com arma de fogo

Varias denúncias foram realizadas por moradores informando que um homem estava efetuando disparos de arma de fogo em via pública.

06/07/2017 -

Autoridades do município buscam melhorias para a área de segurança

A prefeitura pretende fornecer uma área para a implantação da unidade de segurança em Lucas

05/07/2017 -

Caminhoneiro morre atropelado em Lucas do Rio Verde

O veículo, que não foi identificado, fugiu do local sem prestar socorro às vítimas

04/07/2017 -

Homem é amarrado e tem caminhonete roubada em Lucas do Rio Verde; vítima pediu ajuda em rodovia

Buscas foram realizadas, porém, ninguém localizado até o momento.

30/06/2017 -

Suspeitos são conduzidos com simulacro e material furtado em Lucas

O êxito da ação Policial pode ser creditado também à participação popular, que denunciou de forma anônima uma movimentação suspeita

28/06/2017 -

Encontrado corpo de mulher desaparecida em Lucas

A vítima teria sido morta com golpes de facão, que a atingiram no pescoço, tórax e abdômen.

26/06/2017 -

Acusado de estuprar enteadas, rapaz é preso tentando deixar MT

Mãe das menores afirma que marido foi vítima de armação da filha mais velha

26/06/2017 -

FAB intercepta avião que saiu de MT com 500 kg de cocaína

O avião havia decolado da Fazenda Itamarati do Norte, em Campo Novo do Parecis (MT), com destino a Santo Antonio Leverger (MT)

23/06/2017 -

Guarda Municipal inaugura nova sede neste sábado, dia 24

No novo ambiente também funcionarão serviços do Corpo de Bombeiros

23/06/2017 -

Presa em Lucas dupla responsável por crimes de furtos e roubos

Antes de ser capturado, ele resistiu, expondo ao risco uma criança que dormia na casa.

22/06/2017 -

Menina tem celular furtado e corre atrás de autores em Lucas; PM prende um

O homem estaria disposto a realizar novos furtos em Lucas, antes de voltar para sua cidade de origem, Ipiranga do Norte.

20/06/2017 -

Carro da PRF fica com as rodas para cima após acidente na BR-364 em MT

De acordo com a PRF, veículo colidiu com uma carreta e capotou nesta segunda-feira (19). Apenas o agente que conduzia o carro teve escoriações.

20/06/2017 -

Guarda Municipal e PM participam de capacitação para moto patrulha

A Prefeitura é apoiadora desta capacitação

20/06/2017 -

Polícia Civil prende homem que matou com barra de ferro em Lucas

Como justificativa para matar, o homem disse que a motivação foi uma dívida que havia entre ambos.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora