Policia

Indígena detido após estuprar menina de 10 anos em aldeia em MT aguarda vaga em socioeducativo

Segundo a polícia, o crime foi registrado no município de Comodoro em fevereiro deste ano. A menina foi encontrada com as pernas amarradas em árvores e com gasolina no corpo.

Estupro de Vulnerável | 18 de Abril de 2018 as 09h 02min
MT Agora - G1

Indígena de 17 anos, apreendido por estuprar uma menina de 10 anos e jogar gasolina no corpo dela em uma aldeia em Comodoro, a 677 km de Cuiabá, aguarda vaga num socioeducativo para ser internado. O adolescente teve a internação decretada pela Vara da Infância e Juventude da Comarca de Comodoro.

De acordo com a Polícia Civil, a expectativa é que ele seja levado para uma unidade em Cáceres, a 220 km da capital.

Os dois indígenas são da etnia Manairisu, que fica a cerca de 100 km de Comodoro.

Após ser detido, o índio foi levado para Pontes e Lacerda, a 483 km de Cuiabá, para evitar uma represália dos outros indígenas.

O crime foi registrado no fim de fevereiro. Segundo a Polícia Civil, depois de ingerir bebida alcoólica com a vítima, o índio desferiu um golpe com um objeto contundente na cabeça da menina.

Em seguida, o índio levou a menina para a mata e a estuprou. Após o ato, ele amarrou as pernas da menina numa árvore e jogou gasolina no corpo dela.

A vítima só foi encontrada no dia seguinte. Ela foi socorrida e encaminhada para a Casa do Índio em Vilhenha (RO).

A menina, a mãe dela, e os médicos que a atenderam prestaram depoimento durante as investigações.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Domingo

Lucas do Rio Verde, MT

Tempestades

27º

COTAÇÃO