Menores e mulheres vencem o medo e passam a denunciar mais casos de violência

Delegada aponta que pais também passaram a observar melhor o comportamento dos filhos

27/02/2017 - 19:26:43

   

Delegada Ana Paula de Faria Campos, da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, da Criança e do Idoso de Várzea Grande - Foto por: Ascom/PJC-MT

O número de casos registrados de violência envolvendo mulheres e vítimas menores de 18 anos vem aumentando desde 2014 em Mato Grosso. Por sentimento de vergonha ou medo, por muitos anos, boa parte dessa violência não era levada até o conhecimento da polícia. Mas esse cenário está mudando.

Dados da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) apontam que, em 2016, foram registradas 43.804 mil ocorrências envolvendo vítimas femininas de 18 a 59 anos em Mato Grosso. Já em 2015, foram 34.720 mil e em 2014 foram 29.229 mil registros.

Em relação às vítimas menores de 18 anos, em 2016, foram 10.645 mil ocorrências registradas no Estado. Em 2015 foram 8.493 mil casos e 7.451 casos em 2014.

Em todos os anos citados, as ocorrências mais registradas com vítimas femininas e menores de 18 anos foram de ameaça, com 55.016 mil casos registrados na somatória dos anos de 2014, 2015 e 2016, seguido de lesão corporal com 31.107 mil registros, também na soma dos três anos.

No crime de estupro foram 227 registros em 2016, de vítimas femininas de 18 a 59 anos. Na mesma faixa etária foram levados até a polícia 22 casos de estupro de vulnerável e 151 de estupro tentado.

Em relação às vítimas menores de 18 anos, em 2016, foram registrados 174 casos de estupro e 264 tentativas de estupro. O que mais chama atenção são os casos de estupro de vulnerável, que teve 942 registros.

A delegada Ana Paula de Faria Campos, da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, da Criança e do Idoso de Várzea Grande, atribui o número expressivo de registro de estupro de vulnerável às informações de esclarecimento sobre crimes sexuais, que vem alcançando um maior número de crianças e adolescentes.

“Hoje as crianças e adolescentes estão recebendo mais informações nas escolas, por meio de palestras e cartazes, de como se prevenir de crimes sexuais. São informações educativas para que elas possam compreender em quais situações elas podem se encontrar em risco sexual”, disse.

Segundo a delegada, muitas pessoas chegam hoje na delegacia dizendo que percebeu mudança no comportamento do filho ou neto, depois de terem visto um cartaz educativo ou recebido alguma orientação. Com essa informação, identificaram que essas crianças ou adolescentes estavam sofrendo algum tipo de abuso sexual.

“Então, a questão educativa e de orientação, tem ajudado no esclarecimento das pessoas e levado às vítimas a procurar ajuda”, acredita Ana Paula.

Para a delegada, outros fatores também estão contribuindo para que as vítimas femininas e menores de 18 anos estejam procurando ajuda nas redes de proteção.

“Hoje temos um número maior de Delegacias Especializadas de Defesa da Mulher no Estado. Isso também contribui para o aumento do registro desses crimes, uma vez que a demanda que estava reprimida começou a aparecer”, destacou a delegada.

Fora isso, segundo Ana Paula, a confiança da população nos órgãos de Segurança Pública está aumentando.

“As vítimas estão perdendo o medo de procurar a polícia. O conhecimento da Lei Maria da Penha, o esclarecimento de como funcionam as delegacias e toda a rede de proteção para esse tipo de violência, estimulam as vítimas a procurar ajuda e a denunciar seu agressor ”, falou.

A maior parte dos agressores nos casos de violência contra mulheres, crianças e adolescentes são pessoas muito próximas, como parentes e amigos. Por isso, a vítima muitas vezes não tem coragem de ir às delegacias ou procurar ajuda.

A delegada alerta que em casos de violência sexual, a vítima pode comunicar qualquer órgão da rede de proteção, serviço de saúde, delegacia, conselho tutelar (se for menor de idade), para os procedimentos iniciais, que devem ser feitos no máximo em até 72 horas. 

MT Agora - Lidiana Cuiabano | Sesp-MT

Mais Noticias

Fuga do Hospital

Assaltante que fugiu do hospital, não tinha mandado de prisão decretado

Fuga do Hospital

Homem baleado em assalto a comércio em Lucas do Rio Verde e que estava internado, foge do hospital

Operação Regressus

Golpista que inspirou filme 'VIPs' e mais dois são presos em Cuiabá por atestados falsos para progressão de regime

Fazenda Invadida

Criminosos armados invadem fazenda e roubam caminhonete e armas em Lucas do Rio Verde

23/04/2018 -

Jovens são presos após disparos contra ônibus em Lucas do Rio Verde

Os participantes estariam armados e efetuando disparos contra transportes públicos (ônibus) que transitavam pela rua.

20/04/2018 -

Assaltante é morto após tentativa de assalto a comércio em Lucas do Rio Verde

Os dois assaltantes já tinham passagens por ocorrências diversas, entre eles diversos casos de roubo. Um deles havia sido liberado na sexta-feira e o outro ganhou liberdade em novembro do ano passado.

18/04/2018 -

Indígena detido após estuprar menina de 10 anos em aldeia em MT aguarda vaga em socioeducativo

Segundo a polícia, o crime foi registrado no município de Comodoro em fevereiro deste ano. A menina foi encontrada com as pernas amarradas em árvores e com gasolina no corpo.

18/04/2018 -

PRF apreende maconha e cocaína com a ajuda de cão farejador em MT

Duas pessoas foram presas pela PRF. Apreensões ocorreram em Sorriso e em Cuiabá.

18/04/2018 -

CV picha e explode muro da Secretaria de Segurança Pública

Ato criminoso foi realizado na madrugada de hoje; nenhum suspeito foi preso até o momento pela PM

17/04/2018 -

Homem tenta suicídio em Lucas. Bombeiros foram acionados quase dez horas depois do ocorrido

O caso aconteceu na noite de ontem, por volta 21 horas, mas os militares só foram informados do ocorrido por volta de 6 horas de hoje.

17/04/2018 -

Homem sobrevive após ser esfaqueado 15 vezes durante discussão

A vítima está internada no Hospital Regional e seu estado de saúde é considerado grave.

17/04/2018 -

Jovem é baleado nas costas em avenida em Lucas do Rio Verde

Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiro e encaminhado ao hospital e não corre risco de morte.

17/04/2018 -

Polícia Militar de Alta Floresta usa pistola taser para evitar tentativa de suicídio

A arma imobilizou o rapaz de 19 anos, que estava transtornado em casa. Com uma faca na mão, ele ameaçava a cortar o próprio pescoço, segundo a Polícia Militar.

17/04/2018 -

Homem é preso com arma de fogo durante intimação do filho em Sorriso

O suspeito foi autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.

17/04/2018 -

Irmã coloca criança de 3 anos para dormir do lado de fora de casa, é detida e vítima de maus-tratos vai para abrigo em MT

Caso foi registrado no município de Primavera do Leste, na segunda-feira (16). A adolescente de 17 anos contou à polícia que cuidava da irmã para a mãe trabalhar.

17/04/2018 -

Avós são mortos a tiros dentro de casa na frente dos netos de 4 e 12 anos em Feliz Natal

As crianças relataram que uma pessoa entrou na casa depois que chegou de motocicleta. Vítimas tinham 48 e 54 anos.

17/04/2018 -

Pai morreu afogado ao tentar salvar o filho e mulher inventou suicídio do marido em MT, diz polícia

Laudo vai apontar grau de sanidade mental da mãe e avaliar prováveis distúrbios psiquiátricos. Afogamento de pai e filho ocorreu em janeiro deste ano no Rio Cuiabá.

17/04/2018 -

Jovem é executado com tiros na cabeça e na boca em Várzea Grande (MT)

Segundo a Polícia Militar, Luan Natal Pereira Neres foi executado no Bairro Vila São João, por volta de 23h.

17/04/2018 -

Sistema de Previdência de Sinop (MT) é invadido por hackers e crime é denunciado à polícia

Previ-Sinop é responsável por armazenar informações e dados previdenciários do funcionalismo público municipal. BO foi registrado nessa segunda-feira (16) na polícia.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora