Menores e mulheres vencem o medo e passam a denunciar mais casos de violência

Delegada aponta que pais também passaram a observar melhor o comportamento dos filhos

27/02/2017 - 19:26:43

   

Delegada Ana Paula de Faria Campos, da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, da Criança e do Idoso de Várzea Grande - Foto por: Ascom/PJC-MT

O número de casos registrados de violência envolvendo mulheres e vítimas menores de 18 anos vem aumentando desde 2014 em Mato Grosso. Por sentimento de vergonha ou medo, por muitos anos, boa parte dessa violência não era levada até o conhecimento da polícia. Mas esse cenário está mudando.

Dados da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) apontam que, em 2016, foram registradas 43.804 mil ocorrências envolvendo vítimas femininas de 18 a 59 anos em Mato Grosso. Já em 2015, foram 34.720 mil e em 2014 foram 29.229 mil registros.

Em relação às vítimas menores de 18 anos, em 2016, foram 10.645 mil ocorrências registradas no Estado. Em 2015 foram 8.493 mil casos e 7.451 casos em 2014.

Em todos os anos citados, as ocorrências mais registradas com vítimas femininas e menores de 18 anos foram de ameaça, com 55.016 mil casos registrados na somatória dos anos de 2014, 2015 e 2016, seguido de lesão corporal com 31.107 mil registros, também na soma dos três anos.

No crime de estupro foram 227 registros em 2016, de vítimas femininas de 18 a 59 anos. Na mesma faixa etária foram levados até a polícia 22 casos de estupro de vulnerável e 151 de estupro tentado.

Em relação às vítimas menores de 18 anos, em 2016, foram registrados 174 casos de estupro e 264 tentativas de estupro. O que mais chama atenção são os casos de estupro de vulnerável, que teve 942 registros.

A delegada Ana Paula de Faria Campos, da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, da Criança e do Idoso de Várzea Grande, atribui o número expressivo de registro de estupro de vulnerável às informações de esclarecimento sobre crimes sexuais, que vem alcançando um maior número de crianças e adolescentes.

“Hoje as crianças e adolescentes estão recebendo mais informações nas escolas, por meio de palestras e cartazes, de como se prevenir de crimes sexuais. São informações educativas para que elas possam compreender em quais situações elas podem se encontrar em risco sexual”, disse.

Segundo a delegada, muitas pessoas chegam hoje na delegacia dizendo que percebeu mudança no comportamento do filho ou neto, depois de terem visto um cartaz educativo ou recebido alguma orientação. Com essa informação, identificaram que essas crianças ou adolescentes estavam sofrendo algum tipo de abuso sexual.

“Então, a questão educativa e de orientação, tem ajudado no esclarecimento das pessoas e levado às vítimas a procurar ajuda”, acredita Ana Paula.

Para a delegada, outros fatores também estão contribuindo para que as vítimas femininas e menores de 18 anos estejam procurando ajuda nas redes de proteção.

“Hoje temos um número maior de Delegacias Especializadas de Defesa da Mulher no Estado. Isso também contribui para o aumento do registro desses crimes, uma vez que a demanda que estava reprimida começou a aparecer”, destacou a delegada.

Fora isso, segundo Ana Paula, a confiança da população nos órgãos de Segurança Pública está aumentando.

“As vítimas estão perdendo o medo de procurar a polícia. O conhecimento da Lei Maria da Penha, o esclarecimento de como funcionam as delegacias e toda a rede de proteção para esse tipo de violência, estimulam as vítimas a procurar ajuda e a denunciar seu agressor ”, falou.

A maior parte dos agressores nos casos de violência contra mulheres, crianças e adolescentes são pessoas muito próximas, como parentes e amigos. Por isso, a vítima muitas vezes não tem coragem de ir às delegacias ou procurar ajuda.

A delegada alerta que em casos de violência sexual, a vítima pode comunicar qualquer órgão da rede de proteção, serviço de saúde, delegacia, conselho tutelar (se for menor de idade), para os procedimentos iniciais, que devem ser feitos no máximo em até 72 horas. 

MT Agora - Lidiana Cuiabano | Sesp-MT

Mais Noticias

Compra e Venda

Moto roubada em Lucas do Rio Verde é localizada em grupo de compra e venda de Nova Mutum

Ameaça

Homem é preso após ameaçar mulher com faca em Lucas do Rio Verde

Tráfico de Drogas

Avião com 400 kg de pasta base de cocaína faz pouso forçado e cinco pessoas são presas

Matança

Corpos das nove vítimas chegam para identificação em Colniza

21/04/2017 -

Polícia Civil confirma nove mortos em chacina em Colniza

Policias civis e militares estão no local; ainda não há informações sobre identidade das vítimas

18/04/2017 -

Operação resulta na prisão de 11 por homicídio, tráfico e roubo em Lucas do Rio Verde

Foram cumpridos dois mandados de prisão e outros cinco de busca e apreensão.

17/04/2017 -

Jovem é assassinado na Bairro Tessele Junior em Lucas

O jovem de 25 anos de idade foi atingido por golpes possivelmente de arma branca. Não há informações sobre sobre a autoria do crime.

17/04/2017 -

Com cheques falsificados, estelionatários tentam golpe de R$ 500 mil em prefeitura de MT

Tesouraria identificou 11 cheques programados para compensação, entrou em contato com o banco e suspendeu todos os pagamentos. Prefeitura denunciou caso à polícia.

17/04/2017 -

Homem é preso por estupro de vulnerável ao dizer que iria 'assumir namoro' com menina de 12

estre de obras disse para família da garota que iria deixar a esposa para ficar com a menor de idade. Pai da vítima acionou a PM e denunciou o caso.

12/04/2017 -

Polícia de MT indicia 11 suspeitos de desvio milionário em empresa de aço

Suspeitos teriam desviado entre R$ 13 milhões e R$ 20 milhões, segundo a polícia. Entre os presos estão gerentes e funcionários da empresa.

12/04/2017 -

Delegado critica remoção da GCCO e culpa secretário da Sesp

Flávio Stringueta informou que até ontem (11) não havia sido comunicado dos reais motivo da saída

12/04/2017 -

Em 3 meses, registros de homicídios já chegou na metade dos casos de 2016, diz delegado

Em 2016 foram registrados 22 casos. Já no ano de 2015 foram nove homicídios.

10/04/2017 -

Caminhão roubado em Tapurah foi recuperado no Pará

O homem foi reconhecido pela Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso como integrante de um grupo reunido para praticar roubos de caminhões na região norte do estado

03/04/2017 -

Dupla é presa com carga de cigarros avaliada em mais de R$ 70 mil em MT

Prisão de suspeitos foi feita pela Polícia Militar de Lucas do Rio Verde (MT). Três suspeitos conseguiram fugir após entrarem em plantação de milho.

03/04/2017 -

Suspeito de tentativa de homicídio na Praça é preso pela PM

Com o homem foram encontrados objetos como pulseiras, que pertencem à vítima. A faca que teria sido usada no crime não foi localizada.

03/04/2017 -

Ladrão baleado por policial durante assalto em Lucas do Rio Verde está na UTI

A versão que está sendo apurada é que, mesmo ferido, no tórax, o suspeito conseguiu fazer alguns disparos e dois clientes foram atingidos no pé e outro no ombro.

03/04/2017 -

PM prende três em carga de cigarros contrabandeados em Lucas

Ao fazer uma busca nos dois veículos, os Militares encontraram uma grande quantidade de caixas de cigarro, supostamente produto de contrabando.

01/04/2017 -

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Lucas

O homem foi encontrado morto com sinais de espancamentos graves.

01/04/2017 -

Veículos de luxo são apreendidos com organização desarticulada no Norte de MT

A Polícia Civil representou pela apreensão de casas, automóveis e motocicletas de luxo, terrenos e uma fazenda, nas investigações presididas pela Delegacia de Sorriso que resultou na prisão de 14 pessoas envolvidas em um esquema