Menores e mulheres vencem o medo e passam a denunciar mais casos de violência

Delegada aponta que pais também passaram a observar melhor o comportamento dos filhos

27/02/2017 - 19:26:43

   

Delegada Ana Paula de Faria Campos, da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, da Criança e do Idoso de Várzea Grande - Foto por: Ascom/PJC-MT

O número de casos registrados de violência envolvendo mulheres e vítimas menores de 18 anos vem aumentando desde 2014 em Mato Grosso. Por sentimento de vergonha ou medo, por muitos anos, boa parte dessa violência não era levada até o conhecimento da polícia. Mas esse cenário está mudando.

Dados da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) apontam que, em 2016, foram registradas 43.804 mil ocorrências envolvendo vítimas femininas de 18 a 59 anos em Mato Grosso. Já em 2015, foram 34.720 mil e em 2014 foram 29.229 mil registros.

Em relação às vítimas menores de 18 anos, em 2016, foram 10.645 mil ocorrências registradas no Estado. Em 2015 foram 8.493 mil casos e 7.451 casos em 2014.

Em todos os anos citados, as ocorrências mais registradas com vítimas femininas e menores de 18 anos foram de ameaça, com 55.016 mil casos registrados na somatória dos anos de 2014, 2015 e 2016, seguido de lesão corporal com 31.107 mil registros, também na soma dos três anos.

No crime de estupro foram 227 registros em 2016, de vítimas femininas de 18 a 59 anos. Na mesma faixa etária foram levados até a polícia 22 casos de estupro de vulnerável e 151 de estupro tentado.

Em relação às vítimas menores de 18 anos, em 2016, foram registrados 174 casos de estupro e 264 tentativas de estupro. O que mais chama atenção são os casos de estupro de vulnerável, que teve 942 registros.

A delegada Ana Paula de Faria Campos, da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, da Criança e do Idoso de Várzea Grande, atribui o número expressivo de registro de estupro de vulnerável às informações de esclarecimento sobre crimes sexuais, que vem alcançando um maior número de crianças e adolescentes.

“Hoje as crianças e adolescentes estão recebendo mais informações nas escolas, por meio de palestras e cartazes, de como se prevenir de crimes sexuais. São informações educativas para que elas possam compreender em quais situações elas podem se encontrar em risco sexual”, disse.

Segundo a delegada, muitas pessoas chegam hoje na delegacia dizendo que percebeu mudança no comportamento do filho ou neto, depois de terem visto um cartaz educativo ou recebido alguma orientação. Com essa informação, identificaram que essas crianças ou adolescentes estavam sofrendo algum tipo de abuso sexual.

“Então, a questão educativa e de orientação, tem ajudado no esclarecimento das pessoas e levado às vítimas a procurar ajuda”, acredita Ana Paula.

Para a delegada, outros fatores também estão contribuindo para que as vítimas femininas e menores de 18 anos estejam procurando ajuda nas redes de proteção.

“Hoje temos um número maior de Delegacias Especializadas de Defesa da Mulher no Estado. Isso também contribui para o aumento do registro desses crimes, uma vez que a demanda que estava reprimida começou a aparecer”, destacou a delegada.

Fora isso, segundo Ana Paula, a confiança da população nos órgãos de Segurança Pública está aumentando.

“As vítimas estão perdendo o medo de procurar a polícia. O conhecimento da Lei Maria da Penha, o esclarecimento de como funcionam as delegacias e toda a rede de proteção para esse tipo de violência, estimulam as vítimas a procurar ajuda e a denunciar seu agressor ”, falou.

A maior parte dos agressores nos casos de violência contra mulheres, crianças e adolescentes são pessoas muito próximas, como parentes e amigos. Por isso, a vítima muitas vezes não tem coragem de ir às delegacias ou procurar ajuda.

A delegada alerta que em casos de violência sexual, a vítima pode comunicar qualquer órgão da rede de proteção, serviço de saúde, delegacia, conselho tutelar (se for menor de idade), para os procedimentos iniciais, que devem ser feitos no máximo em até 72 horas. 

MT Agora - Lidiana Cuiabano | Sesp-MT

Mais Noticias

Investigação

Polícia segue com investigações a roubo de R$ 182 mil de residência

Documentos Falsos

Dono de academia de Lucas do Rio Verde é preso após entregar documentos falsos ao CREF/MT

Desaparecido

Após colheita, polícia faz novas buscas por agrônomo que sumiu há 3 meses após deixar sinais em lavoura em MT

Arma de Brinquedo

Menor usa arma de brinquedo para cometer roubo de motocicleta

18/09/2017 -

Polícia de Sinop cumpre ordem judicial e apreende mais de R$ 30 mil roubados em Lucas do Rio Verde

Não foi informado se a caminhonete e o restante do dinheiro foram recuperados.

15/09/2017 -

Vítima de calote denuncia golpe em Lucas do Rio Verde

A Polícia Militar fez a condução de uma das envolvidas para a delegacia judiciária civil, onde as providências cabíveis ao caso foram tomadas.

15/09/2017 -

Jovem com tornozeleira eletrônica foge da polícia, mas acaba detido em Lucas do Rio Verde

Ele alegou que fugiu ao ver a viatura, pois temia ser conduzido até a delegacia por estar usando o sistema de monitoramento.

15/09/2017 -

Autor de roubo a estabelecimento comercial em Lucas é detido em ação conjunta

O roubo aconteceu no início da madrugada dessa quinta-feira (14) em uma revendedora de bebidas no bairro Jardim das Américas.

14/09/2017 -

Dois que atropelaram policial durante a fuga são presos com arma e drogas em Lucas do Rio Verde

. Com os suspeitos, foi encontrada uma pistola 9 milímetro e uma quantidade de pasta base de cocaína.

13/09/2017 -

Homem é preso tentando entrar em residências de bairro em Lucas

O suspeito foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Judiciária Civil, onde serão tomadas as medidas necessárias.

13/09/2017 -

Bombeiros procuram por corpo que teria sido jogado dentro de rio em MT

Segundo o Corpo de Bombeiros, vítima teria sido assassinada e teve o corpo amarrado em moto antes de ser jogado no Rio Tartaruga, no município de Vera.

13/09/2017 -

Polícia fecha 5 pontos de jogo do bicho em MT e apreende máquinas de cartão usadas para apostas eletrônicas

Criminosos transformam máquinas de cartão de crédito em máquinas de apostas. Recibos de apostas, com valores entre R$ 500 e R$ 600, foram encontrados nos pontos.

13/09/2017 -

Padrasto é acusado de abusar sexualmente de enteada de 9 anos em Sinop

Não há informações se o suspeito foi detido.

13/09/2017 -

Médica suspeita de estupro em criança de 6 anos e chama a PM

Mulher disse que a filha escorregou e foi atingida por um vidro de xampu nas partes íntimas.

13/09/2017 -

Drone com celulares é encontrado em pátio de cadeia em Mato Grosso

Drone já tinha pousado no pátio e estava com dois celulares pendurados. Esta é a terceira vez que agentes apreendem drones em unidades do sistema penitenciário de MT.

13/09/2017 -

Mulher acusa marido de tentar matá-la atropelada e testemunha diz que vítima se jogou na frente de carro

Ela foi atendida em uma unidade de saúde e estava com diversos machucados pelo corpo.

13/09/2017 -

Casal de advogados é amarrado e agredido durante assalto

Profissional foi agredido com um tapa no rosto; veículo e pertences ainda não foram recuperados.

13/09/2017 -

Adolescente é esfaqueado ao tentar defender a mãe em MT

Seu atual estado de saúde não foi informado.

13/09/2017 -

Polícia apreende 500 pares de tênis falsificados em loja e três são detidos

Após a confecção de um laudo, os produtos devem ser destruídos com autorização da Justiça de Mato Grosso.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora