Policia

Mobilização em prol de melhorias salariais dos praças militares se alastra na Internet

Adesivo da mobilização estão espalhados pelas redes sociais e em veículos em MT

Mobilização | 17 de Janeiro de 2014 as 15h 32min
MT Agora

Praças militares, familiares e a sociedade mato grossense estão juntos em todas as cidades de Mato Grosso mobilizados pela aprovação do 50% para o sub tenente atrelado ao soldo do coronel, cobrança esta de melhoria salarial aos policiais e bombeiros militares da ativa, inativos e familiares pensionistas.

Em entrevista ao MT Agora o Cabo Elizeu Nascimento, o militar que tem lutado politicamente representando a classe militar que clamou por esta luta salarial, este nos declarou que, em novembro de 2013 os praças militares ao ver a tabela do fórum nacional de segurança pública, no qual o estado de Mato Grosso aparece como o 4º pior salário de praças militares do Brasil, causou revolta e descontentamento na tropa que começou um movimento nas redes sociais em compartilhar a tabela que requer 50% ao sub tenente atrelado ao soldo do coronel, na atualidade com aproximadamente 4.000 compartilhamentos no facebook, a mobilização se aumenta a cada dia e que no dia 17 de dezembro a Secretaria de Administração de Mato Grosso (SAD), protocolou e recebeu a tabela levada pelas mãos do cabo Elizeu nascimento e assim para cálculo de impacto na folha, após o recesso de final de ano a SAD retornou suas atividades no dia 06 de janeiro deste ano e já no dia 07 recebeu novamente o representante dos praças que luta pela aprovação da tabela salarial, nesta data já se apresentou ao Cabo Elizeu Nascimento o calculo de impacto e que agora estará sendo analisada em reunião com o Governador Silval Barbosa, que segundo informes, o Governador já tem ciência da defasagem salarial dos praças militares e também tem ciência do movimento salarial dos praças militares que se alastram em todo estado.

Cabo Elizeu Nascimento relata: "Nós não estamos em confronto com associações, com o Comando Geral e muito menos com nosso governo, tenho sido muito bem recebido pelo grupo do Governo do estado a esclarecer o que buscamos e que é de suma importância a uma categoria que muitas vezes perde sua vida em serviço, a exemplo do nosso irmão SGT Amorim executado em serviço no final de ano na região do povoado de caramujo (região de Cáceres), este militar da minha turma de aluno soldado que deixou pela sua profissão perdendo sua vida, dois filhos órfãos, pois sua esposa também já era falecida, ainda fui convidado pelo SUB CMD da PMMT Coronel Avilla nesta semana a falar sobre assuntos relacionados a questão salarial e planos de carreira, no qual este me relatou pessoalmente ser a favor de 50% ao sub tenente atrelado ao soldo do Coronel, disse que é justa nossa luta e que apoia, pois o movimento é legal, sem ofensas, movimento pacifico e respeitoso, o Coronel Ávilla Sub Comandante da PMMT ainda me falou sobre projetos para a corporação relacionados a planos de carreiras militares, no qual eu disse pessoalmente que só manifestaria apoio ao projeto caso eu tivesse acesso no teor exato do projeto e que além do principal que eu defendo a pedido da maioria que é o 505 para o sub tenente, eu apoiaria um plano de carreira que favoreça também a classe dos praças sendo: redução do tempo de promoção de SD para CB de 12 anos para 08 anos, de SGT de 16 anos para 12 anos e assim sucessivamente e ainda baixando com (promoção automática) e que sendo assim estaríamos de acordo a apoiar o plano de carreira dos oficiais também, más que nosso foco central e que impera a solicitação da maioria (50% PARA O SUB TENENTE ATRELADO AO SOLDO DO CORONEL, JÁ)”, enfatizou o Cabo Elizeu Nascimento.

“Bico de segurança de escolas” para a prefeitura municipal de Cuiabá, perguntamos ao Cabo Elizeu Nascimento a respeito deste projeto que o prefeito de Cuiabá Mauro Mendes apresenta para policiais militares fazerem em seus dias de folga, o Cabo Elizeu Nascimento respondeu: eu não farei bico para prefeitura, primeiro que queremos um salário digno pelos nossos trabalhos, assim como os agentes penitenciários foram contemplados e policiais civis, queremos o retorno de um pouco que recebíamos em 2002 (56% para o sub tenente atrelado ao soldo do coronel) nem isso estamos exigindo, estamos pedindo apenas 50%, quando entrei na PMMT, entrei para cumprir minhas funções como policial militar e não como vigilante da prefeitura, além do mais meus dias de folga é para eu cuidar dos meus afazeres familiares, pois não sou máquina, sou ser humano e tenho filhos e esposa ao qual devo cumprir com meu papel de pai de família, queremos a nossa valorização salarial do estado de Mato Grosso, declara Cabo Elizeu Nascimento.

As pessoas ao andar pelas cidades de Mato Grosso já tem observado e notado esta luta desses militares por um salário digno, através de adesivos em veículos, carros, motocicletas, comércios e até charrete de trabalhadores autônomos como podem ver nas imagens, a sociedade tem abraçado a causa dos militares que realmente merecem um salário digno, assim a sociedade estará provida de uma melhor segurança no ano que acontecerá o evento mundial de futebol em Mato Grosso.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Segunda Feira

Lucas do Rio Verde, MT

Tempo nublado

26º

COTAÇÃO