Se Deu Mal

Motorista de aplicativo simula roubo de carro após apoiar assalto a churrascaria e é preso depois de aparecer em imagens do crime

Glênio César Miranda Taques, de 36 anos, procurou a polícia e denunciou que teve o carro roubado. Versão foi desmentida após vídeo mostrar suspeito esperando assaltante do lado de fora de churrascaria em Cuiabá.

11 de Janeiro de 2019 as 00h 02min

Vídeo mostra motorista de aplicativo circulando enquanto esperava assaltantes — Foto: TVCA/ Reprodução

Um motorista de aplicativo foi preso nessa quarta-feira (9) suspeito de dar apoio a uma quadrilha de roubo de carros em Cuiabá. Glênio César Miranda Taques, de 36 anos, foi pego depois que foi à delegacia e simulou ter sido vítima de um assalto. As imagens de um circuito de segurança desmentiram a versão dele.

Ele procurou a Delegacia Especializada em Roubos e Furto de Automóveis para comunicar que tinha sido assaltado. Disse que foi rendido por criminosos e que teve o carro levado segunda-feira (7).

Porém, segundo o delegado Diego Martimiano, a história começou a mudar quando a polícia descobriu que o veículo tinha sido usado em um assalto a uma churrascaria.

O delegado afirmou que inicialmente achava que os ladrões tivessem roubado o carro para usar no crime. O homem comunicou que foi assaltado entre 15h30 e 16h da tarde, mas o assalto ao restaurante foi antes, o que levantou suspeita.

A equipe de investigadores buscou imagens de câmeras de segurança próximas ao local do crime. O vídeo revelou a verdade. "Dá para ver ele no assalto ", contou.

O motorista para o carro em uma rua próxima, o assaltante desce e ele fica esperando. O homem também desce para fumar um cigarro. Vai e volta caminhando tranquilamente. Depois de 14 minutos, ele volta para o carro e vai embora sem pressa.

Confrontado com as imagens, Glênio acabou confessando o crime.

A polícia ainda procura mais dois homens que participaram do crime. Um deles é o que desceu do veículo e rendeu os funcionários do restaurante. O outro, segundo os investigadores, é um garçom que trabalhou no local e foi demitido há pouco tempo.

Ele teria dado as informações e ajudado no planejamento do crime. Kleiton foi preso em flagrante e vai responder por assalto e por falsa comunicação de crime.

Fonte: Ricardo Mello | TV Centro América

COMENTARIOS

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

COTAÇÃO