Policia

Polícia tenta identificar suspeito de matar universitária em carro após festa

Assassinato ocorreu no Centro de Cuiabá, na madrugada de domingo (18). Adriele Munis estava em um carro quando foi atingida a tiros pelas costas.

Investigação | 20 de Dezembro de 2016 as 16h 16min
MT Agora - G1 MT

Adriele foi morta após levar um tiro nas costas (Foto: Reprodução/ Facebook)

O assassinato de uma universitária de 25 anos, ocorrido na madrugada de domingo (18), em Cuiabá, é investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Os investigadores tentam conseguir imagens de câmeras de segurança que teriam registrado o crime. Adriele da Silva Munis, estava acompanhada do namorado no banco traseiro de um Pálio quando foi atingida por um tiro nas costas.

O velório de Adriele é feito na manhã desta segunda-feira (19) em Poconé, a 104 km de Cuiabá. O G1 não localizou familiares da vítima.

O crime ocorreu nas proximidades da Praça Maria Taquara, no Centro da capital. Adriele e o namorado tinham saído de uma confraternização. Inicialmente a Polícia Militar havia informado que a vítima saiu de uma festa de pagode, na capital. Porém, a Polícia Civil informou que a jovem havia participado de uma confraternização em família.

As testemunhas disseram informalmente à polícia que voltavam de um evento, pela Avenida Isaac Póvoas, em um veículo Fiat Pálio, conduzido por um amigo do casal. Outros dois veículos se aproximaram em alta velocidade. Um deles, o Celta, ultrapassou o Pálio e ficou na frente do veículo onde estava Adriele e o namorado.

O terceiro veículo, Honda Fit, ficou atrás do Pálio. Quando estavam na Avenida General Melo, perto da Praça Maria Taquara, uma pessoa que estava dentro do veículo Honda Fit fez três disparos. Um deles atingiu o Pálio na altura do porta-malas, ultrapassou a lataria e atingiu Adriele pelas costas.

Os dois veículos fugiram desse local após os disparos. O namorado de Adriele levou a vítima até o Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC), no entanto, a jovem morreu na unidade. Os policiais da DHPP foram chamados para fazer a liberação do corpo da vítima.

A DHPP recebeu informações de que o casal estava na confraternização e houve um desentendimento e discussão entre algumas pessoas. Não há informações se o casal foi perseguido por alguém que estava nessa festa.

COMENTARIOS

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

TEMPO AGORA

Hoje, Domingo

Lucas do Rio Verde, MT

º

COTAÇÃO