Polícia Civil prende 14 pessoas envolvidas em esquema milionário no Norte de Mato Grosso

A vítima é um empresário renomado da cidade, que já ocupou cargo público no município, e que teve prejuízo que ultrapassa os R$ 15 milhões.

31/03/2017 - 14:08:52

   

Quatorze pessoas envolvidas em um esquema milionário de desvio de mercadorias foram presas na operação "Confidere", deflagrada nesta sexta-feira (31.03), pela Polícia Judiciária Civil de Sorriso  (442 km ao Norte), para cumprimento de mandados de prisão preventiva, sequestro de mais de R$ 7 milhões em  bens e 9 buscas e apreensões em três cidades do Nortão de Mato Grosso, no Médio-Norte e no Sul do Estado.

Os suspeitos foram presos em Sorriso, Sinop, Tangará da Serra e Rondonópolis. O delegado de Sorriso, Bruno Sérgio Magalhães Abreu, confirmou que cinco dos preso são gerentes da empresa vítima e tiveram mandados de prisão preventiva cumpridos. Os demais foram autuados em flagrante por receptação qualificada.

Os cinco gerentes são: Fernando Rodrigues da Silva, apontado como o líder da quadrilha e gerente de vendas da empresa; Marcos Silva (gerente); Ricardo Alves de Oliveira Ferreira (gerente de expedição), Fábio dos Santos Alexandre (representante comercial da empresa, em Tangará da Serra) e Márcio Boria (gerente de expedição em Rondonópolis).

Foto: Investigador Cleverson Hanse/Sorriso

As buscas foram realizadas nas cidades de Sorriso, Sinop, Alta Floresta e Tangará da Serra, em empresas e residências dos suspeitos ligados ao esquema. Nos locais foram apreendidos folhas de cheques de bancos diversos e vários metais como tubos, bobinas entre outros.

A investigação iniciou em janeiro deste ano, depois de denúncia de uma empresa do ramo de fabricação e exportação de Açometal, sediada em Sinop (500 km ao Norte), por suspeita de que gerentes de alta confiança do estabelecimento estariam desviando materiais, por meio do cancelamento de notas fiscais.

A vítima é um empresário renomado da cidade, que já ocupou cargo público no município, e que teve prejuízo que ultrapassa os R$ 15 milhões.  

Em 2015, essa mesma empresa entrou com pedido de recuperação judicial por dívidas de R$ 38 milhões. Mas esse não seria o motivo da denúncia e, sim, o fato de inúmeras reposições no estoque sem aparentes explicações e também o cancelamento de notas fiscais emitidas pela própria empresa vítima, como se o material comercializado não tivesse saído do depósito.

Na investigação, presidida pelo delegado Bruno Sérgio Magalhães Abreu, foi detectado 1.200 notas fiscais emitidas e canceladas pelas empresa credora no período de 2 anos, totalizando mais de R$ 13,5 milhões em mercadorias supostamente devolvidas ou desistência de  compras.

Foto: Investigador Cleverson Hanse/Sorriso

A Polícia Civil apurou o envolvimento de empresas de Sorriso, na receptação dos produtos comercializados fraudulentamente. "A vítima detectou uma nota cancelada em uma empresa de Sorriso, fizemos vigilância e comprovamos que o material foi entregue e a nota cancelada", explicou o delegado.  

Conforme o delegado, recentemente foi descoberto um furto na empresa da vítima  e na apuração chegou-se a empresa receptadora dos produtos em Sorriso. "A partir daí iniciamos uma investigação mais detalhada e foi descoberto que 5 gerentes vêm há anos roubando de forma gritante a empresa que trabalham", disse.

Os produtos desviados eram receptados por empresas da região, sendo identificadas 4 empresas na cidade de Sorriso, 3 em de Lucas do Rio Verde, 1 em Alta Floresta, 1 pessoa física em Tangará da Serra, 1 empresa em Barra do Bugres e suspeita de outra em Tapurah,  que agem em concluío com os gerentes da Açometal. 

Os funcionários desde que passaram a operar o esquema acumularam patrimônios milionários, incompatíveis com os salários de R$ 4 mil, que cada um ganham. Eles responderão por crimes de organização criminosa, mediante a distribuição de tarefas, furto mediante fraude, abuso de confiança e concurso de pessoas.

"Estamos também investigando alguns crimes de lavagem de dinheiro praticados por um deles, tendo em vista que estão tentando ocultar bens em nome de terceiros. As empresas receptadoras vão responder por receptação qualificada e todas por crimes contra a ordem tributária, em razão dos produtos entrarem e sairem das empresas sem que o fisco fique sabendo. Será solicitada uma autoria em todas as empresas, por suspeita de irregularidades cometidas", finalizou o delegado Sergio Abreu.  

Na investigação, a Polícia Civil representou pelo sequestro de mais de R$ 7 milhões em bens, referentes a carros de luxo, como BMW e fazendas, adquiridas ilicitamente pelos envolvidos.

Participaram da operação policiais da Regional de Sinop com apoio das Regionais com pessoas presas e da Polícia Rodoviária Federal.

Foto: Investigador Cleverson Hanse/Sorriso

MT Agora - PJC-MT

Mais Noticias

Homicídio

Homem é morto com tiro na cabeça em Lucas do Rio Verde

Ação Integrada

Polícias destacam resultados de ações integradas em Lucas

Procurado

Homem esfaqueia ex-mulher e é preso em Lucas do Rio Verde

Assalto

Bandidos invadem residência e rendem criança e babá em Lucas do Rio Verde

15/05/2017 -

Homem com participação em homicídio é preso em Lucas do Rio Verde

Os motivos da briga, que resultou no homicídio foi em decorrência de dívida por tráfico e por causa de um boné.

15/05/2017 -

Taxista ajuda menores na entrega de drogas e acaba preso em Lucas

Eles teriam admitido aos Policiais que alugaram um táxi para transportá-los durante a ação de entrega da droga na região do Bairro Rio Verde.

12/05/2017 -

Presa quadrilha de roubo de cargas; carreta de Lucas é recuperada com 38 toneladas de soja

No momento da abordagem, o motorista da carreta e o condutor de um veículo que estava dando apoio tentou fugir pela mata, mas os policiais conseguiram prendê-los

12/05/2017 -

Ação Policial Integrada estoura boca de fumo em Lucas

Vários suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Lucas do Rio Verde, todos com registros de passagem referentes a atos ilícitos cometidos anteriormente

04/05/2017 -

PM detém 10 moças após briga e disparo em praça de Lucas

O disparo efetuado em plena praça pública ainda gerou outra confusão na praça, desta vez envolvendo pelo menos outras 8 jovens

02/05/2017 -

Bandidos invadem residência, ameaçam vítimas e levam celulares em Lucas do Rio Verde

Todas as vítimas foram trancadas no banheiro

01/05/2017 -

Adolescente envolvido na morte de tenente coronel em Sinop é apreendido com arma em Lucas

Os policiais encontraram na residência uma pistola nove milímetros, além de drogas, joias, e outros objetos.

01/05/2017 -

Polícia apreende 66 kg de pasta base de cocaina em Sorriso; homem é preso

As investigações estavam sendo feitas há alguns dias e que a apreensão foi por volta das 6hs.

28/04/2017 -

Suspeita de integrar facção criminosa é morta com 3 tiros em cidade de MT

Segundo a Polícia Civil, jovem de 21 anos já havia sido presa três vezes por tráfico em Sorriso. Uma amiga dela foi atingida por 8 disparos, mas sobreviveu.

26/04/2017 -

PM prende traficantes de Sorriso e Lucas do Rio Verde

No carro em que o acusado fugiu, foi encontrado um tablete de maconha escondido

26/04/2017 -

Polícia já tem nome do "líder" de jogo suicida de MT

O suspeito está envolvido na morte da adolescente de 16 anos cujo corpo foi encontrado em uma lagoa

25/04/2017 -

Moto roubada em Lucas do Rio Verde é localizada em grupo de compra e venda de Nova Mutum

A vítima procurou o 13° BPM relatando o roubo e que já estavam vendendo a motocicleta através de um grupo de compras e vendas do Facebook na cidade de Nova Mutum

25/04/2017 -

Homem é preso após ameaçar mulher com faca em Lucas do Rio Verde

No local o suspeito foi avistado e tentou fugir da guarnição, mas acabou caindo da bicicleta.

24/04/2017 -

Avião com 400 kg de pasta base de cocaína faz pouso forçado e cinco pessoas são presas

Piloto de aeronave bimotor viu aproximação da polícia e tentou arremeter. Avião caiu no município de Tangará da Serra na manhã deste domingo (23).

22/04/2017 -

Corpos das nove vítimas chegam para identificação em Colniza

Remoção foi feita durante a madrugada; familiares e populares acompanham os trabalhos