Advogados deixam Silval após ele dizer que irá confessar crimes

Decisão se deve à recente postura do ex-governador em admitir confessar crimes

25/04/2017 - 06:11:20

   

Réu em todas as ações oriundas das cinco fases da Operação Sodoma, o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) terá uma nova defesa. Composta por cinco advogados, a banca que o representa protocolou renúncia ao trabalho.

De acordo com nota enviada à imprensa, o motivo é a nova postura do ex-governador, que vem admitindo fatos relacionados à investigação e já considera uma confissão.

“A defesa técnica vem sustentando versão oposta perante o Poder Judiciario, e considerando, ainda, a divergência atual entre a orientação destes advogados e o exercício pessoal da autodefesa, informamos que foi protocolada nos autos da mencionada operação renúncia ao mandato outorgado por ele nas respectivas ações penais”, diz trecho da nota.

Valber Melo, Ulisses Rabaneda, Francisco Faiad, Artur Osti e Renan Serra pontuam que ainda permanecerão responsáveis pela defesa de Silval nas ações oriundas da Operação Sodoma – que teve cinco fases até momento – pelo prazo de 10 dias ou até que novos advogados sejam constituídos pelo ex-governador.

Também que respeitam a nova postura adotada por Silval “um dos pressupostos inerentes ao exercício da ampla defesa” e agradecem publicamente a “confiança depositada em nosso trabalho”.

Confissão
Em uma carta aberta divulgada neste sábado (22), Silval negou que esteja fechando um acordo de colaboração premiada com o Ministério Público Estadual (MPE). Admitiu, no entanto, pela primeira vez, “confessar” ilícitos de sua gestão à frente do Palácio Paiaguás.

A carta foi uma reação às notícias veiculadas ao longo da última semana dando conta de que ele estaria em fase avançada de tratativas junto ao MPE. Segundo as informações até então divulgadas, o ex-governador teria provas que poderiam ser juntadas ao acordo. Entre elas, estariam vídeos feitos por ele próprio entre os anos de 2010 e 2014.

No documento público, Silval afirmou que pretende assumir sua responsabilidade. Decisão tomada, segundo ele, após um período de reflexão e orientação com sua família. Pontuou, todavia, que irá continuar a se defender de “acusações injustas”, assim como permanecerá calado nos inquéritos criminais.

Acusações
De acordo com o Ministério Público Estadual, Silval Barbosa foi o chefe de uma organização criminosa que contou com a participação de diversos agentes públicos – entre ex-secretários de Estado e ex-presidentes de autarquias – durante o período em que comandou o governo de Mato Grosso.

Ao todo, o ex-governador já foi alvo de cinco mandados de prisão. Atualmente, está detido, desde setembro de 2015, no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC).

Somente oriundas da Operação Sodoma, Silval responde a 5 ações penais. As acusações, em geral, são de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de organização criminosa. São apurados esquemas diversos de desvio de dinheiro público por meio de fraude a licitações, concessão de incentivos fiscais e até desapropriações de áreas urbanas.  

O ex-governador é acusado ainda em duas ações penais e uma cível oriundas da Operação Seven, que apura um suposto desvio de R$ 7 milhões dos cofres do Estado. De acordo com as investigações, o esquema teria como base a compra de uma área rural de 727 hectares na região do Manso, que já pertenceria ao Estado e foi adquirida novamente com preço superfaturado em R$ 4 milhões.

A primeira prisão de Silval, no entanto, se deu no bojo das investigações da Operação Ararath, deflagrada pela Polícia Federal quando ele ainda comandava o Estado. Na época, o ex-governador foi alvo de mandado de busca e apreensão e acabou detido por porte ilegal de arma de fogo.

Leia a nota à imprensa:
"Tendo em vista a nova postura pessoal, amplamente repercutida na imprensa, do Sr. Silval da Cunha Barbosa pela qual passa a admitir, pontualmente, fatos no bojo da operação Sodoma, onde a defesa técnica vem sustentando versão oposta perante o Poder Judiciario ciário, e considerando, ainda, a divergência atual entre a orientação destes advogados e o exercício pessoal da autodefesa, informamos que foi protocolada nos autos da mencionada operação renúncia ao mandato outorgado por ele nas respectivas ações penais, com a devida e prévia aquiescência do constituinte.

Ao tempo em que respeitamos a nova postura adotada, como um dos pressupostos inerentes ao exercício da ampla defesa, agradecemos, publicamente, a confiança depositada em nosso trabalho por Silval Barbosa, desejando êxito no prosseguimento de sua defesa.                      

Informamos, por fim, que, por força do artigo 5º, §3º da Lei 8.906/94, estes profissionais permanecerão acompanhando os atos processuais nas respectivas ações penais pelo prazo de 10 dias, ou até a constituição de novo advogado, caso esta ocorra antes."

Valber Melo, Ulisses Rabaneda, Francisco Faiad, Artur Osti e Renan Serra

MT Agora - Laura Nabuco | Mídia News

Mais Noticias

Melhorias

Vereadores aprovam destinação de recurso para melhorias na Central de Processamento de Resíduos da Construção Civil

Novo Formato

Vereadores aprovam novo formato de Avaliação de Desempenho Individual dos servidores

Agricultura Familiar

Vereadores aprovam projeto e agricultura familiar será beneficiada com 10 pasteurizadores

Troca de Farpas

Última sessão do semestre, termina com troca de ‘farpas’ entre vereadores

12/07/2017 -

Reforma trabalhista é aprovada no Senado; confira o que muda na lei

As alterações mexem em pontos como férias, jornada de trabalho, remuneração e plano de carreira; texto ainda depende da sanção do presidente da República.

10/07/2017 -

Vereador Callai recebe resposta do Executivo em relação as indicações

A devolutiva da prefeitura só foi possível graças ao Projeto de Lei n. 02/17, de autoria do vereador Dr. Jaime, que determina que o Executivo responda as indicações

05/07/2017 -

Vereadores aprovam dois projetos e apresentam seis indicações ao Executivo

Além da sessão ordinária, foi realizada uma extraordinária para a votação do projeto n. 46, que abre crédito suplementar no valor de R$ 1.2 milhão em favor do Saae

10/07/2017 -

Defesa nega que José Riva tenha feito delação e incriminado Blairo Maggi

Riva não fechou acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR)

10/07/2017 -

Blairo Maggi usou precatórios para comprar apoio em MT, diz delator

Os pagamentos de precatórios foram realizados entre março de 2009 e dezembro de 2012.

04/07/2017 -

Vereadores aprovam alteração no orçamento e município irá retomar obras de esgoto

O remanejamento no orçamento foi necessário para garantir os recursos para que a Secretaria de Obras e o Saae iniciem o trabalho

30/06/2017 -

Vereador Mano propõe fazer do Regional de Sorriso modelo de gestão para o Estado

A proposta é transferir a gestão do hospital para os 15 prefeitos que compõem o Consórcio Público de Saúde Vale do Teles Pires

30/06/2017 -

Prefeitura apresenta projeto de Avaliação de Desempenho Individual aos vereadores

O projeto da ADI dos servidores municipais foi readequado para melhorar a forma de avaliação

26/06/2017 -

Rede de esgoto do Menino Deus será debatida em audiência pública amanhã (27)

O encontro é promovido pela vereadora professora Cristiani Dias e tem como objetivo debater o problema com a comunidade

26/06/2017 -

Grupo Mais Vida promove palestra sobre “Adolescência” amanhã (27)

A palestra tem como objetivo orientar os pais e profissionais que trabalham com adolescentes. O encontro será realizado na Câmara de Vereadores

26/06/2017 -

Taques evita avaliar embate no PSB com retorno de Valtenir e elogia lideranças aliadas

“Não vou colocar minha colher de pau nesse angu. Quem trata do PSB é o PSB”

23/06/2017 -

PDT que retorno de ex-prefeito de Lucas

Desde a derrota, sua permanência na vida pública é considerada incerta. “Se o Pivetta planeja concorrer a cargos eletivos futuros o PDT está de portas abertas”

21/06/2017 -

Vereadores aprovam alteração na lei e criam a Semana de Combate ao Bullyng

A alteração na lei é de autoria dos vereadores Airton Callai e dr. Wagner. A campanha será realizada no mês de abril, junto ao Dia Nacional de Combate ao Bullying e a Violência na Escola

20/06/2017 -

Justiça Eleitoral cassa mandato da prefeita Lucimar Campos

A decisão é do juiz Carlos José Rondon Luz; prefeita só deixa o cargo caso TRE mantenha a decisão

15/06/2017 -

Vereadores aprovam destinação de área para criação de Centro de Triagem de Animais Silvestres

O centro será implantado pela ong Amibem. Serão destinados aproximadamente dez mil metros quadrados de área para o trabalho de acolhimento e tratamento de animais abandonados e machucados

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora