Faixa Preta

Alunos Judô Bope são consagrados faixas pretas

Luiz Gustavo Silva e os irmãos Natassiia e Gabriel Felsky são os primeiros judocas da academia, consagrados com um dos mais altos graus da modalidade esportiva, ao longo dos 9 anos de criação do projeto Judô Bope.

Por: Joelma Pontes | Assessoria
03 de Outubro de 2019 as 14h 20min

Os 9 anos do projeto Social Judô Bope renderam à academia de arte marcial, três novos senseis voluntários. Essa é a primeira vez, em quase uma década de existência do Judô Bope, que alunos são consagrados à faixa preta, ou yodansha, como é conhecido na cultura japonesa, o aluno formado que não tem apenas habilidades técnica, mas uma infinidade de razões para merecer um dos mais altos graus da modalidade esportiva, entre elas a disciplina e a humildade. A troca de faixa aconteceu nesta segunda-feira (30.09).

Luiz Gustavo, 24 anos, acadêmico de Direito, primogênito no Judô Bope, fala com propriedade quando o assunto é a sua troca de faixa. Ele foi um dos primeiros alunos da academia. Viu crescer o projeto, embora já conhecesse outras modalidades das artes marciais. Emocionado, ele contou dos momentos difíceis em que a decisão de seguir com o judô e ainda conciliar os três dias de treinos durante a semana, as aulas na escola e ainda ter que trabalhar.

“Para mim, chegar até aqui já é um passo gigantesco. Eu abdiquei de muitas coisas para me dedicar aos treinos porque sempre fui determinado e sabia onde queria chegar. Hoje, devo essa honra de ser um faixa preta, aos meus senseis, em especial o sensei Adalberto, que sempre me incentivou a não desistir, a minha família e amigos que até hoje torcem muito por mim e torcem comigo. Meus adversários também me fizeram chegar aqui”, observou Luiz.

Segundo o coordenador e um dos idealizadores do projeto, o subtenente do Bope, Adalberto Correa Junior, a consagração de um aluno é uma satisfação muito grande. Para ele, isso representa quase uma década de muito trabalho e reforça que o esporte quando bem aplicado é instrumento de doutrina e educação.

“Não é só entender de técnicas. É preciso socializar, entender de cultura, saber as técnicas e como aplicá-las. Saber evitar lesão, se recuperar e ainda continuar em frente mesmo com dores. Judô é evolução dentro e fora do tatame. E claro, o aluno precisar ter um sensei que possa graduá-lo e reconhecer sua evolução. Atrelado a isso, ainda trabalhamos o aspecto educacional. E, também a formação de bons cidadãos, pois os principais fundamentos são disciplina, coragem, hierarquia e lealdade”, pontou Adalberto.

Irmãos na vida e parceiros no tatame – Natassiia Feslky e Gabriel Felsky, unidos pela maternidade, os irmãos dividem o convívio dentro e fora do tatame. A dupla também foi consagrada com a faixa preta, responsabilidade que prometem levar para o resto de suas vidas, a exemplo dos pais, que também são judocas. No Judô Bope os irmãos Felsky já treinam há 8 anos.

Com lágrimas nos olhos, Natassiia, 19 anos, acadêmica de medicina, conta que a paixão pela modalidade esportiva falou mais alto. Para isso precisou abrir mão de muitos momentos para dedicar-se aos treinos puxados. São pelo menos 350 alunos divididos em três tatames (adolescentes, intermediário e kids), todas as segundas, quartas e sextas-feiras, das 18h30 às 20 horas. As aulas são gratuitas.

“Não tenho palavras para definir isso aqui (troca de faixa). Não é simplesmente uma faixa, não é a cor da faixa que me emociona. É olhar para um dos mais altos graus do judô e olhar para trás e lembrar todos os meus sacrifícios, dedicação, esforço e assiduidade aos treinos para conquistá-la. Quero levar para minha vida, com humildade sempre, a premissa de que todo faixa preta é o faixa branca que nunca desistiu”, observou a judoca, que agora é oficialmente sensei. 

De 2010 para cá, o projeto só cresceu. Já passaram pelos tatames mais de 4 mil alunos. O Judô Bope nasceu sem grandes pretensões, mas ao longo dos anos a busca incessante por treinar com excelência seus judocas, fez de Gabriel Felsky, 16 anos, um medalhista em potencial. O acadêmico de medicina já conquistou mais de 30 medalhas, inclusive em evento internacional, o ‘US-open’, realizado em Miami, nos Estados Unidos. Além disso, o futuro médico deixa de ser aluno para dar aulas, voluntariamente, no Judô Bope. 

“O caminho é longo, mas não é impossível. Amo o que faço e o judô é uma das minhas prioridades na vida. E ser consagrado faixa preta, para mim, é mais que uma honra. É resultado de tantas renúncias que já fiz. A vida é isso, feita de renúncias foco e persistência. É lutar pelo que quer”, Gabriel Felsky.

Exame de faixa – Além dos três alunos que começaram praticamente no mesmo ano que nasceu o projeto Judô Bope, em 5 de outubro de 2010, também foram consagrados mais quatros judocas adultos, voluntários da academia. No total, foram 23 candidatos de Mato Grosso se qualificaram para o certame. A avaliação teórica abordou conhecimentos sobre judô, arbitragem, teve também prova prática das técnicas do judô e kata.


COMENTARIOS

Mais de Política

Audiência Pública

Fávero vai à Sinop e garante cobrar e acompanhar implantação de escola cívico-militar no município

Segundo o deputado, a escola-cívico militar não vem para tirar emprego de professor ou pregar militarismo, “mas para somar e passar valores primordiais que se perderam”, concluiu.

29 de Novembro de 2019 as 16h25

Em Nobres

Vereador ostenta R$ 30 mil da venda de égua e diz não aguentar dinheiro

O dinheiro é resultado da venda de uma égua. Em seguida, numa mistura de brincadeira e deboche, joga os maços no chão, espalhando notas de R$ 50 reais e R$ 100 reais

21 de Novembro de 2019 as 11h14

Saúde

Fávero cobra do Estado melhorias para Saúde de Cáceres

Entre os pedidos está a compra de ambulância para o Hospital Regional do município.

19 de Novembro de 2019 as 20h10

Renúncia

Evo Morales renuncia à presidência da Bolívia

Anúncio foi feito em rede nacional; o vice, Álvaro García Linera, também deixa o cargo; antes de renunciar, Morales havia dito que convocaria novas eleições, pois uma auditoria da OEA encontrou indícios de fraude no pleito realizado no dia 20 de ou

10 de Novembro de 2019 as 18h45

Quem Diria...

Taques deve adotar manobra para tentar fugir da Justiça comum

O ex-governador pode se beneficiar de brecha, confirmada pelo STF, para ser julgado na Justiça Eleitoral

07 de Novembro de 2019 as 09h20

Direito do Consumidor

Fornecimento de energia elétrica não poderá ser interrompido na sexta-feira

o projeto também proíbe que seja realizado nos fins de semana, feriados e véspera de feriados e após o expediente bancário.

04 de Novembro de 2019 as 14h07

Unindo forças

Reunião debate melhorias para o Hospital Regional de Cáceres

Os representantes do Hospital Regional de Cáceres apresentaram as condições da instituição, mostraram os pontos positivos e negativos

21 de Outubro de 2019 as 14h47

Assistência

Projeto que destina produtos apreendidos a instituições deve ser sancionado nos próximos dias

A proposta, de autoria do deputado Silvio Fávero, irá contemplar crianças, adolescentes, mulheres e idosos.

21 de Outubro de 2019 as 10h43

5.946 assinaturas

Abaixo-assinado contra a Energisa será entregue hoje (18) durante audiência pública em Nova Mutum

As 5.946 assinaturas serão entregues pelo vereador Airton Callai ao deputado estadual Elizeu Nascimento, que preside a CPI da Energisa

18 de Outubro de 2019 as 14h24

Fora do horário

Vereador ataca servidora da educação por causa de veículo parado em supermercado

Qualquer denúncia relacionada à má utilização da frota deve ser informada na ouvidoria da prefeitura para que haja a investigação pertinente.

18 de Outubro de 2019 as 10h37

Audiência Pública

Audiência Pública irá debater melhorias para o Pedra 90 e região

Instalação do ‘Ganha Tempo’ está entre os assuntos que serão discutidos nesta quinta (17)

15 de Outubro de 2019 as 20h27

Investigação

Abaixo-assinado contra a Energisa mobiliza a população de Lucas do Rio Verde

O documento com milhares de assinaturas solicita a abertura de investigação contra a empresa, pelos serviços prestados, aumentos abusivos e cobranças indevidas

15 de Outubro de 2019 as 13h31

Redução de Taxas

Prefeitura propõe em projeto reduzir valores de taxas em Lucas do Rio Verde

O objetivo é reduzir o valor das taxas para comerciantes e agricultores.

15 de Outubro de 2019 as 08h03

Projeto Aprovado

Projeto é aprovado por unanimidade e MT deverá receber R$ 71 milhões

Para Mato Grosso, segundo as estimativas, o repasse previsto é de R$ 71,9 milhões

10 de Outubro de 2019 as 20h02

Pauta Trancada

Presidente Dirceu tranca a pauta de votações e exige explicações de Binotti

O prefeito terá que se retratar sobre as declarações que fez na imprensa e sobre a conduta do procurador municipal no processo de cobrança de IPTU da Novo Tempo Empreendimentos

08 de Outubro de 2019 as 11h37

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

veja +

COTAÇÃO