Autoridades cobram e Estado garante regularizar os repasses atrasados do Regional de Sorriso até 2 de março

Atualmente, a dívida do Estado com o Hospital Regional de Sorriso é de aproximadamente R$ 16 milhões. O valor é referente aos atrasados dos meses de outubro a janeiro

23/02/2017 - 09:28:35

   

Prefeitos, vereadores e secretários de saúde dos 15 municípios que compõem o Consórcio Público de Saúde Vale do Teles Pires se reuniram na tarde de ontem (21), com o governador Pedro Taques para cobrar do Estado os repasses atrasados do Hospital Regional de Sorriso.

De Lucas do Rio Verde, participaram o prefeito Luiz Binotti, o presidente da Câmara, vereador Jiloir Pelicioli (Mano) e os vereadores, Wagner Godoy, Marcos Paulista e Cristiani Dias.

O encontro em Cuiabá, é resultado de uma reunião realizada no município de Sorriso, no início do mês de fevereiro. Na reunião, os servidores do Regional e representantes dos municípios discutiram as dificuldades e elaboraram um documento que foi entregue ao governador.

De acordo com o presidente do consórcio, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin, o hospital está com os repasses atrasados desde outubro do ano passado. Além do atraso no pagamento dos servidores, também faltam materiais de trabalho.

“A saúde não pode esperar. Acho que nós chegar ao limite total da tolerância. Agora, ou o Governo resolve e põe em dia os repasses atrasados, ou infelizmente, o hospital fechará e a população irá sofrer muito.”

A proposta apresentada pelo governador Pedro Taques foi de quitar os valores pendentes até o dia 2 de março. Ao todo o Governo do Estado deve ao Hospital Regional de Sorriso mais de R$ 16 milhões, o valor é referente aos meses de outubro de 2016 a janeiro de 2017.

No cronograma apresentado pelo governador, o primeiro mês será pago hoje (22), novembro e dezembro, na quinta-feira (02/03) após o carnaval e o mês de janeiro de 2017, também será pago hoje (22).

“Os repasses estão atrasados e nós estamos buscando meios para resolver isso. O governador tem a chave do cofre, mas não tem a fábrica de dinheiro. A questão é financeira e nós temos que fazer opções, e nós estamos fazendo opção pela saúde”, ressaltou Taques.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, atualmente o déficit do setor é de aproximadamente R$ 140 milhões. A previsão é chegar a R$ 350 milhões até o início do próximo ano.

Uma das propostas apresentadas para acabar com o déficit e garantir que o Estado tenha recursos para investir na saúde, é a destinação de parte dos recursos do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) para a saúde.

O projeto já foi discutido na Assembleia Legislativa, porém não houve entendimento para a continuidade da matéria. A proposta apresentada pelo deputado estadual José Domingos, estabelece o repasse de três das 12 parcelas que os municípios recebem do fundo para investimentos em saúde.

“O problema da saúde de Mato Grosso não é gestão, é a falta de recursos financeiros. A única fonte de recursos que nós temos hoje é o Fethab. Nós vamos discutir com o setor produtivo para que eles concordem em destinar três meses destes recursos para que o Estado possa pagar o que está devendo e ainda promover a saúde para os próximos meses”, explicou o deputado.

Outra proposta apresentada pelos deputados estaduais, é a devolução de R$ 100 milhões dos recursos do Legislativo, para que o Estado possa investir em saúde. Os projetos serão discutidos entre os deputados.

De acordo com o presidente da Câmara de Vereadores de Lucas do Rio Verde, vereador Jiloir Pelicioli (Mano), a união dos 15 municípios foi essencial para cobrar do Estado soluções para o problema do Regional.

“Nós, por meio do consórcio, conseguimos sensibilizar o governo para que os repasses sejam colocados em dia. Agora, esperamos que o cronograma apresentado pelo governador seja cumprido.”

Participaram também da reunião, secretários de Estado, representantes de entidades e os deputados estaduais, Dilmar Dal Bosco, Mauro Savi, Sebastião Rezende, Baiano Filho e Wagner Ramos.

MT Agora - Marcello Paulino | Ascom

Mais Noticias

Legislativo

Vereadores aprovam projeto que autoriza o município a buscar financiamento para obras de esgoto

Polêmica

Vereador de MT pede desculpas após vídeo dele bebendo cerveja com mulheres em carro superlotado gerar polêmica

Consórcio de Saúde

Vereadores aprovam projeto que destina recursos para a compra de serviços médicos especializados

Legislativo

Homenagens marcam a primeira sessão da Câmara de Vereadores

05/02/2018 -

Taques vai reeditar chapa com Fávaro de vice; Leitão vai ao Senado

Também foi acordada a possibilidade de uma troca entre Nilson Leitão e o ex-governador Jayme Campos (DEM) na disputa à vaga ao Senado.

04/02/2018 -

Senado deve votar em breve projeto de Maggi que criminaliza ‘gatonet’ com até dois anos de cadeia

É essencial citar que atualmente a Lei de TV a Cabo caracteriza a utilização indevida de sinal de TV por assinatura como ilícito penal, mas não estabelece punições.

02/02/2018 -

Primeira sessão do ano terá votação do calendário e homenagens

A sessão será realizada na próxima segunda-feira (05), a partir das 19h

31/01/2018 -

ALMT define novos membros e instaura CPI das 'pedaladas' para investigar o governo

Deputados terão o prazo de 180 dias para investigar a arrecadação e destinação de recursos do Fundeb e Fethab. Novos membros foram nomeados após desistência de parlamentares.

26/01/2018 -

Vereadora é condenada por prometer 250 casas a fiéis em troca de votos durante evento de igreja em MT

Edileusa Oliveira Ribeiro (PTC) é vereadora em Guarantã do Norte. Ela foi condenada a perda dos direitos políticos por 8 anos e teve o mandato cassado.

25/01/2018 -

Um dia depois da condenação, PT lança pré-candidatura de Lula à Presidência

Mesmo com possibilidade de ter candidatura barrada pela Lei da Ficha Limpa. Ex-presidente afirmou que recorrerá 'até o final'. 'Não temos plano B', disse presidente do PT, Gleisi Hoffmann.

11/01/2018 -

Otaviano Pivetta descarta candidatura em outubro

No entanto, alegando que sua missão na política já foi cumprida, Pivetta descarta veementemente aderir a algum projeto político.

09/01/2018 -

Prefeito e vice têm mandatos cassados por exames gratuitos durante a campanha eleitoral em MT

TRE-MT cassou o mandato de Reynaldo Diniz e do vice dele. Magistrados entenderam que houve abuso de poder político e econômico durante a campanha em Ribeirão Cascalheira.

04/01/2018 -

Articulações políticas para as eleições de 2018 começaram

Nos bastidores de Lucas são muitos os comentários e existe a possibilidade de sair nomes para Deputado Estadual e Federal, Governo e até mesmo ao Senado.

21/12/2017 -

Lucas do Rio Verde estreita diálogo com a Seduc

Em pauta, novas unidades escolares, reformas, ampliações, demandas de matrículas, entre outros

19/12/2017 -

Ex-prefeito no Nortão é condenado por improbidade e perde direitos políticos por seis anos

Júnior Pereira foi prefeito de Novo Horizonte do Norte por três mandatos. Ele ainda pode recorrer da decisão.

19/12/2017 -

Câmara de Vereadores promove audiência para debater alterações na Planta Genérica

A Planta Genérica é utilizada na base de cálculo do valor do IPTU e ITBI. A audiência será realizada na quarta-feira (20), a partir das 19h

17/12/2017 -

Vereadores garantem os recursos para as entidades começarem o ano de 2018

Foram aprovados o convênio e a concessão de auxílio-financeiro para a Apae e Clube do Idoso De Bem com a Vida

16/12/2017 -

Juíza condena Silval, Nadaf, Cursi, Lima e mais dois por esquema

Grupo do ex-governador do Estado é acusado de cobrar propina em troca de incentivos fiscais

13/12/2017 -

Congresso Nacional aprova Orçamento da União para 2018

Texto prevê receitas e despesas do Executivo, Legislativo e Judiciário. Pela proposta, salário mínimo será de R$ 965; fundo eleitoral terá R$ 1,7 bi; e déficit nas contas públicas pode chegar a R$ 159 bi.

Disk Bem

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Tempo Agora