Dispensado de Depor

Blairo Maggi é dispensado de depor sobre 'escândalo dos maquinários'

Ele foi arrolado como testemunha de defesa de réu em processo. Ação apura denúncia de superfaturamento de R$ 44 milhões em programa.

Fonte:MT Agora - G1 MT
26 de Junho de 2015 as 16h 21min

O senador e ex-governador de Mato Grosso, Blairo Maggi, foi dispensado como testemunha da ação penal sobre o suposto superfaturamento de R$ 44 milhões na compra de máquinas agrícolas, conhecido como 'escândalo dos maquinários', que tramita na 7ª Vara Criminal de Cuiabá.  Ele tinha sido arrolado pela defesa de um dos empresários, que é réu do processo, e o depoimento à juíza Selma Rosane dos Santos estava previsto para esta sexta-feira (26), durante audiência de instrução.

A ação apura a denúncia de superfaturamento numa compra de maquinários feita pelo governo do estado em 2009 por meio do programa 'MT 100% Equipado', quando Maggi era governador, e entregues no primeiro semestre de 2010 às prefeituras no estado. Treze pessoas são acusadas de participação no suposto esquema, entretanto, Maggi não está entre os réus.

Ele foi convocado pela defesa do empresário Valmir Gonçalves de Amorim, proprietário da empresa Dymak Máquinas Rodoviárias, e que responde por suposta fraude à licitação. O advogado Otácilio Peron disse que o ex-governador tinha sido arrolado no início da fase de instrução e que foi avaliado não ter mais a necessidade do depoimento dele à Justiça.

“Entendemos que, nesse momento, não acrescentaria em nada no andamento da ação, que já está bem instruída. Arrolamos ele como testemunha de defesa no início do processo e protocolamos a desistência nesta terça-feira (25) ao avaliar que não tem necessidade”, declarou.

As audiências de instrução sobre o caso iniciaram em março e apenas duas testemunhas ainda devem ser ouvidas. Após isso, o processo vai para a fase de alegações finais e sentença.

A ação se refere à compra de 408 caminhões e 297 máquinas pra recuperação e manutenção de estradas, como parte do programa "Mato Grosso 100% Equipado". Para a aquisição, que custou R$ 241 milhões, o estado fez empréstimo com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento). Porém, a compra teria sido superfaturada em R$ 44,4 milhões, conforme apontou a própria Auditoria Geral do Estado (AGE).

Entenda o caso

Entre as 13 pessoas denunciadas pelo Ministério Público, estão o ex-secretário de Administração, Geraldo de Vito, um servidor público e mais dez pessoas - funcionárias e donas de empresas que forneceram os caminhões e máquinas. Vilceu Marchetti, ex-secretário de Infraestrutura do estado, também era réu. Porém, ele foi assassinado ano passado, em uma fazenda na região do Pantanal mato-grossense. Eles e as empresas já foram condenados pela Justiça Federal em Mato Grosso.

Na decisão do ano passado, o então juiz Julier Sebastião da Silva, da 1ª Vara Federal, determinou que De Vitto e Marchetti paguem R$ 10 mil e suspendeu os direitos políticos pelo período de cinco anos. Já as empresas que participaram da licitação para a venda dos veículos foram condenadas a devolver o dinheiro desviado aos cofres públicos. No entanto, eles recorreram da decisão.

A ação penal começou a tramitar em 2013 após a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) ser aceita pela Justiça para que os acusados de envolvimento pudessem ser responsabilizados criminalmente pelo caso que ficou conhecido como 'Escândalo dos Maquinários'.


COMENTARIOS

Mais de Política

Energia Elétrica

Fávero quer isenção de ICMS para pacientes do sistema ‘Home Care’

O proprietário do imóvel deverá requer o benefício junto ao sistema de processo eletrônico da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

18 de Fevereiro de 2020 as 11h31

Eleições Suplementares

Candidatos ao Senado em MT podem gastar no máximo R$ 3 milhões cada durante a campanha

A eleição suplementar acontecerá no dia 26 de abril. Vaga foi aberta depois de cassação de Selma Arruda (Podemos).

18 de Fevereiro de 2020 as 07h06

Ameaça

Vereador procura a polícia e diz que está sendo ameaçado de morte após votar pela cassação de colega em Cuiabá

Toninho de Souza conta que na noite desse domingo (16) recebeu um telefonema de um homem teria dito que é “defensor do vereador Abílio”.

18 de Fevereiro de 2020 as 07h04

Limpa Pauta

Deputados devem votar 35 vetos para limpar pauta da Assembleia Legislativa de MT

As sessões ordinárias são realizadas na terça-, quarta e quinta-feira na Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

17 de Fevereiro de 2020 as 14h38

Capital do Nortão

Fávero apresenta pacote de indicações que contemplam Sinop

Pedidos foram encaminhados ao Governo do Estado e ao DNIT.

11 de Fevereiro de 2020 as 09h13

Decisão STF

Senadora de MT cassada ingressa com ação contra decisão do STF que determinou posse de 3º colocado

Selma foi cassada pela Justiça Eleitoral por abuso de poder econômico e caixa dois na campanha eleitoral de 2018.

04 de Fevereiro de 2020 as 09h44

Aposentadoria

Deputados de MT votam alteração nas regras da aposentadoria e cota zero durante a semana

O presidente da ALMT também adiantou que os deputados precisam votar em redação final o projeto do aumento da alíquota previdenciária do funcionalismo de 11% para 14%.

04 de Fevereiro de 2020 as 09h43

Saúde

Indicação aponta necessidade de ambulância com UTI para Lucas do Rio Verde

Pedido foi encaminhado ao Governo do Estado, com cópia à Secretaria de Estado de Saúde (SES).

02 de Fevereiro de 2020 as 19h00

Senado

Toffoli manda terceiro colocado assumir vaga no Senado pelo MT até o resultado das novas eleições

Decisão valerá se Senado declarar vacância do cargo da juíza Selma Arruda, cassada no ano passado. Escolha de novo senador está marcada para 26 de abril.

02 de Fevereiro de 2020 as 09h55

Banda Larga

Fávero propõe ‘MT Conectado’ para alcançar localidades socialmente vulneráveis

Intuito, segundo o parlamentar, é desenvolver e fomentar ações que diminuam as desigualdades e dificuldades de acesso às tecnologias de informação e comunicação

30 de Janeiro de 2020 as 10h40

Artilheiro

Fávero é o único parlamentar de MT que mais teve leis sancionadas na AL

Em 11 meses de mandato, o parlamentar conseguiu sancionar 11 leis que já estão em vigor em Mato Grosso.

28 de Janeiro de 2020 as 14h30

Eleição Suplementar

Pivetta aposta em apoio de Mauro Mendes na disputa pelo Senado

A eleição já possui uma lista de pré-candidatos com pelo menos 20 postulantes

22 de Janeiro de 2020 as 15h46

Fundo Antidroga

Arrecadação para Fundo Antidrogas dobra em 2019

Ministro Moro promete quintuplicar valor até 2022

14 de Janeiro de 2020 as 19h09

Desenvolvimento Econômico

Paulo Nunes irá assumir a secretaria de Desenvolvimento em Lucas Rio Verde

Formado em Direito e com Pós-Graduação em Gestão Pública. É empresário e comerciante, tendo atuado no ramo de combustível e imobiliário

14 de Janeiro de 2020 as 07h50

Contas Aprovadas

Deputados de MT aprovam contas do ex-governador Pedro Taques referentes ao exercício 2018

Contas haviam sido reprovadas na Comissão de Fiscalização e Orçamento pela relatora do processo, deputada Janaína Riva (MDB).

13 de Janeiro de 2020 as 14h34

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO